Mocidade Unida da Cidade de Deus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mocidade Unida
da Cidade de Deus
Bandeira do GRES Mocidade Unida da Cidade de Deus.png
Fundação 29 de março de 1970 (50 anos)
Cores
Símbolo Galo
Bairro Cidade de Deus
Desfile de 2020
Enredo Jacarepaguá mais de quatro séculos… Das origens à folia: sonhos, histórias, artes e magia

Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Unida da Cidade de Deus é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro, fundada a 29 de março de 1970, localizada na Cidade de Deus, mais precisamente na Rua Edgar Werneck.

História[editar | editar código-fonte]

A escola foi fundada em 29 de março de 1970 com o nome de Acadêmicos da Cidade de Deus pelo qual filiou-se à AESCRJ. Após um insucesso no Grupo 2-A, em 1982 trocou de nome para Mocidade Unida de Jacarepaguá e conquistou o primeiro lugar no grupo inferior. A última vez que a escola desfilou no Sambódromo foi em 1996, pelo antigo Grupo de Acesso A. Naquela ano, os moradores da Cidade de Deus sofreram com uma grande enchente atingindo por completo toda a comunidade e, consequentemente, o carnaval da escola. A escola passou pela Sapucaí com apenas um único surdo e com faixas retratando a dor e o sofrimento da comunidade.

Em 2009, com o enredo Usina de samba - praia e carnaval, a agremiação ficou em 8ºlugar com 156,3 pontos, permanecendo no mesmo grupo para 2010, quando homenageou Chiquinho da Mangueira.

Em abril de 2012, a escola passa a ser chamar Mocidade Unida da Cidade de Deus, a pedido da comunidade.[1]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Israel dos Santos "Jhonson" 2009-2011 [2]
Roberto Valeriano Barros dos Santos 2012-2016 [2]
José Carlos Melo 2019-2020
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2013 Débora Melodia Audair Portela Pedro Paulo, Leo e Henrique [3]
2014 Audair Portela Audair Portela Choquito, Binho e Macunba [4]
2015 Audair Portela Audair Portela Binho e Macunba [5]
2016 Fabiano Bronze Gabriel Macedo Sagat Soares [carece de fontes?]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Período Intérprete oficial Referência
1994, 1996–1998 Antônio Carlos [6]
2000, 2005, 2012 Boleti [7]
2015 Léo Simpatia [8]

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014-2015 Jan Oliveira [4]

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014 Fabiano Bronze e Andreia Machado [4]
2015 Filipe Vianna e Andréia Machado
2017 Rogério Junior e Julie Reis
2018
2019 Yuri Gomes e Débora Santos
2020 Matheus Medeiros e Amanda Villaverde

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Período Rainha Madrinha Ref.
2012-2015 Mayara Lima -

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Mocidade Unida da Cidade de Deus
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref
1983 Campeã Grupo 2B "Profecia de Ifá, uma história de amor" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1984 6.º Lugar Grupo 2A "O santo do pau oco" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1985 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo 2A "Da infância de outrora à ilusão das diretas" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1986 6.º Lugar Grupo 2B "Negras raízes" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1987 Campeã Grupo 4 "Cartola, uma estrela no céu" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1988 8.º Lugar Grupo 3 "Arco-íris tem que dar certo" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1989 7.º Lugar Grupo 3 "Do congo a congada" Comissão de Carnaval
(Antônio Carbonelli, Gibi, Agnaldo e Wanderley Caramba)
1990 6.º Lugar Grupo B
(terceira divisão)
"Refavela" Comissão de Carnaval
(Oscar Alcântara, Eduardo Vilarin e Pablo das Oliveiras)
1991 5.º Lugar Grupo B
(terceira divisão)
"Retrato sincero de um povo" Wanderley Caramba
1992 3.º Lugar Grupo B
(terceira divisão)
"Pepê, esporte, ecologia e carnaval" Comissão de Carnaval
(Oscar Alcântara, Eduardo Vilarin e Pablo das Oliveiras)
1993 16.º Lugar Grupo B
(terceira divisão)
"Dona Zica e Dona Neuma, enredos de verdade" Eduardo Silva
1994 8.º Lugar Grupo B
(terceira divisão)
"Me engana que eu gosto" Carlos Alberto de Jesus [9][10]
1995 18.º Lugar Grupo A
(segunda divisão)
"Domingo é dia de Quinta" Oscar Alcântara
1996 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B
(terceira divisão)
"Quilombo dos Palmares, um paraíso negro" Carlos Alberto de Jesus [11]
1997 7.º Lugar Grupo C
(quarta divisão)
"Rio Moleque" Carlos Alberto de Jesus [12]
1998 9.º Lugar Grupo C
(quarta divisão)
"Ontem, hoje e sempre um bravo brasileiro, Darcy Ribeiro" Carlinhos da Abolição [13]
1999 8.º Lugar Grupo C
(quarta divisão)
"Etnia do samba - Patrimônio de ouro - Uma história de amor" Wanderley Caramba
2000 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo C
(quarta divisão)
"Brasil história: Abre ala a Comissão de Frente. A Porta Bandeira. A chegada da Imperatriz" Wanderley Caramba [14]
2001 7.º Lugar Grupo D
(quinta divisão)
"A paz é possível" Carlinhos da Abolição
2002 11.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo D
(quinta divisão)
"Brincadeiras, sonhos e travessuras" Flávio Soares e Maurício Fonseca
2003 3.º Lugar Grupo E
(sexta divisão)
"E a minha infância onde andará?" Maurício Machado e Flávio Simonace
2004 Campeã Grupo E
(sexta divisão)
"Olodumaré, o senhor do destino" Marinaldo Bezerra e Luiz Cavalcante
2005 14.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo D
(quinta divisão)
"Brasil feito a mão" Mariana Bezerra [15]
2006 7.º Lugar Grupo E
(sexta divisão)
"As águas vão rolar para a Mocidade ver o que vai dar" Marinaldo Bezerra
2007 6.º Lugar Grupo E
(sexta divisão)
"Reis dos reis"
(Samba-enredo composto por Ruterdan Pereira, Leo Lobo e Juliace da Silva de Oliveira)
Mauricio Fonseca e Carlos Eduardo
2008 Vice-campeã Grupo E
(sexta divisão)
"Cartola, 100 anos de história" Jhonson Santos
2009 8.º Lugar Grupo RJ-3
(quinta divisão)
"Usina de samba - Praia e carnaval" Luciano Santos
2010 7.º Lugar Grupo RJ-3
(quinta divisão)
"Chiquinho da Mangueira - Da Vila Olímpica ao Maracanã, uma trajetória de esporte e cidadania" Luciano Santos
2011 Vice-campeã Grupo D
(quinta divisão)
"África carioca, o samba, a favela e o cotidiano" Sandro Gomes
2012 Vice-campeã Grupo D
(quinta divisão)
"Xangô... Rei de Oyó - O orixá da justiça"
(Samba-enredo composto por Alexandre Alegria, Fernando de Paula, Ruterdan Telmo Augusto e Wanderley Senna)
Leandro Mourão [16]
2013 4.º Lugar Grupo C
(quarta divisão)
"Assombração dos sete mares - O navio fantasma" Leandro Mourão [17]
2014 10.º Lugar Grupo C
(quarta divisão)
"Façam suas apostas: esse jogo vai mudar seu destino!" Maurício Machado e Eduardo Seffety
2015 7.º Lugar Série C
(quarta divisão)
"Cidade de Deus conta e canta a lenda da noite!"
(Samba-enredo composto por Thiago Silveira, Caíque Alves, Igor Vianna, Bruno Santos, Fernando De Paula, Thiago M. e Maurício Amorim)
Léo Simpatia [8]
2016 10.º Lugar
(Rebaixada)
Série C
(quarta divisão)
"Cidade de Deus - É o maior barato, 50 anos da nossa própria história" Maurício Machado e Carlos Eduardo [18]
2017 14.º Lugar
(Rebaixada)
Série D
(quinta divisão)
"Da Avenida Central à Rio Branco do carnaval" Guto Carrilho
2018 10º Lugar Série E
(sexta divisão)
"Eu prefiro ser essa biblioteca ambulante" Guto Carrilho [19]
2019 8º Lugar Série E
(sexta divisão)
"Quilombo dos Palmares, um paraíso negro" Gheorge Giordano [20]
2020 A escola não teve as notas computadas Grupo de Avaliação
(quinta divisão)
Jacarepaguá mais de quatro séculos… Das origens à folia: sonhos, histórias, artes e magia Carlos Careca e Waldo Rocha [21]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Mocidade Unida da Cidade de Deus.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2011 Troféu Jorge Lafond Vice-campeã do Grupo D Grupo D [22]
2012 Plumas & Paetês Carnavalesco (Leandro Mourão) Grupo D [23]
Coreógrafo (Jan Oliveira)
Aderecistas (Carlos Eduardo da Silva e Paulo Roberto Roque)
Costureira (Maralina Santos)

Referências

  1. SRZD-Carnaval (12 de abril de 2012). «Mocidade Unida de Jacarepaguá resgata antigo nome». 15h11. Consultado em 13 de abril de 2012 
  2. a b Academia do Samba. «Presidente». Consultado em 11 de junho de 2015 
  3. [1]
  4. a b c Tititi do Samba. «Grupo C». Cópia arquivada em 2 de dezembro de 2014 
  5. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 21 de novembro de 2015. Arquivado do original (PDF) em 22 de novembro de 2015 
  6. «Antonio Carlos». Sambario Carnaval. Consultado em 18 de março de 2017 
  7. «Boleti». Sambario Carnaval. Consultado em 18 de março de 2017 
  8. a b http://www.galeriadosamba.com.br/carnavais/mocidade-unida-da-cidade-de-deus/2015/200/
  9. «1994». Academia do Samba. Consultado em 14 de janeiro de 2011 
  10. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=antoniocarlos
  11. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=antoniocarlos
  12. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=antoniocarlos
  13. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=antoniocarlos
  14. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=boleti
  15. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=boleti
  16. http://www.sambariocarnaval.com/index.php?sambando=boleti
  17. Mirian Santos, para o Esquina do Samba (14 de fevereiro de 2013). «Desfile Mocidade Unida da Cidade de Deus 2013». 15:06. Consultado em 17 de maio de 2013 
  18. http://www.radioarquibancada.com.br/?platform=hootsuite
  19. «G.R.E.S. MOCIDADE UNIDA DA CIDADE DE DEUS». Galeria do Samba. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  20. «Mocidade 2019». Apoteose.com. Consultado em 25 de janeiro de 2019 
  21. «Mocidade Unida da Cidade de Deus 2020». Galeria do Samba. Consultado em 13 de fevereiro de 2020 
  22. «Troféu Jorge Lafond 2011». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 27 de junho de 2016 
  23. «Plumas e Paetês 2012». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de junho de 2016