Severínia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Severínia
Bandeira de Severínia
Brasão de Severínia
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 19 de fevereiro
Fundação 30 de dezembro de 1953 (64 anos)
Gentílico severiniense
Lema Harmonia, paz e prosperidade
Prefeito(a) Celso da Silva (Celso da Usina) (PSB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Severínia
Localização de Severínia em São Paulo
Severínia está localizado em: Brasil
Severínia
Localização de Severínia no Brasil
20° 48' 32" S 48° 48' 10" O20° 48' 32" S 48° 48' 10" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião Catanduva IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Olímpia, Barretos, Cajobi, Colina, Monte Azul Paulista
Distância até a capital 431 km
Características geográficas
Área 140,4 km² [2]
População 18,355 hab. Censo IBGE/2010[2]
Densidade 0,13 hab./km²
Altitude 605 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,715 elevado PNUD/2010[3]
PIB R$ 182 393 mil IBGE/2009[4]
PIB per capita R$ 11 612,18 IBGE/2009[4]

Severínia é um município brasileiro do estado de São Paulo.

Localiza-se a uma latitude 20º48'34" sul e a uma longitude 48º48'10" oeste, estando a uma altitude de 605 metros. Tem uma população de 18350 habitantes (IBGE/2010)[2]. Severínia pertence à Microrregião de Barretos.

História[editar | editar código-fonte]

O sertanista José Severino de Almeida é considerado o fundador de Severínia. Por volta de 1880 a 1890, ainda residente em Batatais, estado de São Paulo, o sertanista adquiriu com seus filhos uma área de terra superior a 2 000 alqueires, englobando as fazendas Palmeiras e Bagagem, toda ela composta por matas virgens e inexploradas.

Com o desbravamento do sertão paulista, a região passou a ser servida pela Estrada de Ferro São Paulo-Goiás, que levava o progresso, até, onde hoje se encontra a cidade de Nova Granada. Com isso, no dia 19 de fevereiro de 1914, dava início à fundação do Patrimônio de São José, com 50 alqueires de terras doadas por José Severino de Almeida.

Neste local foi instalada a estação de embarque e desembarque de passageiros e cargas. A estação recebeu o nome de Severínia, em homenagem ao fundador, porém, no dia da inauguração, para surpresa de todos, mudaram a placa indicativa da localidade e o nome passou a ser Luís Barreto, em homenagem ao conhecido médico Luís Pereira Barreto.

Iniciou-se de imediato uma disputa pelo nome da localidade, que fora travada pela família Almeida, por "Severínia", e Junqueira Franco, que lutava por "Luís Barreto".

Em 1921, através da Lei nº 1.806, de 1 de dezembro, o Patrimônio de São José foi elevado à categoria de Vila, sede de distrito de paz, com território desmembrado dos distritos de Cajobi e Olímpia, com a denominação de Severínia.

No mesmo ano foi criado o distrito policial e paróquia. Voltou ao seu primeiro nome pelo Decreto nº 4.891-B, de 13 de dezembro de 1931. Este Decreto foi revogado pelo de nº 9.532, de 20 de dezembro de 1938, entrando em vigor em 1939, segundo o Decreto nº 9.726, de 12 de dezembro de 1938, definitivamente com o nome de Severínia, foi elevado à condição de município na mesma Comarca, com sede no Distrito de igual nome e com o território do respectivo distrito, pela Lei nº 2.456, de 30 de dezembro de 1953, posta em execução em 1 de janeiro de 1954.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 140,395 km².

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Bairros[editar | editar código-fonte]

Severínia possui os seguintes bairros:

  • Centro
  • Vila Santo Antonio
  • Jardim Alvorada
  • Residencial Santa Maria
  • Vila Amate
  • Vila Adriana
  • Residencial Karina
  • Conjunto Habitacional Gustavo Hezequiel de Almeida
  • COHAB II
  • Jardim Victória
  • Distrito Industrial
  • Residencial Camacho I
  • Residencial Camacho II
  • Residencial Camacho III
  • COHAB IV
  • Vilinha
  • Jardim Primavera
  • Jardim Primavera II
  • Jardim Dona Luíza
  • CDHU
  • Jardim Maldonado
  • Jardim Nova Cidade
  • Loteamento Jardim Cidade de Deus

E o distrito de Alvora.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[2]

População total: 20 502

  • Urbana: 14 774
  • Rural: 780
  • Homens: 8 045[5]
  • Mulheres: 7 456
  • Travesti: 120
  • Indefinido 47

Densidade demográfica (hab./km²): 110,38

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[6], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[7], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[8] para suas operações de telefonia fixa.

Atual administração[editar | editar código-fonte]

15ª Legislatura: De 1 de janeiro de 2018 a 31 de dezembro de 2020


Vereadores: Ulysses Terceiro, Viviane Pereira Piassi, Lúcio Lucatelli, Cássio Joventino, Edivaldo, Márcia, José Carlos, Jorge Salomão,(Cheroso),(Cafu), Breno Alves.

Paróquia[editar | editar código-fonte]

Igreja CatólicaFlag of the Vatican City.svg

Diocese Paróquia [9]
Diocese de Barretos São José

A Paróquia São José foi fundada no ano de 1928.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. a b c d «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 26 de agosto de 2011. 
  3. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). «São Paulo » Severínia » índice de desenvolvimento humano municipal - idhm». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 13 de janeiro de 2017. 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 29 dez. 2011. 
  5. «SIDRA IBGE, Tabela 608, População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 26 de agosto de 2011. 
  6. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  7. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  8. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  9. http://www.diocesedebarretos.com.br/paroquias/severinia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]