Grilo de Bangu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grilo de Bangu
Fundação 19 de abril de 1967 (53 anos)
Cores
Símbolo Grilo
Bairro Bangu

O Grêmio Recreativo Bloco Carnavalesco Grilo de Bangu é um bloco de enredo do Rio de Janeiro, sediado no bairro de Bangu.

História[editar | editar código-fonte]

O Grilo de Bangu foi fundado no dia 19 de abril de 1967. Grandes nomes do samba, já passaram pela agremiação, como os intérpretes Paulinho Mocidade, Tiãozinho da Mocidade e Wander Pires.[1]

Em 2010, abriu o carnaval da Intendente Magalhães, no sábado. Desfilando com vários problemas, foi rebaixado para o Grupo 3.[2].

Em 2011, apresentou como enredo "Se o meu jogo falasse?". Na final da eliminatória interna de samba-enredo, os compositores Sentera e Amauri retiraram o samba, de modo que o samba escolhido foi o da parceria de Ivanzinho e Amauri.

Em 2012 foi novamente rebaixado ao grupo 4 de blocos. Com a gradual redução dos grupos, em 2017 já estava no Grupo 2, onde foi campeão e ascendeu ao Grupo 1, onde desfila desde então.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Celso de Oliveira Junior ? - atualmente [3][4]

Presidentes de honra[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Celso de Oliveira "Maluco" ? - atualmente

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Carnavais Intérprete oficial Ref
2018 - 2020 Flavinho Bento Samba [4]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2018 - 2020 José Mauro Luiz Felipe Guilherme [4]

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2019-2020 Léozinho Sambamais [4]

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

Período Rainha Ref
2018-2020 Leticia

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Grilo de Bangu
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
2006 4º lugar Grupo 3 50 anos cantando em versos e prosas – União de Jacarepaguá Christiano Silveira [5]
2007 7º lugar Grupo 3 De braços abertos, O Grilo é só amor nesta avenida Christiano Silveira [6]
2008 4º lugar Grupo 3 Cultura de um povo e suas tradições Christiano Silveira [7]
2009 3º lugar Grupo 3 A Lapa e a sua Malandragem Moisés Moura e Rogério Rodrigues [8]
2010 9º lugar Grupo 2 Mocidade Independente de Padre Miguel Rogério Rodrigues [9]
2011 4º lugar Grupo 3 Se o meu jogo falasse Cristiano Boquinha [10]
2012 5º lugar Grupo 3 Histórias do tempo da Vovó Cristiano Boquinha [11]
2013 4º lugar Grupo 3 O Grilo canta sua história Antônio Ricardo [12]
2014 5º lugar Grupo 3 Carnaval, Folia e Alegria! Osmar Costa [13]
2015 5º lugar Grupo 3 100% Negro Osmar Costa
2016 5º lugar Grupo 3 Rio de Janeiro a janeiro Osmar Costa [3][14]
2017 Campeã Grupo 2 Filhos do Sol e da Lua Adriano Soares
2018 7º lugar Grupo 1 Um Brasil brega e chique Luiz Macedo
2019 4º Lugar Grupo A
(Primeira divisão)
Ijo Dudu a dança Afro-Brasileira Luiz Macedo
2020 8º Lugar Grupo A
(Primeira divisão)
Mulekê Tião: Uma estrela que brilha
(Compositores:Flávio de Moura Pereira, Edson Barbosa Mota, Almir Cipriano Vieira, Jorge Natalino da Silva Neto, Milton Curvelo, Fernando Borges Barbosa, Haroldo de Carvalho Costa, Amauri Conceição e Cristiano Plácido Chaves)
Luiz Macedo [4]

Referências