Billy Madison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Billy Madison
Um Milionário na Escola (PT)
Billy Madison, um Herdeiro Bobalhão (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1995 •  cor •  89 min 
Direção Tamra Davis
Produção Robert Simonds
Roteiro Adam Sandler
Tim Herlihy
Elenco Adam Sandler
Bradley Whitford
Bridgette Wilson
Norm Macdonald
Darren McGavin
Gênero Comédia
Música Randy Edelman
Cinematografia Victor Hammer
Edição John Gilroy
Jeffrey Wolf
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de fevereiro de 1995
Brasil 30 de junho de 1995
Idioma Inglês
Orçamento US$10 milhões
Receita US$26,488,734
Página no IMDb (em inglês)

Billy Madison (Billy Madison, um Herdeiro Bobalhão (título no Brasil) ou Um Milionário na Escola (título em Portugal)) é um filme de comédia estadunidense de 1995 dirigido por Tamra Davis. Estrelado por Adam Sandler no papel-título, junto com Bradley Whitford, Bridgette Wilson, Norm Macdonald e Darren McGavin. O filme foi escrito por Sandler e Tim Herlihy, e produzido por Robert Simonds. Ele fez mais de $26.4 milhões mundialmente e estreou em #1.[1] O filme é sobre um preguiçoso (Billy Madison), que deve voltar para a escola, a fim de assumir a empresa de seu pai. A comédia também conta com Chris Farley e Steve Buscemi com aparições sem créditos. Sandler viria a formar uma empresa de produção, a Happy Madison Productions, em homenagem a uma combinação de personagem-título deste filme e Happy Gilmore.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história começa quando Billy Madison, o filho de um dono de uma grande rede hotéis, Brain Madison (Darrem McGavin), é descartado por seu pai de tocar o negócio da família, simplesmente porque ele é um completo idiota que só quer saber de farra com os amigos e revistas pornô, e o pior é que a empresa pode ir parar nas mãos do ganancioso Eric Gordon (Bradley Whitford), o qual o herdeiro odeia. Billy volta para refazer todas as séries (desde o jardim de infância), cada uma em duas semanas, para mostrar ao seu velho pai que não é “burro” e poder comandar os negócios da família.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da Crítica[editar | editar código-fonte]

Billy Madison recebeu críticas mistas. No Metacritic, o filme tem uma pontuação rara de 16 com base em 13 comentários, afirmando que "Não gosto Esmagadora".[2] Na avaliação do Rotten Tomatoes, que recebeu uma avaliação de 46% pela crítica, com uma avaliação de consenso "Billy Madison é tarifa imaturo início típico de Adam Sandler, mesmo se encontra momentos de loucura inspirada.".[3]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Billy Madison". Box Office Mojo. 
  2. "Billy Madison Reviews". Metacritic. Consult. 28 May 2014. 
  3. "Rotten Tomatoes". 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]