Bolamense Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bolamense
Bolamense.jpg
Nome Bolamense Futebol Clube
Mascote Carcará
Fundação 10 de maio de 2000 (17 anos)
Localização Samambaia, DF, Brasil Brasil
Mando de jogo em Rorizão
Capacidade (mando) 8.000
Presidente Guiné-Bissau Antônio Teixeira
Treinador Brasil Paulo Roberto Junges
Competição Distrito Federal (Brasil) Campeonato Brasiliense - 2ª Divisão
Website www.bolamensefutebolclube.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Bolamense Futebol Clube é um clube de futebol brasileiro, sediado em Samambaia, no Distrito Federal. Até 2010 era conhecido como Associação Desportiva Armagedon Metropolitana Renovo, quando alterou de nome.[1] Suas cores são amarelo e preto. A Sociedade Desportiva e Empresarial Afrobrasileira Bolamense Futebol Clube, ou simplesmente Bolamense, tem por finalidade, proporcionar a prática e a difusão do desporte em geral, e em especial do futebol profissional, incentivar os laços fraternais de cooperação e de solidariedade entre os povos e as instituições brasileiras e africanas, incrementar o laço cultural entre eles, proporcionar aos seus associados a saúde física, a pratica de futebol de campo de categoria profissional e amadora , do basquetebol, do voleibol, da natação, futebol de salão e de todas outras modalidades de esporte, levar a cabo atividades recreativas que favoreçam o lazer e o convívio social dos associados e da população em geral, oferecer assessoria técnica aos clubes e entidades de prática desportiva e de administração do desporto e das ligas desportivas do Brasil e da África, criar e manter atividades de rádio-televisão, edição de revistas, periódicos e livros que veiculem e divulguem atividades econômicas, sociais, políticas, científicas, criar e manter instituições de pesquisa e ensino.

Referências

  1. «Bolamense». futebolnacional.com.br. Consultado em 24 de janeiro de 2011