My Blue Heaven

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
My Blue Heaven
Felizes no Paraíso (PRT)
Meu Pequeno Paraíso (BRA)
 Estados Unidos
1950 •  cor •  96 min 
Direção Henry Koster
Roteiro Claude Binyon
S.K. Lauren
Lamar Trotti
Gênero Comédia, musical
Idioma inglês

My Blue Heaven (Felizes no ParaísoPOR ou Meu Pequeno ParaísoBRA) é um filme estadunidense de 1950 dirigido por Henry Koster. É estrelado por Betty Grable e Dan Dailey em seu terceiro filme feito em conjunto.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Kitty (Betty Grable) e Jack (Dan Dailey) são uma popular dupla artistas que trabalham no rádio e estão passando para a televisão. No entanto, por mais inebriante que seja o sucesso e seu progresso profissional, eles têm sentido que suas vidas seriam mais completas se tivessem filhos. Mas, quando decidem pela adoção, um processo complicado e cheio de desapontamentos, eles acabam tendo mais bebês do que esperavam.

Produção[editar | editar código-fonte]

De acordo com os registros de arquivo da Twentieth Century-Fox, o estúdio adquiriu os direitos da história inédita de S.K. Lauren chamada "Storks Do Not Bring Babies" em maio de 1949 por US$ 50 000. Em um memorando ao chefe do estúdio Darryl F. Zanuck, o produtor Sol Siegel, sugeriu Fred MacMurray como protagonista, porém Zanuck preferiu juntar novamente Betty Grable e Dan Dailey nos papéis principais.

Claude Binyon, foi sugerido para escrever o roteiro e dirigir o longa-metragem, mas acabou sendo escolhido para um outro projeto, e Henry Koster assumiu a direção. Registros do estúdio revelam que Phoebe e Henry Ephron escreveram retakes e cenas adicionais para o filme. Embora o ator Don Hicks tenha seu nome nos créditos na tela, sua participação no filme durante o lançamento não foi confirmada. É possível que ele tenha interpretado o pai do bebé "Morans" em uma sequência que mais tarde foi descartada pelo estúdio.

No final de maio de 1950, o nome de Mitzi Gerber foi mudado para Mitzi Gaynor, e "My Blue Heaven" foi o seu primeiro filme.

Adaptação[editar | editar código-fonte]

Em 25 de fevereiro de 1952, Betty Grable e Dan Dailey apareceram juntos em uma adaptação do filme no programa de rádio "Lux Radio Theatre".[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «My Blue Heaven (1950)». American Film Institute. Consultado em 28 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]