Anthony Pettis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anthony Pettis
Anthony Pettis na pesagem do WEC 53
Nome de nascimento Anthony Paul Pettis
Data de nascimento 27 de janeiro de 1987 (27 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Outros nomes Showtime
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Residência Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Altura 1,75m [1]
Peso 70 kg
Divisão Peso-Leve
Envergadura 183 cm
Modalidade Muay Thai
Taekwondo
Jiu-Jitsu Brasileiro
Capoeira
Posição Canhoto
Luta por Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Equipe Roufusport
Treinador Muay Thai: Duke Roufus

Jiu-Jitsu: Diego Moraes

Graduação      Faixa Preta 3º Grau em Taekwondo
     Faixa Roxa em Brazilian Jiu-Jitsu
Anos ativo 2007 - presente
Cartel no MMA
Total 19
Vitórias 17
Por nocaute 7
Por finalização 7
Por decisão 3
Derrotas 2
Por decisão 2
Outras informações
Parentes notáveis Sergio Pettis (Irmão)
Anthony Pettis no Sherdog

Anthony Pettis (Milwaukee, 27 de janeiro de 1987) é um lutador de artes marciais mistas dos Estados Unidos. Conhecido por “Showtime”, Pettis é famoso por surpreender seus oponentes com golpes plásticos e eficientes. Ele foi o último campeão peso-leve do WEC. De ascendência mexicana, é o atual campeão dos pesos-leves do UFC e classificado como #8 no Ranking Peso por Peso do UFC.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

World Extreme Cagefighting[editar | editar código-fonte]

No WEC 41, no dia 7 de janeiro de 2009, Pettis estreou com vitória no evento ao finalizar Mike Campbell com triângulo no primeiro assalto.

Em seguida, no WEC 45, Anthony sofreu sua primeira derrota na carreira contra o lutador polonês Bart Palaszewski, por decisão dividida. Após essa derrota, Pettis obteve três vitórias seguidas no evento, tendo a oportunidade de disputar o cinturão do peso-leve.

Benson Henderson vs Anthony Pettis[editar | editar código-fonte]

No último evento do WEC, Pettis enfrentou o então campeão peso-leve Ben Henderson, no WEC 53. No quinto assalto, Pettis combinou Parkour com voleio de futebol no que agora é chamado de Showtime Kick, feito após Pettis saltar em direção à grade, apoiando seu pé direito nela para dar impulso e depois girar em direção ao oponente, desferindo um golpe certeiro no rosto de Ben Henderson com o pé direito.[2] O desafiante, Anthony Pettis, acabou vencendo o combate por decisão unânime (48-47, 49-46, 48-47), se tornou o último campeão peso-leve do WEC.

Essa luta ficou marcada na carreira de ambos os lutadores e também na história do MMA. Além do chute de Pettis ganhar um nome próprio, a luta foi considerada a melhor da noite e do ano de 2010.[3]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2010, World Extreme Cagefighting se fundiu com o Ultimate Fighting Championship. Como parte da fusão, todos os lutadores do WEC foram transferidos para o UFC.

Após a fusão dos eventos, Pettis iria enfrentar o vencedor da luta entre Frankie Edgar e Gray Maynard. Contudo, esta terminou em empate, o que levou a marcação de uma nova luta entre eles em 2011.

Ao invés de esperar o vencedor de Edgar / Maynard 3, Pettis encarou Clay Guida no dia 4 de junho de 2011, na Final do The Ultimate Fighter 13. Apesar de ser derrubado por Guida, Pettis mostrou boa defesa das costas, controlando os punhos Guida e tentando múltiplas finalizações, tomando pouco dano. Entanto, Guida conseguiu escapar das tentativas e finalizações e venceu via decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).

Pettis derrotou por decisão divisão Jeremy Stephens em 8 de Outubro de 2011 ao UFC 136 num combate difícil. Pettis usou o wrestling para controlar e dominou a maior parte do tempo.

Pettis enfrentou Joe Lauzon em Fevereiro, dia 25 no UFC 144. Pettis ganhou a luta por Nocaute no primeiro round, com um chute alto na cabeça seguido por socos. Depois da luta, ele recebeu o prêmio de Nocaute da Noite.

Após passar a maior parte de 2012 se recuperando de lesões, Pettis encanrou Donald Cerrone no dia 26 de Janeiro de 2013, no UFC on Fox: Johnson vs. Dodson. Pettis venceu a luta por TKO no primeiro round, finalizando Cerrone com um chute no corpo. Pettis recebeu o prêmio de Nocaute da Noite. Após a luta, o presidente do UFC Dana White disse que estava 'vendido' por Showtime Pettis e que ele seria o próximo a disputar o cinturão dos pesos-leves.

No dia 5 de Fevereiro, foi anunciado que Pettis não iria esperar para uma disputa de titulo dos pesos-leves e que Pettis iria lutar pelo título dos pesos-penas contra José Aldo em Agosto, 2013. No entanto, devido a uma contusão no joelho essa luta não aconteceu e acabou substituído por Jung Chan-Sung. A lesão de Pettis causou rusgas entre o treinador de Aldo, Dedé Pederneiras e o lutador. O técnico acusou Pettis e não conseguir bater o peso e forjar uma contusão.[4]

Benson Henderson vs Anthony Pettis II[editar | editar código-fonte]

Apenas alguns dias depois do cancelamento da luta contra Jose Aldo, foi anunciado que Grant, que lutaria pelo Cinturão Peso Leve do UFC, havia se lesionado e Pettis lutaria em seu lugar. “Você não pode parar o destino!!! Eu e (Ben) Henderson, pelo título, em minha cidade natal”, escreveu Pettis no Twitter, indicando que a luta aconteceria em Milwaukee.[5]

A revanche do WEC 53 aconteceu, enfim, em 31 de agosto de 2013. A luta trouxe o campeão Benson Henderson pela primeira vez atuando com os cabelos presos em tranças, numa clara demonstração de respeito a Pettis. A luta começou com Benson apertando Pettis na grade algumas vezes. Quando a luta foi para a trocação Pettis conseguiu conectar seguidos golpes na costela do campeão, e finaliza-lo com uma chave-de-braço.

"Eu sou o campeão dos leves do UFC. Quando encaixei o golpe, ele desistiu da luta. Ele é um cara muito duro, mas agora o campeão sou eu. O chute que eu tentei antes de irmos para o chão é muito eficiente no MMA, mas não é muito usado. Após eu ter dado os chutes nas costelas ele fez a mesma cara que Donald Cerrone. Acho que até podemos lutar de novo, ele merece. Mas, Joe Silva, eu e José Aldo temos algo a resolver. Aldo, é meu cinturão contra o seu cinturão".

—Anthony Pettis depois de derrotar Benson Henderson[6]
O cinturão do UFC conquistado em 31 de agosto, 2013

TUF 20[editar | editar código-fonte]

Pettis era esperado para fazer sua primeira defesa do título contra Josh Thomson em 14 de dezembro de 2013 , no UFC on Fox 9. No entanto, Pettis sofreu uma lesão no joelho e a luta foi cancelada.[7]

No dia 24 de fevereiro, o UFC anunciou o TUF 20 com Pettis e Gilbert Melendez como técnicos. Os lutadores devem se enfrentar no final do ano de 2014 e as gravações da temporada do TUF 20 começarão no mês de maio e seu primeiro episódio será exibido no dia 10 de setembro. O TUF 20 será exclusivamente feminino. [8]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Pettis perdeu seu pai, assassinado, quando tinha 15 anos de idade. Ao voltar do emprego em uma rede de fast food, pettis encontrou um detetive em sua casa. O detetive mostrou então a foto de uma vitima de assassinato por facadas no peito. Era o pai de Pettis.[9]

Pettis tem seu próprio bar em Milwaukee. Lá ele promove festas depois da luta.[10] Anthony e sua namorada Alexandra, são os orgulhosos pais de sua filha Aria, nascida em Julho de 2011.[11]

Pettis tem ascendência porto riquenha e mexicana. O nome Pettis é uma adaptação de Perez, mudado pelo seu avô, com a finalidade de evitar discriminação.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 17-2 Estados Unidos Ben Henderson Finalização (Chave de Braço) UFC 164: Henderson vs. Pettis II 31/08/2013 1 4:31 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin Ganhou o Cinturão Peso Leve do UFC; Finalização da Noite.
Vitória 16–2 Estados Unidos Donald Cerrone Nocaute Técnico (Chute no Corpo e Socos) UFC on Fox: Johnson vs. Dodson 26/01/2013 1 2:35 Estados Unidos Chicago, Illinois Nocaute da Noite.
Vitória 15–2 Estados Unidos Joe Lauzon Nocaute (Chute na Cabeça e Socos) UFC 144: Edgar vs. Henderson 26/02/2012 1 1:21 Japão Saitama, Saitama Nocaute da Noite.
Vitória 14–2 Estados Unidos Jeremy Stephens Decisão (Dividida) UFC 136: Edgar x Maynard III 08/10/2011 3 5:00 Estados Unidos Houston, Texas
Derrota 13–2 Estados Unidos Clay Guida Decisão (Unânime) The Ultimate Fighter 13 Finale 04/06/2011 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 13–1 Estados Unidos Ben Henderson Decisão (Unânime) WEC 53: Henderson vs. Pettis 16/12/2010 5 5:00 Estados Unidos Glendale, Arizona Ganhou o Cinturão Peso Leve do WEC; Luta da Noite; Luta do Ano.
Vitória 12–1 Estados Unidos Shane Roller Finalização (Triângulo) WEC 50: Cruz vs. Benavidez 18/08/2010 3 4:51 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Finalização da Noite.
Vitória 11–1 Estados Unidos Alex Karalexis Finalização (Triângulo) WEC 48: Aldo vs. Faber 24/04/2010 2 1:35 Estados Unidos Sacramento, Califórnia
Vitória 10–1 Estados Unidos Danny Castillo Nocaute (Chute na Cabeça e Socos) WEC 47: Bowles vs. Cruz 06/03/2010 1 2:27 Estados Unidos Columbus, Ohio Nocaute da Noite.
Derrota 9–1 Polónia Bart Palaszewski Decisão (Dividida) WEC 45: Cerrone vs. Ratcliff 19/12/2009 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 9–0 Estados Unidos Mike Campbell Finalização (Triângulo) WEC 41: Brown vs. Faber II 07/06/2009 1 1:49 Estados Unidos Sacramento, Califórnia
Vitória 8–0 Estados Unidos Gabe Walbridge Nocaute Técnico (Socos) GFS: Season's Beatings 13/12/2008 1 0:56 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin Defendeu o Título dos Leves do GFS.
Vitória 7–0 Estados Unidos Jay Ellis Finalização (socos) GFS 55 04/10/2009 1 1:12 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin Defendeu o Título dos Leves do GFS.
Vitória 6–0 Estados Unidos Sherron Leggett Decisão (Dividida) GFS: Fight Club 22/06/2008 3 5:00 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin Venceu o Título dos Leves do GFS.
Vitória 5–0 Estados Unidos Mike Lambrecht Nocaute (Chute na Cabeça) GFS: Knockout Kings 29/03/2008 1 1:49 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Vitória 4–0 Estados Unidos George Barrazza Nocaute Técnico (Socos) GFS: The Warriors 16/02/2008 1 4:31 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Vitória 3–0 Estados Unidos Michael Skinner Finalização (socos) GFS: Seasons Beatings 01/12/2007 1 0:36 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
Vitória 2–0 Estados Unidos Lonny Amdahl Finalização (lesão) GFS: Rumble in the Cage 17/08/2007 1 0:12 Estados Unidos Green Bay, Wisconsin
Vitória 1–0 Estados Unidos Tom Erspamer Nocaute Técnico (Socos) GFS: Super Brawl 27/01/2007 1 0:24  Estados Unidos

Referências[editar | editar código-fonte]

Precedido por:
Ben Henderson
7º Campeão Peso-Leve do WEC
16 de dezembro de 2010 - 16 de dezembro de 2010
Vago
A categoria dos leves do WEC foi unida com a do UFC
Precedido por:
Ben Henderson
6º Campeão Peso-Leve do UFC
31 de agosto de 2013 - Presente
Sucedido por:
Atual Detentor do Cinturão dos Leves