Acadêmicos de Pilares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acadêmicos de Pilares
Bandeira da Organização Sociocultural Acadêmicos de Pilares.png
Fundação 15 de janeiro de 2017 (10 meses)[1](mas já existia informalmente antes)[2]
Cores

Azul

Vermelho

Amarelo

[1]

Símbolo Coruja[1]
Bairro Pilares[1]
Presidente Reginaldo Bandeira "Naldo"[1]

Organização Sociocultural Acadêmicos de Pilares é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro, sediada no bairro de Pilares.[3]

História[editar | editar código-fonte]

A agremiação já existia como bloco em fins de 2016[2], no entanto foi apenas em 15/01/2017 que a entidade se registrou formalmente, afirmando ser essa a sua data de fundação.[1]

No dia 03 de fevereiro de 2017, foi anunciado que a nova agremiação desfilaria como escola de samba no dia 04 do mês seguinte, no sábado pós-carnaval, pelo Grupo E (sexta divisão), substituindo a União de Vaz Lobo, que havia desistido.[4]

O enredo apresentado foi uma homenagem a a Jorginho Moreira, compositor de sambas no bairro de Pilares, para outras escolas do local, como Caprichosos de Pilares e Difícil é o Nome, além de Engenho da Rainha e Beija-Flor, escolas também citadas no samba. O homenageado compareceu ao desfile, no alto do carro alegórico. A escola, no entanto, "apenas passou", apresentando diversos problemas em seu desfile, tais como a presença de apenas duas alas, além da da comissão de frente, havendo a ausência de um casal de mestre-sala e porta-bandeira - o pavilhão foi carregado por um integrante da escola.[3]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Reginaldo Bandeira "Naldo" Fundação - atualidade [5]


Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2017 Lelé [5]


Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2017 Não houve comissão [3]

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2017 - [3]

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

Período Rainha Madrinha Ref.
2017 Vivi Sousa - [5]

Carnavais:[editar | editar código-fonte]

Acadêmicos de Pilares
Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
2017 15º lugar Série E Vamos falar de Jorginho Moreira

Compositores:Tuninho Farias e Daniel Reis

Orlando Júnior Marcos Moran e Julinho de Pilares [5][1][6][3]

Referências

  1. a b c d e f g Samba na Intendente (4 de fevereiro de 2017). «CONHEÇA O CARNAVAL DO ACADÊMICOS DE PILARES – Escola desfilará na Série E em 2017». Consultado em 8 de março de 2017 
  2. a b alexc.f. Ferreira (13 de dezembro de 2016). «Bloco acadêmicos de pilares». Consultado em 8 de março de 2017 
  3. a b c d e SRZD (5 de março de 2017). «Intendente Magalhães: Acadêmicos de Pilares apenas passa pela Avenida». Consultado em 8 de março de 2017 
  4. Samba na Intendente (3 de fevereiro de 2017). «Acadêmicos de Pilares desfilará no lugar da União de Vaz Lobo na Intendente Magalhães». Consultado em 8 de março de 2017 
  5. a b c d «Acadêmicos de Pilares». Consultado em 8 de março de 2017 
  6. Rádio Arquibancada (6 de março de 2017). «Império Ricardense campeão da Série E». Consultado em 8 de março de 2017