Ary

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ary
Informação geral
Nome completo Ariovalda Eulália Gabriel
Também conhecido(a) como Rainha do Escangalho, Escangalhadora[1]
Nascimento 10 de agosto de 1986 (33 anos)
Local de nascimento Lubango, Huíla
 Angola Angola
Gênero(s)
Ocupação(ões) Cantora
Progenitores Mãe: Laurinda Helena
Pai: Mário José Gabriel
Instrumento(s) Vocais
Período em atividade 2002 — atualmente (cantora)
Outras ocupações
Gravadora(s)
Afiliação(ões) Titica [2], Paulo Flores, Dji Tafinha, Nelson Freitas, Kassav', zona 5, Puto Português, Yuri da Cunha [3] JD, C4 Pedro

Ariovalda Eulália Gabriel (Lubango, 10 de agosto de 1986), mais conhecida pelo nome artístico Ary,[4] é uma cantora, compositora, dançarina, coreógrafa e arranjadora vocal angolana nascida e criada em Lubango, na província da Huíla. Alcançou a fama depois de ser contratada pelo produtor e cantor angolano Heavy C. Ary é uma cantora muito respeitada,[5] sendo varias vezes indicada para o prémio “Divas Angola”.[6][7] Ary é conhecida pelo seu estilo extravagante. É uma das figuras femininas sonante no musicol angolano. Ary opta pelos estilos musical Kizomba e Semba. 

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Ary nasceu no Lubango, província da Huíla. Filha de Mário José Gabriel e Laurinda Helena.[8] Aos cinco anos de idade, emigrou para Luanda por onde frequentou o ensino medio no curso de Gestão de Sistemas Informáticos no Instituto Médio Industrial de Luanda (IMIL). Mais tarde ingressou a Ingressou para Universidade Independente de Angola “(UnIA)” para se formar em Ciências da Comunicação.

Ary é a mais velha de seis irmãs. Ary passou a viver em Luanda, no bairro da Maianga, mas teve que mudar várias vezes para outros bairros de Luanda. Ary recorda que quando era criança criava um jacaré em sua casa. Laurinda Helena, mãe da Ary, sempre a apoiou na carreira. O pai inicialmente tinha sido menos entusiasta em relação à opção da filha, mas acabou por apoiá-la.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Ary começou a dar os primeiros passos na música quando era criança. Usava o rádio de casa para cantar para os seus familiares, imitando músicas de cantoras angolanas e americanas, como a Lauryn Hill, sua maior influência. Na Igreja o seu talento também era notório. Desde então, começou a receber incentivo dos seus familiares e amigos a participar num concurso musical. Já em Luanda, em 2002, Ary foi concorrer para o concurso “Chuvas das Estrelas”, que mais tarde viria chamar-se “Estrelas Ao Palco”, apresentado pelos jornalistas Jorge Antunes e Patrícia Pacheco. Após o teste Ary foi seleccionada como uma das dez concorrentes para fase final. Na terceira fase do concurso Ary foi interpretar a música da sua cantora favorita, Lauryn Hill, de quem é uma grande fã. Após esta actuação Ary foi eliminada, para seu desepero e de toda família. A partir daquela momento triste Ary decidiu abandonar a música.

Mas tudo (re)começou graças a um amigo, que fez questão de apresentar Ary ao produtor e cantor angolano Heavy C. Ary foi submetida a um teste, no qual cantou a mesma música das Estrelas ao Palco. No final, a questão que Heavy C fez, foi: “Onde andavas esse tempo todo?”Ary teve, a certeza que estava em boas mãos e foi a partir desse momento que julgou ter chegado a altura de iniciar uma carreira profissional como cantora.[9]

Estilo musical[editar | editar código-fonte]

Ary é conhecida pelo seu estilo único e performance no palco, é considerada um dos nomes sonantes no mundo da música angolana. Ary opta por gêneros musicais como kizomba, semba e soul music.[10]

Ary foi considerada uma das três vozes femininas mais admiradas (a par de Yola Araújo e Yola Semedo). Para já considera-se uma menina prendada e boa dona de casa, “apesar de não saber, nem gostar de engomar, arruma muito bem a casa, lava perfeitamente, cozinha de tudo um pouco. Só não engoma porque não sabe, nem gosta de o fazer”. Passa muito tempo a ver filmes, a ler e a ouvir música, adora brincar com às maquilhagens.

2007: Sem Substituições[editar | editar código-fonte]

A venda do primeiro álbum da Ary foi em dezembro de 2007. Foi um sucesso de vendas que se esgotaram logo na primeira fase. Nessa altura a música “Como Te Sentes Tu?”, do álbum, causou polémica. As mulheres adoram esta música, mas quem realmente escreveu a letra foi o músico angolano Anselmo Ralph. Das músicas gravadas na África do Sul mantiveram-se apenas as faixas “Como Te Sentes Tu?” e “Deixa Respirar”. “Foi necessário mudar as restantes músicas e adequá-las ao estilo que o povo queria ouvir e dançar”. As músicas “Carta de Amor” (a que mais a marcou), “Meu Grande Amor”, “Saint Toys”, “Back the Baby” e “Doce Mel”, foram gravadas em Luanda. Em Paris gravou-se a música “Sexi Baby” com o francês Nicol. “Amar não é Assim” e “Casamento Só Pra Quê” foram gravadas pelo próprio Heavy C, na Holanda.

2013: Crescida mas ao Meu Jeito[editar | editar código-fonte]

O segundo álbum da cantora “Crescida mas ao meu jeito” foi lançado no segundo semestre de 2013. Ary colocou este título ao álbum porque não só aumentou a idade, mas também cresceu profissionalmente, tem outra visão sobre a música e sobre a vida. O disco conta com 12 faixas e é um disco 99% acústico. Foi totalmente gravado em Portugal e masterizado em Paris. Tem composições de Kenny Buss, Dr. Eugénio e Heavy C. Heavy C também foi o produtor das suas músicas.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • 2007: Sem Substituições
  • 2013: Crescida Mas Ao Meu Jeito
  • 2016: 10

Lista de prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Top dos Mais Queridos[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Categoria Resultado
2014 Ary Artista Mais Querida em Angola[11] Venceu
Ano Nomeação Categoria Resultado
2016 Ary Artista Mais Querida em Angola Venceu

Troféus Moda Luanda[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Categoria Resultado
2014 Ary Melhor Voz Feminina Venceu

Rádio Luanda[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeação Categoria Resultado
2014 Ary Melhor Voz Feminina Venceu

MTV Base África[editar | editar código-fonte]

Os MTV Music Awards são entregues anualmente pela MTV.

Ano Nomeação Categoria Resultado
2014 Ary Melhor Voz da Lusofonia[12] Venceu

Referências

  1. Sarchel (10 de novembro de 2014). «Ary a escangalhadora». platinaline.com. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  2. Musicme (17 de fevereiro de 2012). «Titica - Olha o Boneco (feat. Ary)». Music me. Consultado em 4 de março de 2018 
  3. Seetha (9 de março de 2015). «Banda Kassav e Ary elevam temperatura da 3ª edição sons dos atlântico». DIGITAL Seis Pontos. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  4. letras.com.br (2015). «Biografia de Ary». letras.com.br. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  5. JornaldeAngola (6 de outubro de 2016). «Visita de ARY ao Uíge atrai milhares de fãs». jornaldeangola.sapo.ao. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  6. Sarchel (19 de novembro de 2015). «A cantora Ary irá representar Angola no African Music». platinaline.com. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  7. Seetha (2015). «Ary anima a gala de premiação». platinaline.com. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  8. Sarchel Necesio (12 de maio de 2015). «Biografia da Ary». platinaline.com. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  9. letras.fm (2016). «Biografia de Ary». letras.fm. Consultado em 8 de outubro de 2016 
  10. Sarchel (1 de maio de 2015). «Ary em novo estilo». platinaline.com. Consultado em 6 de outubro de 2016 
  11. Sarchel (2014). «Ary agradece o prémio do Top dos Mais Queridos com show de Gala no HCTA». platinaline.com. Consultado em 7 de outubro de 2016 
  12. MTV PT (20 de maio de 2015). «ARY Melhor Voz da Lusofonia». mtv.pt. Consultado em 7 de outubro de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de músicos de Angola

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema: