Boi da Ilha do Governador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Boi
Bandeira do GRES Boi da Ilha do Governador.png
Fundação 13 de março de 1988 (29 anos)
Cores

Vermelho

Preto

Branco
Símbolo Boi
Bairro Freguesia da Ilha
Presidente Mestre Arere
Carnavalesco Hernane Siqueira
Intérprete oficial Anderson Moreno
Diretor de carnaval Marcelo Santos
Diretor de harmonia Alessandro Silva Ribeiro
Diretor de bateria Mestre Mauricio
Rainha da bateria Sanne Belussi
Mestre-sala e porta-bandeira Paulo Henrique e Angela Bulhões
Coreógrafo Laíza Bastos e Rodrigo Nunes
Desfile de 2017
Enredo Tanto riso, Oh, Quanta alegria...são 50 anos de máscara negra
www.sambarere.wix.com/boidailha

Grêmio Recreativo Escola de Samba Boi da Ilha do Governador é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro, fundada a 13 de março de 1988.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Foi formada inicialmente como um bloco carnavalesco, então denominado Boi da Freguesia, em 1965, bloco este que durante anos, foi um dos mais tradicionais concorrentes aos títulos da Riotur.

Seguindo o passo de vários blocos, em 1988, o Boi da Ilha filiou-se à AESCRJ, uma vez que vários de seus membros entendiam que, além da União da Ilha, caberia mais uma escola de samba na Ilha do Governador.

A escola conquistou seu primeiro campeonato em 1993, no terceiro Grupo, e em 1996 conquistou mais um título, no Grupo C. No carnaval de 2000, obteve o quarto lugar no Grupo B e, com isso, teve o direito de, em 2001, desfilar no Grupo A. Sua estreia não poderia ter sido melhor: com o enredo "Orun-Ayê", de Guilherme Alexandre, obteve o 6º lugar, permanecendo no grupo, e conquistou o prêmio Estandarte de Ouro de Melhor Samba-Enredo.

Na primeira década dos anos 2000, a escola chegou a desfilar com a coirmã da mesma região em 2002 e 2003, porém nunca obteve o mesmo sucesso. De lá para cá, oscilou entre os grupos B e C.

No carnaval 2009, a escola da Ilha elaborou um enredo sobre os 100 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com o enredo Abram-se as cortinas! Bravo! 100 anos do Theatro Municipal em cena aberta da Sapucaí, desenvolvido pelo carnavalesco Sandro Carvalho. A agremiação ficou na 7° colocação com 238.3 pontos, permanecendo no mesmo grupo para 2010.

Para o carnaval 2010, a escola da Ilha escolheu o enredo "Do sagrado ao profano... e o Boi, quem diria, foi parar na Freguesia, terminando na 11º colocação, sendo rebaixada para o Grupo C, em 2011. Logo após o mesmo surgiu o movimento "Reage Boi" de reestruturação da escola e junto com o presidente é decidido que em 2015 seriam contados os 50 anos da agremiação desde a fundação como o bloco Boi da Freguesia.

Após o novo rebaixamento em 2015, o movimento Reage Boi, encabeçado por Aloísio Villar, lança chapa de oposição para a eleição que ocorreria naquele ano.[3] Com a derrota no pleito, surge uma dissidência, a Nação Insulana.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Higino Celso Mandriola "Gino Mandriola" 1988-1991 [4]
Luiz Antonio Fontes Cosme (Luizinho) 1992-1998 [4]
Eloy Ehareldt 1999-2008 [4]
Cadu Zugliani 2009-2011 [4]
Luiz Antonio Fontes Cosme "Luizinho" 2011-2013 [4]
Higino Celso Mandriola "Gino Mandriola" 2013 - abril de 2015 [5]
Mestre Arere Abril de 2015 - 2017 [3]
Marcelo Santos Fevereiro de 2017-atualidade

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2014 Adilsom Jota Karlos Alan [5]
2015 Nem Nem Bigode [6]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Período Intérprete oficial Referência
1989–1999 Cadinho da Ilha
1999–2001 Ronaldo Yllê
2002 Roger Linhares
2003 Cadinho da Ilha
2004 Nando Pessoa
2005–2007 Cadinho da Ilha
2008 Cadinho da Ilha e Roger Linhares
2009–2013 Marquinhos do Banjo
2014 Cadinho da Ilha
2015–2017 Anderson Moreno

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014 João Ricardo e Leonarco Calvo
2015 Carlos Fontenelle [7]
2017 Laíza Bastos
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Boi da Ilha do Governador

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014 Marcio e Vanessa
2015 Não houve [8]
2016

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Ano Rainha Madrinha Ref.
2015 Sanne Belussi [9]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Boi da Ilha do Governador
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1989 6.º Lugar Desfile de Avaliação "O esplendor da sedução" Luiz Carlos Santos
1990 3.º Lugar Desfile de Avaliação "Dê asas à imaginação" Luiz Carlos dos Santos
1991 Vice-campeã Desfile de Avaliação "Diz no pé Brasil"
(Samba-enredo composto por Carlinhos Fuzil, Mauricio 100 e Marquinhos do Banjo)
Luiz Carlos dos Santos
1992 5.º Lugar Grupo C "Sua majestade, o rei Nagô (Homenagem a Xangô do Salgueiro)"
(Samba-enredo composto por Carlinhos Fuzil, Mauricio 100 e Marquinhos do Banjo)
Ricardo Ayres [10]
1993 Campeã Grupo C "O Boi mostra e faz suas festas" Amarildo de Mello [11]
1994 5.º Lugar Grupo B "Das terras do Congo ao Reinado da Luz" Manoel Junior
1995 6.º Lugar Grupo B "Zero dá sorte" Manoel Junior
1996 Campeã Grupo C "Rio de Janeiro, Paraíba sim senhor"
(Samba-enredo composto por Carlinhos Fuzil, Marquinho do Banjo e Maurício 100)
Guilherme Alexandre
1997 9.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B "Galanga no Congo, Chico em terras de Vila Rica"
(Samba-enredo composto por Nando Pessoa, Guido e Julinho)
Guilherme Alexandre
1998 Vice-campeã Grupo C "Círio de Nazaré"
(Samba-enredo composto por Solange, Serginho da Ilha, Róbson, Ricardo Ribeiro, Dalmo Roth e Rose Joal)
Guilherme Alexandre
1999 6.º Lugar Grupo B "A saga de Kananciuê na aurora do Mundo Carajá"
(Samba-enredo composto por Marquinhos do Banjo, Carlinhos Fuzil, Maurício 100 e Grilo)
Guilherme Alexandre
2000 4.º Lugar Grupo B "Paranapuã - Governador na história de uma Ilha, memórias de uma nação"
(Samba-enredo composto por Meia Noite, Tonico do Pandeiro, Arlindo Brown e Gil Azeitona)
Guilherme Alexandre
2001 6.º Lugar Grupo A "Orun-Ayê"
(Samba-enredo composto por Aloisio Villar, Paulo Travassos, Clodoaldo Silva e Silvana da Ilha)
Guilherme Alexandre
2002 6.º Lugar Grupo A "Boi da Ilha é Holambra, a tulipa brasileira"
(Samba-enredo composto por Aloisio Villar, Paulo Travassos, Roger Linhares, Arerê e Cadinho da Ilha)
Marco Antonio
2003 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo A "Em 500 anos de glória, Cabo Frio conta sua história"
(Samba-enredo composto por Aloisio Villar, Paulo Travassos, Roger Linhares, Cadinho da Ilha, Mestre Arerê, Jorginho Batuqueiro, Jorjão Jacaré, Welliton, Valfredo, Miguel e Patinho)
Cláudio Jesus
2004 7.º Lugar Grupo B "Uni, Duni, Tê, brincando construí um mundo novo pra você"
(Samba-enredo composto por Nando Pessôa, Fábio Fernandes, Marquinho Marino, Rose Joal e Julinho)
Severo Luzardo
2005 3.º Lugar Grupo B "As águas de Oxalá"
(Samba-enredo composto por Ivan Pagodeiro, Professor, Nelsinho e Ginho)
Guilherme Alexandre
2006 10.º Lugar Grupo B "O amanhã"
(Reedição do enredo de 1977 da União da Ilha do Governador)
Roberto Oliveira e Letycia Fiuza
2007 11.º Lugar Grupo B "Alô, alô, se liga, tem boi na linha!"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Cadinho da Ilha, Marquinhos do Banjo, Walkir e Barbieri)
Paulo Cavalcanti
2008 9.º Lugar Grupo B "Gaia, a reação da Mãe Terra - Uma história que deve ser contada de outra maneira"
(Samba-enredo composto por Walkir, Nando Pessoa e Djalma Falcão)
Guilherme Alexandre
2009 7.º Lugar Grupo RJ-1 "Abram-se as cortinas! Bravo! 100 anos do Theatro Municipal em cena aberta da da Sapucaí"
(Samba-enredo composto por Aloísio Villar, Ginho, Roger Linhares, Marquinhos Silva, Cadinho da Ilha, Professor, Tino Ayres, Tote e Marquinhus do Banjo)
Sandro Carvalho
2010 11.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo RJ-1 "Do sagrado ao profano... e o Boi, quem diria, foi parar na Freguesia"
(Samba-enredo composto por Rafael Mikaiá, Rico, Rodrigo Cordeiro e Daniel Barbosa)
Sandro Carvalho
2011 8.º Lugar Grupo C "Uarana cé cé! Força da vida"
(Samba-enredo composto por Ginho, Pofessor, Wagner Mariano, Paulo Marques, Renato e Thiago)
Guilherme Alexandre
2012 10.º Lugar Grupo C "Fim - Recomeço divino. Até quando?" Guilherme Alexandre
2013 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo B "África, o esplendor das máscaras. Magia, encanto e sedução na festa da folia!" Santana Hofstatter
2014 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo C "Um Pierrot apaixonado"
(Samba-enredo composto por Djalma Falcão, Walkir, Roger Linhares, Rafael Mikaiá, Capitão Barreto e Humberto Carlos)
Manoel Júnior
2015 12.º Lugar
(Rebaixada)
Grupo D "Boi da Ilha na festa dos enredos" Wanderson Silva
2016 11.º Lugar Série E "Fúnlefólorum - O grito de liberdade ecoou" Paulo Proença e Rosa Fontenele [12]
2017 9.º Lugar
(Rebaixada)
Série E "Tanto riso, oh, quanta... São 50 anos de Máscara Negra"
(Samba-enredo composto por Gugu das Candongas, Djalma Falcão, Marquinhos do Banjo, Roger Linhares e Leozinho)
Hernâne Siqueira

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Boi da Ilha do Governador.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2000 S@mba-Net Melhor desfile Grupo B [13]
2001 Estandarte de Ouro Samba-enredo do Grupo 2
("Orun-Ayê" - Compositores: Aloisio Villar, Paulo Travassos, Clodoaldo Silva e Silvana da Ilha)
Grupo A [14]
2002 S@mba-Net Bateria (Mestre Jonas) Grupo A [15]
Ala das baianas
2004 S@mba-Net Ala de passistas Grupo B [16]
Troféu Jorge Lafond Bateria (Mestre Toquinho) [17]
Ala de passistas
Personalidade (Prof. Eloy Eharaldt)
2005 S@mba-Net Conjunto de fantasias Grupo B [18]
Troféu Jorge Lafond Harmonia [19]
2006 Troféu Jorge Lafond Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira (Marquinho Sorriso e Mariana Santos de Lima) Grupo B [20]
Harmonia (Diretor responsável: Luiz Carlos)
Destaque
2007 S@mba-Net Prêmio especial (Ala "corruptos") Grupo B [21]
Troféu Jorge Lafond Harmonia [22]
2008 Troféu Parangolé Carnavalesco Guilherme Alexandre

(Pela utilização de material alternativo, com grande rendimento plástico visual - Baianas confeccionadas com sacos plásticos)

Grupo B [23]
2009 S@mba-Net Samba-enredo

("Abram as cortinas! Bravo! 100 anos do Theatro Municipal em cena aberta na Sapucaí" -

Compositores: Aloisio Villar, Ginho, Roger Linhares, Marquinhos, Cadinho da Ilha, Professor, Tino Ayres, Tote e Marquinhos do Banjo)

Grupo B [24]
Ala das baianas
Troféu Jorge Lafond Samba-enredo

("Abram as cortinas! Bravo! 100 anos do Theatro Municipal em cena aberta na Sapucaí" -

Compositores: Aloisio Villar, Ginho, Roger Linhares, Marquinhos, Cadinho da Ilha, Professor, Tino Ayres, Tote e Marquinhos do Banjo)

[25]
Enredo

("Abram as cortinas! Bravo! 100 anos do Theatro Municipal em cena aberta na Sapucaí")

Ala mirim
2015 Ziriguidum Revelação do Grupo D (Mestre Bigode) Grupo D [6]

Referências

  1. «Boi da Ilha». Samba Rio Carnaval. Consultado em 5 de janeiro de 2011 
  2. «Boi da Ilha». Academia do Samba. Consultado em 5 de janeiro de 2011 
  3. a b O Batuque. «Aloísio Villar lança chapa no Boi da Ilha do Governador». Consultado em 20 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 20 de fevereiro de 2016 
  4. a b c d e Academia do Samba. «Diretoria». Consultado em 24 de maio de 2014 
  5. a b http://www.galeriadosamba.com.br/carnavais/boi-da-ilha-do-governador/2014/187/
  6. a b [1]
  7. [2]
  8. [3]. Segundo o Tititi, o casal seria novamente Márcio e Vanessa.
  9. [4]
  10. Academia do samba - Desfiles 1992
  11. Academia do samba - Desfiles 1993
  12. http://www.sidneyrezende.com/noticia/260198+carnaval+2016+nacao+insulana+e+campea+da+serie+e?platform=hootsuite
  13. «Premiação S@mba-Net 2000». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 13 de maio de 2016 
  14. «Estandarte de Ouro - Samba-enredo do Grupo 2». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 6 de maio de 2016 
  15. «Premiação S@mba-Net 2002». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 16 de maio de 2016 
  16. «Premiação S@mba-Net 2004». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 16 de maio de 2016 
  17. «Troféu Jorge Lafond 2004». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 14 de junho de 2016 
  18. «Premiação S@mba-Net 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de maio de 2016 
  19. «Troféu Jorge Lafond 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de junho de 2016 
  20. «Troféu Jorge Lafond 2006». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de junho de 2016 
  21. «Premiação S@mba-Net 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de maio de 2016 
  22. «Troféu Jorge Lafond 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  23. «Troféu Parangolé 2008». Academia do samba. Consultado em 14 de junho de 2016 
  24. «Premiação S@mba-Net 2009». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de maio de 2016 
  25. «Troféu Jorge Lafond 2009». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 27 de junho de 2016