Call Me Mister

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Call Me Mister
Miami (PT)
Minha Cara Metade (BR)
 Estados Unidos
1951 •  cor •  96 min 
Direção Lloyd Bacon
Produção Fred Kohlmar
Roteiro Criação:
Harold Rome
Arnold M. Auerbach
Adaptação:
Albert E. Lewin
Burt Styler
Elenco Betty Grable
Dan Dailey
Danny Thomas
Dale Robertson
Género Comédia, musical
Música Leigh Harline
Cinematografia Arthur E. Arling
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos Fevereiro de 1951
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Call Me Mister (Minha Cara Metade (título no Brasil) ou Conquistei Minha Mulher (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1951 dirigido por Lloyd Bacon. É estrelado por Betty Grable e Dan Dailey nos papéis principais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois de o Japão se render no final da II Guerra Mundial, os soldados americanos aguardam ansiosamente a sua transferência de volta para os Estados Unidos.

Produção[editar | editar código-fonte]

O título provisório deste filme foi "The CATS". De acordo com informações dos registros do Departamento Jurídico da Twentieth Century-Fox, Arnold B. Horwitt colaborou com Arnold M. Auerbach em dois dos esboços do filme, mas segundo o American Film Institute é improvável que o material tenha sido usado, no entanto. Registros do estúdio também indicam que Marion Turk, Edwin E. Moran, Wanda Tuchock e John Larkin trabalharam nos primeiros rascunhos do roteiro, mas as suas contribuições no filme não foram confirmadas.

George Jessel foi originalmente escalado para produzir o filme, e contaria com Rex Harrison e Peggy Cummins. Registros do estúdio mostram que Mark Stevens teria sido a primeira opção para o personagem "Johnny Comstock", e Don Hicks escalado como "Pvt. Stewart", e Thurston Hall definido para interpretar o "general Steele." No entanto, nenhum desses atores aparecem no filme. Segundo o American Film Institute os números musicais do filme podem ter sido gravados no início de junho de 1950. Uma cena sala de redação foi filmada nos escritórios do Daily Mirror de Los Angeles. "Call Me Mister" marcou a estréia no cinema do ator Paul Burke (1926--2009).[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. James Robert Parish & Michael R. Pitts. «Hollywood Songsters: Garland to O'Connor». Consultado em 19 de janeiro de 2016 
  2. «Call Me Mister». American Film Institute. Consultado em 19 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]