My Blue Heaven

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
My Blue Heaven
Felizes no Paraíso (PRT)
Meu Pequeno Paraíso (BRA)
 Estados Unidos
1950 •  cor •  96 min 
Direção Henry Koster
Roteiro Claude Binyon
S.K. Lauren
Lamar Trotti
Gênero comédia, musical
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

My Blue Heaven (Felizes no Paraíso (título em Portugal) ou Meu Pequeno Paraíso (título no Brasil)) é um filme estadunidense de 1950 dirigido por Henry Koster. É estrelado por Betty Grable e Dan Dailey em seu terceiro filme feito em conjunto.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Kitty (Betty Grable) e Jack (Dan Dailey) são uma popular dupla artistas que trabalham no rádio e estão passando para a televisão. No entanto, por mais inebriante que seja o sucesso e seu progresso profissional, eles têm sentido que suas vidas seriam mais completas se tivessem filhos. Mas, quando decidem pela adoção, um processo complicado e cheio de desapontamentos, eles acabam tendo mais bebês do que esperavam.

Produção[editar | editar código-fonte]

De acordo com os registros de arquivo da Twentieth Century-Fox, o estúdio adquiriu os direitos da história inédita de S.K. Lauren chamada "Storks Do Not Bring Babies" em maio de 1949 por US$ 50 000. Em um memorando ao chefe do estúdio Darryl F. Zanuck, o produtor Sol Siegel, sugeriu Fred MacMurray como protagonista, porém Zanuck preferiu juntar novamente Betty Grable e Dan Dailey nos papéis principais.

Claude Binyon, foi sugerido para escrever o roteiro e dirigir o longa-metragem, mas acabou sendo escolhido para um outro projeto, e Henry Koster assumiu a direção. Registros do estúdio revelam que Phoebe e Henry Ephron escreveram retakes e cenas adicionais para o filme. Embora o ator Don Hicks tenha seu nome nos créditos na tela, sua participação no filme durante o lançamento não foi confirmada. É possível que ele tenha interpretado o pai do bebé "Morans" em uma sequência que mais tarde foi descartada pelo estúdio.

No final de maio de 1950, o nome de Mitzi Gerber foi mudado para Mitzi Gaynor, e "My Blue Heaven" foi o seu primeiro filme.

Adaptação[editar | editar código-fonte]

Em 25 de fevereiro de 1952, Betty Grable e Dan Dailey apareceram juntos em uma adaptação do filme no programa de rádio "Lux Radio Theatre".[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «My Blue Heaven (1950)». American Film Institute. Consultado em 28 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]