People Will Talk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
People Will Talk
Dizem que é pecado (BR)
 Estados Unidos
1951 •  pb •  110 min 
Direção Joseph L. Mankiewicz
Roteiro Joseph L. Mankiewicz (roteiro)
Curt Goetz (peça)
Elenco Cary Grant
Jeanne Crain
Género Drama
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

People Will Talk (br.: Dizem que é pecado) é um filme estadunidense de 1951 do gênero Drama, dirigido por Joseph L. Mankiewicz e produzido por Darryl F. Zanuck. De um roteiro do diretor que adaptou uma peça teatral de Curt Goetz a qual já tinha sido filmada na Alemanha (Frauenarzt Dr. Prätorius, 1950). Realização da Twentieth Century Fox.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dr. Noah Praetorius é um médico e professor, que cuida de pacientes de uma forma humana e holística em sua própria e bem-sucedida clínica. Em uma de suas aulas de Anatomia, uma aluna desmaia e o doutor descobre que ela está grávida. Logo em seguida a moça tenta se matar, pois não era casada. Enquanto isso, o professor Elwell da mesma universidade em que Praetorius dá aulas, desconfia dos métodos do médico e inicia uma investigação sobre a vida pregressa dele. E descobre o passado comprometedor de Shunderson, um misterioso amigo de Praetorius que está sempre com ele.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]