People Will Talk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
People Will Talk
Dizem que é pecado (BRA)
 Estados Unidos
1951 •  pb •  110 min 
Direção Joseph L. Mankiewicz
Roteiro Joseph L. Mankiewicz (roteiro)
Curt Goetz (peça)
Elenco Cary Grant
Jeanne Crain
Género drama
Idioma inglês

People Will Talk (br.: Dizem que é pecado) é um filme estadunidense de 1951 do gênero Drama, dirigido por Joseph L. Mankiewicz e produzido por Darryl F. Zanuck. De um roteiro do diretor que adaptou uma peça teatral de Curt Goetz a qual já tinha sido filmada na Alemanha (Frauenarzt Dr. Prätorius, 1950). Realização da Twentieth Century Fox.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dr. Noah Praetorius é um médico e professor, que cuida de pacientes de uma forma humana e holística em sua própria e bem-sucedida clínica. Em uma de suas aulas de Anatomia, uma aluna desmaia e o doutor descobre que ela está grávida. Logo em seguida a moça tenta se matar, pois não era casada. Enquanto isso, o professor Elwell da mesma universidade em que Praetorius dá aulas, desconfia dos métodos do médico e inicia uma investigação sobre a vida pregressa dele. E descobre o passado comprometedor de Shunderson, um misterioso amigo de Praetorius que está sempre com ele.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]