Combate de Palmar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Combate de Palmar foi um confronto da Guerra do Paraguai entre uma esquadra da Armada Brasileira e tropas do exército contra um grupo de soldados paraguaios no rio Paraguai, travado no dia 2 de setembro de 1866 e que resultou em vitória para os aliados.

O combate[editar | editar código-fonte]

Palmar era uma ilha do rio Paraguai próximo a estação de bloqueio da esquadra brasileira.[1] No dia 1 de setembro de 1866 o 2º Corpo do Exército comandado pelo Barão de Porto Alegre embarcou em navios da esquadra para desembarcar próximo das linhas defensivas de Curuzú.[2] Logo ao amanhecer do dia seguinte o couraçado Tamandaré, as bombardeiras Forte de Coimbra e Pedro Afonso, três chatas e os navios de madeira Araguaia, Beberibe, Greenhalg, Ivaí, Ipiranga, Araguari e Parnaíba iniciaram forte bombardeio da ilha e arredores, varrendo os defensores paraguaios que lá estavam.[1] Às 15h00 tropas de Porto Alegre desembarcam na ilha e iniciam um combate com os remanescentes dos defensores perdendo 70 homens, porém tiveram sucesso no desembarque.[2]

Referências

  1. a b Hernâni, Donato (1996). Dicionário das batalhas brasileiras 2a. ed. rev., ampliada e atualizada ed. São Paulo: Instituição Brasileira de Difusão Cultural. p. 384. ISBN 8534800340. OCLC 36768251 
  2. a b «Guerra da Tríplice Aliança VI – Campanha de 1866-1870 - Exército Brasileiro - Exército Brasileiro». www.eb.mil.br. Consultado em 23 de agosto de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre um conflito armado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.