Acadêmicos de Madureira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Acadêmicos de Madureira
Bandeira do GRES Acadêmicos de Madureira.png
Fundação 7 de abril de 2013 (6 anos) [1]
Escola-madrinha Império serrano
Cores
Azul
Verde
Branco
[1]
Símbolo Coroa[1]
Bairro Madureira[1]
Presidente Josimar Viana
Presidente de honra Dionísio Lins
Patrono Pedro Silva e Gelson Guimarães
Desfile de 2019
Enredo "O doce bailar da ancestralidade em Tia Maria do Jongo"

Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos de Madureira é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro, fundada após o Carnaval 2013.[1] Suas cores são uma homenagem às outras escolas de samba em atividade do bairro, o azul da Portela e o verde do Império Serrano.

Algumas personalidades das duas escolas também fazem parte, tais como Quitéria Chagas[1] e Nilce Fran.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Desfilaria pela primeira vez em 2014, como bloco de enredo, pela Federação dos Blocos Carnavalescos do Estado do Rio de Janeiro, em vaga que anteriormente era da Infantes da Piedade, que teve a sua razão social transferida para a formação do novo bloco, porém, devido a problemas de logística, não conseguiu entrar na avenida.

Em Setembro de 2013, foi inaugurada a quadra do bloco, próximo das duas escolas de samba.[2]

Em 2015, a convite da Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro, desfilou pelo recém-criado Grupo de Avaliação, na Estrada Intendente Magalhães.

Para 2016, Josimar Viana reassumiu a presidência e anunciou a diretora de carnaval, comandada por Carla Campista a criação da Comissão de Harmonia, composta por Marco Antônio "Marcão" e Luis dos Santos, todos ligados ao Prêmio Samba na Veia. Um terceiro nome havia sido anunciado na harmonia, Henrique Bianchi, mas se desligou antes do Carnaval.

Após o Carnaval, a agremiação perdeu seu carnavalesco Noam Hilton, vítima de meningite.[3]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Josimar Viana 2013 - 2014 [4]
Sérgio Ricardo de Azevedo (qual mês?) 2014 - (qual mês?)2014 [5]
Fátima Malaquias (qual mês?)2014 - 2015 [6]
Josimar viana 2015-atual [7]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de carnaval Diretor de harmonia Mestre de bateria Ref.
2015 Carla Campista e Daniel Thompson Bruno Silva Mestres Bruno e Dentinho
2016 Carla Campista e Thayza Araújo Marco Antônio "Marcão", Luís dos Santos e Gabriel Macedo Mestre Farinha [7]
2017 Gabriel Macedo Willian Ribeiro "Leela" Mestre Farinha [8]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Período Intérprete oficial Referência
2014 Lucas Donato [9]
2015 Márcio Calile [10]
2016-2017 Felipe Silva [11]
2018 Leandro Alegria
2019-atual Igor Pitta

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome
2015 Dejah Idalice
2016-2018 Tom Barros e Daniel Durval

Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2015 Carlos Augusto e Natalia Vieira
2016-2018 Rafa Gomes e Giselly Assunção
2019-atual William Miranda e Fernanda Araújo

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Ano Rainha Ref.
2014 Nilce Fran [12]
2015-2018 Edna Guedes
2019-atual Larissa Maximiano [13][14]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Acadêmicos de Madureira
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
2014 não desfilou Grupo 3
(Blocos)
"Africanas raízes - As lendas dos Orixás" Noan Hilton e Vinicius Padilha [9]
2015 8.º Lugar Série E "Vou comprar, vou sambar, saravá! Do jongo à capoeira, chegou Madureira!" Noan Hilton [10]
2016 4.º Lugar Série E "Viva eu, sim, para alegria de vocês; Pra ser Cubango, não se conta até três!"
(Samba-enredo composto por George G.V., Orlandinho, Neide, Glória, Rô Barcellos, Suel, Cris 232, Dinha Gogui, Gilberto e Anderson Bala)
Noan Hilton [7][11]
2017 Vice-campeã Série E "Se é feriado aqui, eu pulo pro lado de lá. Região dos Lagos, melhor lugar não há!!!" Noan Hilton (In Memorian) [15]
2018 Vice-campeã Série D Berço do Samba, do Jongo á Capoeira… Chegou Madureira!” Comissão de Carnaval [16]
2019 não desfilou. Cedeu a vaga ao GRES Passa a Régua. Série C O doce bailar da ancestralidade em Tia Maria do Jongo Elídio Júnior

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Acadêmicos de Madureira.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2016 Troféu Jorge Lafond Homenagem especial Série E [17]
Troféu "O samba não pode morrer" (Wesley - Passista mirim)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Acadêmicos de Madureira

Referências

  1. a b c d e f g SRZD-Carnaval (3 de abril de 2013). «Acadêmicos de Madureira será fundada neste sábado». 17h34. Consultado em 3 de abril de 2013 
  2. O Batuque.com. «Acadêmicos de Madureira inaugura quadra de ensaios Tia Maria do Jongo neste sábado». Consultado em 13 de setembro de 2013 [ligação inativa]
  3. [1]
  4. «Bloco Acadêmicos de Madureira inaugura quadra». 12 de setembro de 2013 
  5. «Espaço Aberto - Página de tópicos». Galeria do Samba - As escolas de samba do Rio de Janeiro 
  6. SRZD-Carnaval (15 de julho de 2014). «Acadêmicos de Madureira tem novo presidente». 15h25. Consultado em 16 de julho de 2014 
  7. a b c «Acadêmicos de Madureira reinaugura quadra e anuncia enredo em homenagem à Cubango». SRZD - Sidney Rezende 
  8. «ACADÊMICOS DE MADUREIRA RENOVOU COM SEU DIRETOR DE HARMONIA». SAMBA NA INTENDENTE. Consultado em 24 de abril de 2016 
  9. a b Carnavalesco (12 de junho de 2013). «Confira a sinopse do bloco carnavalesco Acadêmicos de Madureira». 12:43. Consultado em 13 de setembro de 2013 
  10. a b «Cópia arquivada». Consultado em 24 de novembro de 2015. Arquivado do original em 27 de maio de 2015 
  11. a b «Carnaval 2016: Nação Insulana é campeã da Série E». SRZD - Sidney Rezende 
  12. «Cópia arquivada». Consultado em 24 de novembro de 2015. Arquivado do original em 24 de novembro de 2015 
  13. Styllus (18 de março de 2018). «A modelo e comissária de bordo Larissa Maximiano eleita Pantera é a nova rainha de bateria da Acadêmicos de Madureira». Consultado em 25 de outubro de 2018 
  14. Feras do Carnaval (16 de março de 2018). «Larissa Maximiano é a nova rainha de bateria da Acadêmicos de Madureira». Consultado em 25 de outubro de 2018. Arquivado do original em 26 de outubro de 2018 
  15. «EXCLUSIVO: LOGO DO ENREDO DA ACADÊMICOS DE MADUREIRA PARA 2017 – "SE É FERIADO AQUI, EU PULO PRO LADO DE LÁ. REGIÃO DOS LAGOS, MELHOR LUGAR NÃO HÁ!!!"». SAMBA NA INTENDENTE. Consultado em 24 de abril de 2016 
  16. «G.R.E.S. ACADÊMICOS DE MADUREIRA». Galeria do Samba. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  17. «Apoteose.com é premiado na 12ª edição do Troféu Jorge Lafond». www.apoteose.com. Consultado em 28 de junho de 2016