The Dolly Sisters

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Dolly Sisters
As Irmãs Dolly[1] (BRA)
 Estados Unidos
1945 •  cor •  114 min 
Direção Irving Cummings
Produção George Jessel
Roteiro John Francis Larkin (como John Larkin)
Marian Spitzer
Gênero filme biográfico
filme musical
filme de comédia
Música David Buttolph
Charles Henderson
Cyril J. Mockridge
Alfred Newman
Cinematografia Ernest Palmer
Edição Barbara McLean
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 7 de outubro de 1946
Portugal 23 de dezembro de 1946
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Dolly Sisters (br: As Irmãs Dolly) é um filme estadunidense de 1945 dirigido por Irving Cummings. É estrelado por Betty Grable e June Haver.[2]


Produção[editar | editar código-fonte]

As Irmãs Dolly é baseado na vida das irmãs Yansci e Roszika Deutch, gêmeas que nasceram perto de Budapest, Hungria em 1892 e emigraram para os Estados Unidos em 1900. As irmãs de cabelos escuros, se tornaram famosas sob o nome de Jenny e Rosie Dolly. No filme, seus primeiros nomes húngaros estão escritos Jansci e Rozsíčka, em uma ortografia alternativa. Além disso, as irmãs no filme não são gêmeas. Embora as irmãs Dolly fosses de fato dançarinas mundialmente famosas, grande parte da história do filme é fabricada. O primeiro marido de Rosie era compositor Jean Schwartz, e depois de seu divórcio em 1921, casou-se com o milionário Mortimer Davis Jr. em 1927. Depois de se divorciar de Davis, Rosie se casou com Irving Netcher, proprietário de um departamento de loja em 1932. Jenny era casada com Harry Fox 1914-1920, e se casou com o advogado Bernard Vinnisky em 1935. As irmãs, que começaram sua carreira em 1907 no vaudeville, passaram a estrelar shows musicais produzidos por Florenz Ziegfeld, Oscar Hammerstein e Charles Cochran, e se apresentar em peças em Nova York, Londres e Paris. Em 1915, Jenny estrelou o filme The Call of the Dance, dirigido por George L. Sargent, e Rosie apareceu em The Lily and the Rose, produzido por D. W. Griffith. Em 1918, as gêmeas foram dirigidas por Leonce Perret em The Million Dollar Dollies (1918). As irmãs se aposentaram em 1927. Mais tarde, Jenny adotou dois órfãos húngaros (Klari e Manzi) e ficou gravemente ferida em um acidente automobilístico em 1933. Depois de sua recuperação, ela voltou para os Estados Unidos com suas filhas e se casou com Vinnisky. Jenny se suicidou em 1941, e Rosie morreu de um ataque cardíaco em 1970. Quando Rosie vendeu os direitos sobre a história das Irmãs Dolly para a Fox por $52 500, o estúdio foi proibido incluir no filme qualquer informação sobre a adoção de Klari e Manzi ou o suicídio de Jenny. Os registros do estúdio também revelam que o filme foi parcialmente baseado em uma biografia de quatorze página das irmãs, escrito por Rosie, bem como scrapbooks, correspondências e recortes de jornais fornecidos por ela.

A atriz Alice Faye foi considerada para interpretar "Jenny", mas desistiu de fazer outro musical, no entanto, e em vez disso apareceu no drama Anjo ou demônio?, a produção do filme foi adiada devido à gravidez de Betty Grable, e durante esse período a Fox considerou lançar outras atrizes, incluindo Gale Robbins, Janet Blair, Vivian Blaine, Patricia Romero e as gêmeas Dowling. Registros do estúdio indicam que Robert Wyler pode ter trabalhado no roteiro, apesar de sua contribuição para o filme não ser confirmada. John M. Stahl iria dirigir o filme, e Milton Berle interpretaria o "Professor Winnup", arquivos de jornais da época indicam que J. Edward Bromberg assinou com a 20th Century Fox para interpretar "Oscar Hammerstein" mas após protesto pelo neto de Hammerstein, Oscar Hammerstein II ele foi substituído por Robert Middlemass. As Irmãs Dolly marcou o retorno à tela do ator John Payne, que serviu no exército durante dois anos. S. Z. Sakall foi emprestado da Warner Bros. para a produção. O filme recebeu uma indicação ao Oscar pela canção I Can't Begin to Tell You, escrita por James Monaco e Mack Gordon. Monaco morreu no dia 16 de outubro de 1945 e As Irmãs Dolly foi o seu último trabalho no cinema.

Diversas ações relativas ao filme foram arquivadas, incluindo uma pelo compositor Jean Schwartz, que foi o primeiro marido de Rosie, Schwartz havia exigido $100 000 em danos, ele fez numerosas alegações, incluindo que sua carreira tinha sido prejudicada por não ter sido apresentado no filme. Uma ação foi indeferida em 1 de abril de 1947 pelo juiz Campbell E. Beaumont, que afirmou que Schwartz não poderia ter sido prejudicado por um filme em que ele se sequer é mencionado.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «As cotações da semana: "As Irmãs Dolly"». Rio de Janeiro: A Scena Muda. 26 de novembro de 1946. p. 41. Consultado em 3 de fevereiro de 2018 
  2. «The Encyclopedia of Vaudeville». Anthony Slide. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  3. http://www.afi.com/members/catalog/DetailView.aspx?s=&Movie=24389