Ana de Jesús

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

Ana de Lobera Torres (Medina del Campo, 25 de novembro de 1545Bruxelas, 4 de março de 1621), mais conhecida como Ana de Jesús, foi uma freira e escritora espanhola.

Infância[editar | editar código-fonte]

Foi batizada no mesmo dia que nasceu, pois nasceu surda e muda e assim permaneceu até os sete anos de idade, até começar a falar. Não chegou a conhecer o pai, já que o mesmo morreu poucos antes do nascimento de Ana. Teve um irmão mais velho, chamado Cristóbal, que depois foi jesuíta.

Ao completar nove anos de idade, morre a mãe de Ana e a tutela das crianças passou para a avó materna. No ano seguinte à tutela da avó, a criança fez voto de castidade, ainda que contra a vontade da avó, que intencionava orientá-la para o matrimônio.

Já em 1560, aos 15 anos de idade, decide com o irmão Cristóbal, ir viver em Plasencia, com a avó paterna, onde viveria por dez anos.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • La Venerable Madre Ana de Jesús, discípula y compañera de la S.M. Teresa de Jesús y principal aumento de su orden. Fundadora de Francia y Flandes. Ángel, Manrique. 1632. Lucas de Meerbeeck. Bruxelas.
  • Vida devota de la beata madre María Ana de Jesús: religiosa del sacro, real, y militar Orden de Descalzos de Nuestra Señora de la Merced, Redención de Cautivos. 1748. Madrid: I. de Hernández Pacheco, 1784. (3ª Impresión).
  • Humor y espiritualidad en la escuela teresiana primitiva; Santa Teresa de Jésus, Jerónimo Gracián, Ana de Jesús, María de San José.

V.V.A.A. 1966. Burgos: Editorial "El Monte Carmelo", 1996.

  • Escritos y documentos de Ana de Jesús. 1996.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana de Jesús