XV dinastia egípcia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antigo Egito
Faraós e dinastias
Período pre-dinástico
Período protodinástico
Época Tinita: I - II
Império Antigo: III IV V VI
1º Período Intermediário:

VII VIII IX X XI

Império Médio: XI XII
2º Período Intermediário:

XIII XIV XV XVI XVII

Império Novo: XVIII XIX XX
3º Período Intermediário:

XXI XXII XXIII XXIV XXV

Época Baixa: XXVI XXVII
XXVIII XXIX XXX XXXI
Período Greco-romano:
Dinastia macedónica
Dinastia ptolomaica
Período Romano

A XV dinastia egípcia inicia o denominado Segundo Período Intermediário e foi a dinastia em que os hicsos tomram o poder no Egito, poder que perdurou até a XVII dinastia.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta do ano de 1640 a.C,[1] não se sabe ao certo como, um grupo de estrangeiros denominados convencionalmente por hicsos (forma graga para uma frase egípcia que denominava governantes de terras estrangeiras[1] ) ou por pastores. Após a invasão, os hicsos ascenderam ao trono e fundaram essa dinastia.

Apesar de terem tomado o poder, os hicsos nunca foram totalmente aceitos pelos egípcios e, até a sua derrota na XVII dinastia, foram alvos de muitas rebeliões e guerras civís, sempre apoiadas pela casta sacerdotal. Após o fim desta dinastia, os hicsos perderam a influência sobre o Alto Egito, tendo este um poder e um faraó paralelo sempre oposto aos chassôs, como os egípcios denominavam pejorativamente os hicsos.

Lista de faraós[editar | editar código-fonte]

Como na maioria das dinastinas anteriores a 18ª, a ordem, os nomes e a data de reinados dos soberanos são incertas.

Notas e referências

  1. a b Grandes Impérios e Civilizações - O Mundo Egípcio Vol. 1 pg. 42 - Tradução de Maria Emília Vidigal, Edições del Prado (Brasil e Portugal), 1996
Precedido por
XIV dinastia
Dinastias faraónicas
Sucedido por
XVI dinastia
Ícone de esboço Este artigo sobre Egiptologia é um esboço relacionado ao Antigo Egito. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.