Darryl F. Zanuck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Darryl Francis Zanuck
Nascimento 5 de setembro de 1902
Wahoo, Nebrasca, USA
Morte 22 de dezembro de 1979 (77 anos)
Palm Springs, Califórnia, USA
Nacionalidade Estados Unidos Americana
Ocupação Produtor, argumentista, realizador

Darryl Francis Zanuck (Wahoo, Nebrasca, 5 de Setembro de 1902Palm Springs, Califórnia, 22 de Dezembro de 1979) foi um produtor, roteirista e cineasta estadunidense. Junto com Joseph Schenck, ele fundou o estúdio de cinema 20th Century Fox.

Antes, Zanuck era proprietário da Fox Film Corporation que em 1935 fundiu-se com uma próspera produtora, a Twentieth Century Pictures, liderada Schenck. A empresa adotou o nome que leva até hoje: Twentieth Century Fox Film Corporation. A fusão fez de Schenck o presidente do conselho diretor e levou Zanuck para a empresa como vice-presidente, encarregado da produção de filmes.[1]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Zanuck nasceu em Wahoo, Nebraska, era filho de Louise (née Torpin) e Frank Zanuck, que possuía e administrava um hotel naquela cidade. Zanuck era em parte descendente de suíços e foi criado como protestante. Aos seis anos, ele e sua mãe mudaram-se para Los Angeles, aos oito anos, ele encontrou seu primeiro trabalho como figurante, mas seu pai não concordou e o chamou de volta para Nebraska. Em 1917, apesar de ter 15 anos, ele enganou um recrutador, e juntou-se ao Exército dos Estados Unidos para combater na Bélgica durante a Primeira Guerra Mundial.

Desde muito novo começou a escrever enredos de cinema, onde escreveu histórias para Rin Tin Tin e sob vários pseudônimos escreveu mais de 40 roteiros de 1924 a 1929, incluindo Red Hot Tires (1925) e Vaidade Social (1927), em 1929 Zanuck tornou-se diretor de produção da Warner e em 1931 chefe de produção do estúdio.

20th Century Fox[editar | editar código-fonte]

Em 1933, Zanuck deixou a Warner Bros. em uma disputa salarial com o chefe do estúdio, Jack Warner. Poucos dias depois, ele se associou a Joseph Schenck para formar a Twentieth Century Pictures com ajuda financeira do irmão de Joseph, Nicholas Schenck, e de Louis B. Mayer, presidente e chefe de estúdio da Loew's Inc e sua subsidiária Metro-Goldwyn-Mayer com William Goetz e Raymond Griffith. A 20th Century lançava seus filmes através da United Artists. Durante esse curto período (1933-1935), a 20th Century tornou-se o estúdio independente de maior sucesso de seu tempo, quebrando recordes de bilheteria com 18 de seus 19 filmes, todos em lucratividade, incluindo A Conquista de um Império (1935), Os Miseráveis (1935) e A Casa de Rothschild.

Depois de uma disputa com a United Artists sobre a posse de ações, Schenck e Zanuck negociaram e compraram os estúdios da Fox em 1935 para formar a 20th Century Fox. Zanuck era vice-presidente de produção deste novo estúdio e adotou uma abordagem prática, envolvendo-se intimamente em roteiros, edição de filmes e produção.

A nível de prémios cometeu o feito inédito, e nunca repetido, de receber três troféus Irving G. Thalberg, concedidos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, em 1937, 1944 e 1950.

Em 1947 ganha o Óscar de melhor filme com Gentleman's Agreement (Título em Portugal e Brasil: "A luz é para todos").

Ao logo da sua carreira, que começou nos anos 1920 ainda com o cinema mudo, e se estendeu até ao início dos anos 1970, produziu e realizou mais de duzentos filmes.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Realizador[editar | editar código-fonte]

  • 1928 Noah's Ark, argumentista e realizador (não creditado).
  • 1962 The Longest Day("O dia mais longo"), (não creditado).
  • 1963 Cleopatra, realizado por Joseph L. Mankiewicz e Darryl Francis Zanuck (não creditado), com Elizabeth Taylor e Richard Burton.
  • 1968 D-Day Revisited, argumentista e realizador.

Argumentista[editar | editar código-fonte]

  • Argumentista de 59 filmes entre 1922 e 1968, vários dos primeiros primeiros assinados sob os pseudónimos de Gregory Rogers, Melville Crossman ou Mark Canfield.

Produtor[editar | editar código-fonte]

Produtor de 195 filmes entre 1925 e 1970, nomeadamente:

Referências

  1. «Sobre Fox: Nossa História Corporativa». foxfilm.com.br/. Consultado em 20 de março de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o