Ciclovia Tim Maia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ciclistas, cariocas e turistas desfrutam da nova Ciclovia Tim Maia no dia de sua inauguração, a via conta com 3,9 km e liga o Leblon a São Conrado (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Ciclovia Tim Maia é uma ciclovia no Rio de Janeiro, com 3,9 quilômetros de extensão, unindo os bairros do Leblon e São Conrado.[1] O nome da pista, além de uma homenagem ao cantor e compositor Tim Maia, é também uma referência à sua canção "Do Leme ao Pontal".

Inauguração[editar | editar código-fonte]

Foi inaugurada em 17 de janeiro de 2016. A pista acompanha o traçado da Avenida Niemeyer, beirando o mar. Interliga-se com a ciclovia que vai do Leblon até o Leme, e o projeto inclui sua extensão até a Barra da Tijuca, por meio de uma pista no Elevado do Joá.[2] Parte dela desabou na manhã de 21 de abril de 2016, matando 2 pessoas e ferindo 3.[3]

Trecho da ciclovia que desabou.

Custo[editar | editar código-fonte]

O custo do projeto é de $12.5 milhões de dólares americanos (R$45 milhões)[4]

Desabamento[editar | editar código-fonte]

Em 21 de abril de 2016, ondas fortes atingiram a ciclovia, provocando o desabamento de um trecho e causando duas mortes. As vítimas são Eduardo Marinho Albuquerque, 53 anos, e Ronaldo Severino da Silva, 60 anos. Foi revelado que a construtora responsável pela obra pertencia à família do secretário municipal de turismo, Antônio Pedro Figueira de Mello, o que levou a Câmara Municipal a tentar instaurar uma comissão parlamentar de inquérito para averiguar suposta fraude na licitação da obra, que foi questionada posteriormente na Justiça[5].[6] No dia 23 de fevereiro de 2018, o prefeito Crivella nomeou um dos indiciados para a presidência da RioUrbe[7].

Em 15 de fevereiro de 2018, outro trecho da ciclovia cedeu, desta vez devido às fortes chuvas.[8]

Referências

  1. Ciclovia da Niemeyer será inaugurada no domingo, no Rio. G1, 15 de janeiro de 2016
  2. Eduardo Paes inaugura ciclovia Tim Maia. ANTP, 17 de janeiro de 2016
  3. «Trecho de ciclovia inaugurada em janeiro desaba no Rio de Janeiro». UOL. 21 de abril de 2016. Consultado em 21 de abril de 2016 
  4. Felipe Dana e Renata Brito (21 de abril de 2016). «Bike lane falls in Brazil Olympic city, killing at least 2» (em inglês). bigstory.ap.org. Consultado em 24 de abril de 2016 
  5. «O toma-lá-dá-cá em torno da CPI das Olimpíadas, na Câmara». Extra Online. Consultado em 3 de junho de 2016 
  6. "Ligada a família do secretário de Turismo, ciclovia de R$ 44 mi cai e mata dois". O Dia. 21 de abril de 2016.
  7. «Crivella nomeia réu por mortes na queda da ciclovia Tim Maia para a presidência da RioUrbe». G1 
  8. "Ciclovia Tim Maia desaba novamente no Rio". G1. 15 de fevereiro de 2018.
Ícone de esboço Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.