Cominform

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cominform
Fundador Josef Stalin
Fundação 1947
Dissolução 1956
Sede Belgrado, Iugoslávia (1947-1948)
Bucareste,  Romênia (1948-1956)
Ideologia Comunismo
Marxismo-Leninismo
Estalinismo
Antecessor Comintern

O Cominform ou Kominform (em russo: Коминформ, abreviatura de Информационное Бюро Коммунистических и Pабочих Партий, transl. Informacionnoe Bjuro Kommunističeskich i Rabočich Partij; em português: "Escritório de Informação dos Partidos Comunistas e Operários") é o acrônimo usual para designar a organização internacional liderada pelo PCUS e cujo objetivo era promover o intercâmbio de informações e coordenar as ações dos vários partidos comunistas da Europa. De fato, o Cominform serviria como instrumento de política externa da URSS. Possuía seu próprio jornal (cujo título, em português, significava: Pela Paz Duradoura, pela Democracia Popular!) e encorajava a unidade dos partidos comunistas do mundo.

A criação da organização foi anunciada em 5 de outubro de 1947,[1][2][3] poucos dias depois da conferência dos partidos comunistas europeus, realizada entre 22 e 27 de setembro, em Szklarska Poręba, na Baixa Silésia polonesa. O encontro havia sido convocado por Stalin, para resolver divergências entre os governos do Leste Europeu quanto a comparecer ou não à conferência do Plano Marshall, em Paris, em julho de 1947. Na época, a maioria dos observadores ocidentais considerou a nova organização como a sucessora da Comintern, a Terceira Internacional ou Internacional Comunista , criada em 1919 e dissolvida pela URSS em 1943, em um esforço dos soviéticos para tranquilizar seus aliados ocasionais na Guerra - os Estados Unidos e a Grã-Bretanha.[4]

Inicialmente, o Cominform estabeleceu-se em Belgrado. Mas, após a exclusão da Iugoslávia da esfera soviética, em junho de 1948, a sede da organização foi transferida para Bucareste. A expulsão da Iugoslávia por acusação de titoísmo iniciou o período do Informbiro na história iugoslava.

O Cominform entrou em decínio depois de 1948, à medida que outros partidos comunistas, como o PCI, passaram também a questionar o controle do PCUS. Afinal, a organização foi oficialmente dissolvida em 1956, já no período da desestalinização promovida por Khrushchov, quando a URSS voltou a se aproximar da Iugoslávia.

Partidos membros [4][editar | editar código-fonte]

País Partido Notas
Bandeira da Bulgária Bulgária Partido Comunista Búlgaro
 Checoslováquia Partido Comunista da Checoslováquia
 França Partido Comunista Francês
Bandeira da Hungria Hungria Partido dos Trabalhadores Húngaros
 Itália Partido Comunista Italiano
Iugoslávia Liga dos Comunistas da Jugoslávia Expulso em 1948
 Polónia Partido Operário Unificado Polaco
Bandeira da Romênia Romênia Partido Comunista Romeno
Território Livre de Trieste Partido Comunista do Território Livre de Trieste Expulso em 1948
 União Soviética Partido Comunista da União Soviética

Referências

  1. Hoje na História: 1947 - É criado na Polônia o Cominform. Por Max Altman. Opera Mundi, 5 de outubro de 2010.
  2. The Socialist Party of Great Britain. From Comintern to Cominform. Artigo originalmente publicado pelo jornal Socialist Standard. n°519, novembro de 1947.
  3. The Evolution of the Cominform 1947-1950 The World Today vol. 6, n° 5. maio de 1950, pp. 213-228.
  4. a b This day in History. Jun 28, 1948: Yugoslavia expelled from COMINFORM

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • BELL, P.M.H. (2001) The World Since 1945. Londres: Arnold. pp.89.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]