Abra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Abra (desambiguação).

Uma abra (do francês havre),[1] refúgio ou abrigo é um local onde navios, barcos, lanchas e outras embarcações podem se abrigar de correntes, tempestades e intempéries, ou são armazenados para uso futuro. As abras também são conhecidas pelos nomes de porto seguro, porto-seguro, porto abrigado e ancoradouro natural.[1] Abras podem ser artificiais ou naturais. Quando natural, uma abra é usualmente uma enseada ou pequeno golfo protegido de correntes marinhas.[2] Abras feitas pelo homem têm paredões ou quebra-mares, ou, caso contrário, podem ter sido construídas por dragagem, e estas exigem manutenção periódica com dragagens.

Abras e portos são frequentemente confundidos. Um porto é uma instalação feita pelo homem na costa do mar, lago ou margem de rios onde os navios, barcos e barcaças têm carga e descarga de produtos realizadas, incluindo aquelas para pessoas ou gado. Um porto pode ser constituído por píeres, docas, cais, molhes, desembarcadouros, e/ou rampas. Ele pode ter gruas de carga, silos e/ou máquinas de movimentação de carga com correias. Por exemplo, correias são usadas para carga e descarga de carvão ou minérios de/para navios e barcaças. Além disso, as portas podem ter equipamento para carregamento ou descarregamento de petróleo ou outras cargas líquidas de/para navios-tanque.

A seguir, estão listados grandes abras naturais:

Abra de Capri, na Itália, vista a partir de Anacapri.

Referências

  1. a b «Abra Dicionário de Português Michaelis - UOL». Consultado em 2 de Abril de 2010. 
  2. Veja Larousse (2006), "Dicionário enciclopédico ilustrado Veja Larousse", São Paulo: Editora Abril

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abra