Deuce Bigalow: Male Gigolo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Deuce Bigalow: Male Gigolo
Pôster promocional
No Brasil Gigolô Por Acidente
Em Portugal Deuce Bigalow, Gigolo Profissional
 Estados Unidos
1999 •  cor •  88 min 
Direção Mike Mitchell
Produção Sid Ganis
Barry Bernandi
Roteiro Harris Goldberg
Rob Schneider
Elenco Rob Schneider
William Forsythe
Eddie Griffin
Arija Bareikis
Gênero comédia
Música Teddy Castellucci
Cinematografia Peter Lyons Collister
Edição George Bowers
Lawrence Jordan
Companhia(s) produtora(s) Touchstone Pictures
Happy Madison
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 10 de dezembro de 1999
Portugal 2 de junho de 2000
Idioma inglês
Orçamento US$ 17 milhões[1]
Receita US$ 92.938.755[1]
Cronologia
Deuce Bigalow: European Gigolo

Deuce Bigalow: Male Gigolo (bra: Gigolô por Acidente[2]; prt: Deuce Bigalow, Gigolo Profissional[3]) é um filme de comédia de 1999 estrelada por Rob Schneider, William Forsythe, Eddie Griffin, Oded Fehr e Arija Bareikis. O filme segue um limpador de aquário infeliz que entra no negócio como um prostituto, em uma tentativa de ganhar dinheiro suficiente para reparar os danos que ele causou em um aquário. Foi o primeiro filme lançado pela Happy Madison Productions, empresa de produção cinematográfica. Adam Sandler foi produtor executivo do filme. Sandler também gritou insultos "anormal!" e outras falas. O filme gerou uma sequência intitulada Deuce Bigalow: European Gigolo que foi lançado em 12 de agosto de 2005. Foi distribuído pela Columbia Pictures em vez de Touchstone Pictures.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O filme começa contando um pouco sobre o cotidiano de Deuce Bigalow (Rob Schneider), um sujeito pobre que trabalha limpando aquários e entende tudo sobre peixes. Certo dia um gigolô bem sucedido da vizinhança chamado Antoine Laconte decide viajar e contrata Deuce para cuidar de seu peixe leão doente e de sua casa enquanto ele estiver fora, mas Deuce, por acidente, quebra o aquário de seis mil dólares do cara. Para pagar um aquário novo antes que Antoine retorne, Deuce recebe ajuda do cafetão T.J. Hicks e começa a trabalhar como gigolô arranjando as mais variadas clientes e se envolvendo em várias confusões. Deuce acaba se apaixonando por Kate, uma de suas clientes que possuí uma prótese em uma das pernas e passa a ser perseguido pelo Detetive Chuck Fowler, que está investigando Antoine e suas clientes e não para de ameaçar Deuce.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Deuce Bigalow: Male Gigolo
Trilha sonora de Vários Artistas
Gravação 1999
Gênero(s) Trilha sonora
  1. "Call Me" - Blondie
  2. "Spill the Wine" - Eric Burdon e War
  3. "You Sexy Thing" - Hot Chocolate
  4. "Get Down Tonight" - KC and the Sunshine Band
  5. "Let's Get It On" - Marvin Gaye
  6. "I'm Not in Love" - 10cc
  7. "Magnet and Steel" - Walter Egan
  8. "No Worries" - Hepcat
  9. "Can't Smile Without You" - Sean Beal
  10. "Lift Me Up" - Jeff Lynne
  11. "Call Me" - Emilia Maiello

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Deuce Bigalow: Male Gigolo estreou no cinema em 10 de dezembro de 1999 em 2,154 locais e ganhou US$12,224,016 em seu fim de semana de estréia, ocupando o terceiro lugar nas bilheterias norte-americanas, atrás do quarto fim de semana de Toy Story 2 e do novato The Green Mile.[4] O filme terminou sua exibição, arrecadando US$65,538,755 nos Estados Unidos e Canadá e US$27,400,000 no exterior, totalizando US$92,938,755. Baseado em um orçamento de US$17 milhões, o filme foi um sucesso de bilheteria.[1]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Deuce Bigalow: Male Gigolo teve recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. Em base de 26 avaliações profissionais, alcançou metascore de 30% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 6.1, usada para avaliar a recepção do público, indicando "revisões geralmente desfavoráveis".[5] No site de agregação de comentários Rotten Tomatoes, ele possui uma pontuação de 22% com base em 76 avaliações, com uma classificação média de 4.01/10.[6]

Referências

  1. a b c «Deuce Bigalow: Male Gigolo (1999)». Box Office Mojo. Internet Movie Database. Consultado em 24 de março de 2016 
  2. «Gigolô por Acidente». AdoroCinema. Brasil. Consultado em 29 de novembro de 2021 
  3. «Deuce Bigalow, Gigolo Profissional». dvdpt.com. Portugal. Consultado em 29 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de julho de 2004 
  4. «Weekend Box Office Results for December 10-12, 1999». Box Office Mojo. Internet Movie Database. 13 de dezembro de 1999. Consultado em 24 de março de 2016 
  5. «Deuce Bigalow: Male Gigolo» (em inglês). Metacritic. Consultado em 27 de junho de 2014 
  6. «Deuce Bigalow: Male Gigolo (1999)». Rotten Tomatoes. Fandango Media. Consultado em 20 de abril de 2019