Gold Diggers of 1933

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gold Diggers of 1933
Orgia Dourada (PRT)
Cavadoras de Ouro (BRA)
Abertura do filme
 Estados Unidos
1933 •  p&b •  97 min 
Direção Mervyn LeRoy
Produção Robert Lord
Jack L. Warner
Roteiro Erwin S. Gelsey
James Seymour
David Boehm
Ben Markson
Avery Hopwood (peça)
Elenco Warren William
Joan Blondell
Aline MacMahon
Ruby Keeler
Dick Powell
Guy Kibbee
Gênero Comédia musical
Direção de arte Anton Grot
Direção de fotografia Sol Polito
Figurino Orry-Kelly
Edição George Amy
Companhia(s) produtora(s) Warner Bros.
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 27 de maio de 1933
Portugal 24 de novembro de 1936
Idioma Inglês
Orçamento US$ 433 000[1]

Gold Diggers of 1933 (Cavadoras de Ouro BRA ou Orgia Dourada POR) é um filme norte-americano de 1933, do gênero comédia musical, dirigido por Mervyn LeRoy e estrelado por Warren William e Joan Blondell.

Notas sobre a produção[editar | editar código-fonte]

Cena do trailer do filme, onde aparecem Ruby Keeler, Dick Powell, Joan Blondell, Guy Kibbee e Aline MacMahon
Em mais uma cena do trailer do filme, o número musical Shadow Waltz, outro delírio criativo de Busby Berkeley

The Gold Diggers of 1933 é o segundo dos três filmes que o coreógrafo Busby Berkeley realizou na Warner Bros. em 1933. Situado entre 42nd Street e Footlight Parade, é um dos melhores musicais pré-Código Hays do estúdio[2] e talvez o mais significativo musical de Berkeley daquela era.[3] É, enfim, uma peça de escapismo ainda mais elaborada que 42nd Street, responsável por consolidar a reputação de Berkely como o possuidor da mais fértil imaginação em seu campo de atuação.[4]

Entre os números coreografados por Berkeley, destacam-se a alegre abertura We're in the Money, cantada por Ginger Rogers, e Pettin' in the Park e Remember My Forgotten Man, ambos fincados na dura realidade da Grande Depressão. Outro momento marcante é Shadow Waltz, a obra-prima do filme,[5] quando as garotas do coro são filmadas do alto, no escuro, formando "a prodigiosa imagem de um enorme violino fosforescente".[5]

Produto de uma Hollywood anterior à censura instituída pelo Código Hays, Gold Diggers of 1933 apresenta sequências de insinuação sexual e duplo sentido, uma das características de Berkeley. Um exemplo é Pettin' in the Park, em que rapazes ansiosos e moças reticentes divertem-se em um parque e são interrompidos por uma tempestade. As moças, vistas em provocativas silhuetas, despem as roupas molhadas e parecem ter ficado mais acessíveis.[6]

O roteiro é vagamente baseado na peça The Gold Diggers, de Avery Hopwood, dramaturgo de sucesso nas primeiras décadas do século XX. A peça teve 717 representações ininterruptas na Broadway, entre 1919 e 1921,[7] e já havia sido filmada antes, em 1923.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Carol, Polly e Trixie buscam financiamento para o novo show do produtor Barney Hopkins. O compositor Brad Roberts, que ninguém sabe que é rico, propõe-se a colocar dinheiro na produção, o que desperta a ira de seu irmão J. Lawrence, que detesta a cultura popular. J. Lawrence, entretanto, cai numa armadilhada da astuciosa Carol e acaba por ver-se na iminência de bancar todo o espetáculo.[8]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Mixagem de Som Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Warren William J. Lawrence Bradford
Joan Blondell Carol King
Aline MacMahon Trixie Lorraine
Ruby Keeler Polly Parker
Dick Powell Brad Roberts
Guy Kibbee Faneul H. Peabody
Ned Sparks Barney Hopkins
Ginger Rogers Fay Fortune

Referências

  1. «Cavadoras de Ouro». IMDB. Consultado em 29 de junho de 2017 
  2. Bozzola, Lucia. «Gold Diggers of 1933» (em inglês). AllMovie. Consultado em 29 de junho de 2017 
  3. Wright, Basil (1984). ”Looking for a Silver Lining” in Movies of the Thirties (em inglês). Londres: Orbis. ISBN 9780856136603 
  4. Hirschhorn, Clive (1986). The Warner Bros. Story (em inglês). Londres: Octopus Books. ISBN 9780706427578 
  5. a b Mattos, A. C. Gomes de (1991). Hollywood Anos 30. Rio de Janeiro: EBAL. ISBN 8527200376 
  6. Taylor, John Russell (1984). ”Busby Berkeley: The Man Who Matched Girls Like Pearls” in Movies of the Thirties (em inglês). Londres: Orbis. ISBN 9780856136603 
  7. «The Gold Diggers». IBDB. Consultado em 29 de junho de 2017 
  8. Erickson, Hal. «Gold Diggers of 1933» (em inglês). AllMovie. Consultado em 29 de junho de 2017 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gold Diggers of 1933