Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil
(LIESB)
Fundação 2015
Tipo Entidade carnavalesca
Estado legal Ativa
Propósito Organizar os desfiles das escolas de samba da Séries B-C-D-E do carnaval do Rio de Janeiro
Sede Rua Soares Caldeira, 142, Madureira
Presidente Gustavo Barros
Sítio oficial https://www.liesb.com.br/

A Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (LIESB) é a principal associação que organiza os desfiles realizados fora da Marquês de Sapucaí.

História[editar | editar código-fonte]

Após o clima intenso que envolveu a AESCRJ com brigas internas entre presidentes e a LIERJ administrando temporariamente este grupo, doze das quatroze agremiações da Série B decidem fundar a LIESB no intuito de se unir e dar credibilidade à Série B[1]. Entretanto outras agremiações decidiram se filiar à ACSN, outra liga que cuida dos interesses dos demais grupos, além da própria Série B[2]. mesmo ainda não sendo oficializada, já definiu sua primeira ordem de desfile, cujo foi realizado em maio de 2015[3]. no que ocorreu meses depois, fazendo com que cause um reboliço nos desfiles da Intendente, já que a entidade também teve algumas escolas dos outros grupos filiadas,[4].

Numa reunião realizada na sede da RioTur foi definido em consenso de que a LIESB fica só responsável pela Série B, fazendo com que agremiações vindas dos Grupos C, D e E para a entidade, fosse reintegradas para Samba é Nosso, que comanda esses grupos[5].

Em Outubro de 2016, foi definido numa assembléia que as Séries C, D, E agora sejam da LIESB, a fim de que todos os grupos da Intendente sejam administradas unicamente[6].

Depois do carnaval, Gustavo Barros ex-presidente da Unidos da Ponte assume a presidência da entidade em substituição a Heitor Fernandes. Em reunião plenária realizada no fim de julho de 2017, ficou decidido a mudança de nome da entidade passando de Liga Independente das Escolas de Samba da Série B para Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil. isso se deve para que a entidade englobe todos as escolas de samba[7].

Presidentes[editar | editar código-fonte]

# Nome Início Término
Heitor Fernandes 2016 2017
Gustavo Barros 2017 atual

Filiadas[editar | editar código-fonte]

Série B 2018[editar | editar código-fonte]

Terça-feira, 13 de fevereiro
  1. Vigário Geral
  2. Ponte
  3. Arame
  4. Tradição
  5. Em Cima da Hora
  6. Vargens
  7. Cabuçu
  8. Jacarezinho
  9. Lins Imperial
  10. Vizinha Faladeira
  11. Engenho da Rainha
  12. Curicica

Série C 2018[editar | editar código-fonte]

Série D 2018[editar | editar código-fonte]

Série E 2018[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SRZD. «Carnaval na Intendente Magalhães: agremiações da Série B se unem e fundam Liesb». Consultado em 11 de maio de 2014 
  2. Carnavalesco (13 de maio de 2015). «Nova Associação faz primeira reunião e acredita no resgate do Grupo de Acesso». Consultado em 23 de maio de 2015 
  3. Marquês da Folia (29 de maio de 2015). «LIESB REALIZOU SORTEIO DA ORDEM DE DESFILE DA SÉRIE B, ENQUANTO AGUARDA RECONHECIMENTO DA RIOTUR». Consultado em 13 de junho de 2015 
  4. SRZD. «Assim como Samba é Nosso, documentos da Liesb também são aprovados pela Riotur». Consultado em 23 de setembro de 2015 
  5. Carnavalesco (18 de novembro de 2015). «Riotur confirma acordo no Acesso. Liesb fica com Série B e Samba é Nosso com o C, D e E». Consultado em 13 de dezembro de 2015 
  6. SRZD-Carnaval. «Reviravolta: Liesb assume desfiles das Séries C, D e E da Intendentes». Consultado em 20 de outubro de 2016 
  7. Carnavalesco (3 de agosto de 2017). «Liesb confirma mudanças no regulamento para o Carnaval 2018». Consultado em 4 de agosto de 2017