Cleopatra (1963)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cleopatra
Cleopatra (PT)
Cleópatra (BR)
1963 Cleopatra trailer screenshot (74).jpg
 Reino Unido /  Estados Unidos / Suíça
1963 • cor • 243 min 
Direção Joseph L. Mankiewicz
Roteiro Sidney Buchman, Ranald MacDougall e Joseph L. Mankiewicz
Elenco Elizabeth Taylor
Richard Burton
Rex Harrison
Roddy McDowall
Hume Cronyn
Género drama biográfico
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Cleopatra (br: Cleópatra) é um filme britânico, estadunidense e suíço de 1963, do gênero drama biográfico histórico, dirigido por Rouben Mamoulian (não creditado)[1] e Joseph L. Mankiewicz e com roteiro baseado em obra de Carlo Mario Franzero.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme narra a ascensão e o declínio de Cleópatra, rainha do Egito, sua luta para defender o império das ambições políticas e territoriais de Roma, e seu relacionamento com Júlio César e Marco Antônio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1964 (EUA)

Globo de Ouro 1964 (EUA)

  • Indicado nas categorias de melhor filme - drama, melhor diretor, melhor ator - drama (Rex Harrison) e melhor ator coadjuvante (Roddy McDowall).

Galeria[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Cleopatra é considerado o segundo filme mais caro de todos os tempos - perdendo apenas para Avatar de James Cameron; planejado para custar 2 milhões de dólares em 1962, sua produção custou 44 milhões de dólares em valores da época. Segundo valores atualizados em 2005, o filme custou 286,4 milhões de dólares.[2] Com o relativo fracasso comercial, quase levou à bancarrota a 20th Century Fox, produtora e financiadora do filme.
  • Por sua participação em Cleopatra, Elizabeth Taylor foi a primeira atriz de Hollywood a receber um milhão de dólares pela atuação em um filme. Até então o recorde era de Audrey Hepburn, que recebeu um salário de 750 mil dólares por "Bonequinha de Luxo".
  • Logo no início das filmagens, Elizabeth Taylor adoeceu e, como praticamente todas as cenas necessitavam da sua presença, a produção foi paralisada por aproximadamente seis meses até que ela se recuperasse.
  • Durante as filmagens, Elizabeth Taylor trocou de figurino 65 vezes, foi um record na época, mas foi batido em 1996, no filme "Evita", em que Madonna troca de roupa 85 vezes.
  • Cleopatra foi a quinta refilmagem da história romanceada da rainha do Egito (as três primeiras no cinema mudo, a quarta em 1934 com Claudette Colbert), houve também uma versão com Vivien Leigh, em 1945.
  • Foi durante as filmagens que Elizabeth Taylor e Richard Burton se apaixonaram e começaram um casamento de mais de uma década de duração.
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cleopatra (1963)