Claudio Gentile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Claudio Gentile
Claudio Gentile
Gentile pela Juventus
Informações pessoais
Data de nasc. 27 de setembro de 1953
Local de nasc. Tripoli, Flag of Libya (1951-1969).svg Líbia
Apelido Gaddafi [1]
Informações profissionais
Posição Zagueiro (aposentado)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1971-1972
1972-1973
1973-1984
1984-1987
1987-1988
Itália Arona
Itália Varese
Itália Juventus
Itália Fiorentina
Itália Piacenza
34 (4)
34 (1)
283 (9)
70 (0)
20 (0)
Seleção nacional
1975-1984 Flag of Italy.svg Itália 71 (1)

Claudio Gentile (Trípoli, 27 de setembro de 1953) é um ex-jogador de futebol e treinador italiano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Era apelidado de Gaddafi por ter nascido na Líbia,[1] já uma ex-colônia italiana. Tornou-se conhecido pela dura marcação que exercia nos adversários. Foi na Juventus, onde jogou 11 anos, que fez mais sucesso, tendo conquistado no clube seis campeonatos italianos, duas Copa da Itália, uma Recopa Europeia e uma Copa da UEFA. Saiu do clube em 1984 e encerraria a carreira três anos depois, após passar por Fiorentina e Piacenza.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Apesar da fama de virulento que carregou ao longo da carreira, Claudio Gentile formou junto com Dino Zoff, Gaetano Scirea e Antonio Cabrini, um das linhas defensivas mais sólidas da história do esporte, culminando com a conquista da Copa do Mundo de 1982 na Espanha. Gentile jogou 450 partidas no total e curiosamente recebeu apenas um cartão vermelho, por ter posto a mão na bola.[1] Ele foi técnico da seleção sub-21 da Itália de 2000 a 2006, vencendo o Campeonato Europeu na edição de 2004.[2]

Referências

  1. a b c "Gaddafi 1 El Diego 0", Paul Simpson, FourFourTwo número 14, abril de 2010, Editora Cádiz, págs. 40
  2. «Elenco na Copa de 1978». Consultado em 2 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]