Franco Causio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Franco Causio
Informações pessoais
Nome completo Franco Causio
Data de nasc. 1 de fevereiro de 1949 (69 anos)
Local de nasc. Lecce, Itália
Altura 1,70 m
Informações profissionais
Posição Meia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1964–1965
1965–1966
1966–1968
1968–1969
1969–1970
1970–1981
1981–1984
1984–1985
1985–1986
1986–1988
Itália Lecce
Itália Sambenedettese
Itália Juventus
Itália Reggina
Itália Palermo
Itália Juventus
Itália Udinese
Itália Inter de Milão
Itália Lecce
Itália Triestina
Seleção nacional
1972–1983 Flag of Italy.svg Itália 63 (6)

Franco Causio (Lecce, 1 de fevereiro de 1949) é um ex-futebolista italiano que jogou na Juventus por muitos anos nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Considerado como um dos maiores alas da Itália, ao longo de sua carreira, ele recebeu o apelido de "The Baron"  por causa de seus movimentos elegantes no campo e sua educação fora dele.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Atuou por oito diferentes equipes na carreira, todas da Itália, mas identificou-se mais com a Juventus. Na Vecchia Signora, jogou de 1970 a 1981, chegando a pertencer ao clube também de 1966 a 1968, quando fora pouco aproveitado. Participou ativamente de uma das melhores décadas do clube, faturando seis vezes o campeonato italiano, o último deles em sua temporada de despedida, em 1980/81, depois dela transferindo-se para a Udinese. Participou também dos áureos tempos da equipe friulana, fazendo dupla com Zico.[1]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Causio, de bigode, no voo que levou os campeões de 1982 de volta à Itália. Na foto, está jogando cartas com o goleiro Dino Zoff (no banco ao seu lado), o presidente da Itália, Sandro Pertini (de óculos) e o técnico Enzo Bearzot, com a taça FIFA na mesa.

Causio jogou três Copas do Mundo pela Itália: na de 1974, a Squadra Azzurra decepcionou a caiu na primeira fase. Na de 1978, ficou na quarta colocação, assim como na Eurocopa 1980. Já como jogador da Udinese, Causio esteve também na de 1982. Veterano, ficou na reserva, entrando no final da decisão: para homengeá-lo, o técnico Enzo Bearzot o chamou, quando a partida já estava praticamente definida, colocando-o no lugar de Alessandro Altobelli aos 44 minutos do segundo tempo.[2]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Causio aposentou-se em 1988, na Triestina. Atualmente, trabalha na Sky italiana.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DVD Placar Coleção Grandes Craques – Zico, o Galinho de Ouro do Brasil
  2. a b "Como estão os campeões?", FourFourTwo número 14, abril de 2010, Editora Cádiz, pág. 44

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]