Damn.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Damn)
Ir para: navegação, pesquisa
Damn
Álbum de estúdio de Kendrick Lamar
Lançamento 14 de abril de 2017 (2017-04-14)
(veja abaixo Histórico de lançamento)
Gravação 2016–17
Estúdio(s)
Gênero(s)
Duração 54:05 (Edição física)
54:54 (Edição digital)
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s)
Produção
Cronologia de Kendrick Lamar
Untitled Unmastered
(2016)
Singles de Damn
  1. "Humble"
    Lançamento: 30 de março de 2017 (2017-03-30)

Damn. (estilizado como DAMN.) é o quarto álbum de estúdio do cantor de hip hop estadunidense Kendrick Lamar. Foi lançado em 14 de Abril de 2017, pelas editoras discográficas Top Dawg Entertainment, Aftermath Entertainment e Interscope Records. O disco teve a produção executiva executada por Anthony "Top Dawg" Tiffith, Sounwave, DJ Dahi, Mike Will Made It e Ricci Riera.

A capa do álbum foi desenhada por Vlad Sepetov, que criou as capas de álbuns dos dois projetos anteriores de Lamar, To Pimp a Butterfly e Untitled Unmastered.

Lançamento e promoção[editar | editar código-fonte]

Em 23 de março de 2017, Lamar lançou um single promocional, intitulado "The Heart Part 4", que continha letras insinuando que 7 de abril seria a possível data de lançamento para seu quarto álbum de estúdio. Em 30 de março, o rapper lançou o primeiro single do álbum, intitulado "Humble", junto com seu videoclipe. Em 7 de Abril de 2017, o disco foi disponibilizado para pré-venda, tendo sido confirmado que o mesmo seria lançado em 14 de abril. Em 11 de Abril, Lamar revelou a a capa do álbum e que o mesmo se chamaria "DAMN.".

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 95/100[1]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4.5 de 5 estrelas.[2]
The A.V. Club A[3]
Chicago Tribune 3.5 de 4 estrelas.[4]
The Daily Telegraph 5 de 5 estrelas.[5]
Entertainment Weekly A[6]
The Guardian 5 de 5 estrelas.[7]
Mojo 4 de 5 estrelas.[8]
Pitchfork 9.2/10[9]
Rolling Stone 4.5 de 5 estrelas.[10]
Slant Magazine 4.5 de 5 estrelas.[11]

Após seu lançamento, Damn. foi aclamado pela crítica profissional. O site especializado em crítica musical e cinematográfica Metacritic avaliou o disco com 95 pontos em 100 possíveis, que dentro dos padrões do álbum é considerado "aclamação universal". Essa análise feita com base em 39 críticas.[12] O álbum obteve a maior pontuação do ano no Metacritic, tanto em termos de metascore e pontuação do usuário.[13] Dessa maneira, a pontuação do disco ficou a um ponto de alcançar To Pimp a Butterfly, do próprio Kendrick, o álbum de hip hop mais bem classificado em todo o site, ficando, assim, Damn. na sexta posição dos álbuns mais bem avaliados de sempre no Metacritic.[14]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

No Estados Unidos, Damn. estrou na liderança da Billboard 200, com 353 mil cópias vendidas e 340,6 milhões de fluxos de mídia, totalizando 603 mil unidades equivalentes a um álbum[15]

No Reino Unido, o álbum estreou na segunda posição da UK Albums Chart, vendendo 30 mil cópias.[16]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  • Créditos retirados da linha de notas oficial do disco.
DAMN.  — Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Blood"  
  • Bēkon
  • Tiffith
1:58
2. "DNA"   Mike Will Made It 3:05
3. "Yah"  
  • Duckworth
  • Mark Spears
  • Dacoury Natche
  • Tiffith
  • Sounwave
  • DJ Dahi
  • Tiffith
  • Bēkon[a]
2:40
4. "Element"  
  • Sounwave
  • Blake
  • Riera
  • Tae Beast[a]
  • Bēkon[a]
3:28
5. "Feel"  
  • Duckworth
  • Spears
Sounwave 3:34
6. "Loyalty" (com participação de Rihanna)
  • Duckworth
  • Natche
  • Spears
  • Terrace Martin
  • Tiffith
  • DJ Dahi
  • Sounwave
  • Martin
  • Tiffith
3:47
7. "Pride"  
  • Lacy
  • Tiffith
  • Bēkon[a]
4:35
8. "Humble"  
  • Duckworth
  • Williams II
Mike Will Made It 2:57
9. "Lust"  
5:07
10. "Love" (com participação de Zacari)
  • Duckworth
  • Zacari Pacaldo
  • Teddy Walton
  • Spears
  • Greg Kurstin
  • Tiffith
  • Walton
  • Sounwave
  • Kurstin
  • Tiffith
3:33
11. "XXX" (com participação de U2)
  • Mike Will Made It
  • DJ Dahi
  • Sounwave
  • Tiffith
  • Bēkon[a]
4:14
12. "Fear"  
7:40
13. "God"  
  • Riera
  • Sounwave
  • DJ Dahi
  • Bēkon
  • Cardo
  • Tiffith
4:08
14. "Duckworth"  
  • Duckworth
  • Patrick Douthit
  • 9th Wonder
  • Bēkon[a]
4:08
Duração total:
54:54

Notas

  • ↑[a] significa produtor adicional
  • Todas as faixas são estilizadas com seus títulos em letras maiúsculas, assim como o titulo do álbum.
  • "Blood" apresenta um trecho executado por Eric Bolling e Kimberly Guilfoyle presente na canção "Alright"
  • "Blood", "Yah", "Pride" e "God" apresentam vocais adicionais executados por Bēkon
  • "DNA" apresenta um trecho executado por Geraldo Rivera
  • "Element" e "Love" apresentam vocais adicionais executados por Kid Capri
  • "Feel" apresenta vocais adicionais executados por Chelsea Blythe
  • "Loyalty" apresenta vocais adicionais executados por DJ Dahi
  • "Pride" apresenta vocais de apoio executados por Anna Wise e Steve Lacy, e vocais adicionais executados por Bēkon
  • "Lust" apresenta vocais adicionais executados por Kaytranada e Rat Boy
  • "XXX" e "Duckworth" apresentam vocais adicionais executados por Bēkon e Kid Capri
  • "Fear" apresenta vocais adicionais executados por Charles Edward Sydney Isom Jr., Bēkon e Charles Duckworth

Créditos de samples

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região (País) Data Formato(s) Gravadora Ref.
mundo Mundial 14 de abril de 2017 [19]
21 de abril de 2017 CD [20]


Referências

  1. «Reviews and Tracks for DAMN. by Kendrick Lamar». Metacritic. Consultado em 17 de agosto de 2017 
  2. «DAMN. – Kendrick Lamar». AllMusic. Consultado em 21 de abril de 2017 
  3. «Kendrick Lamar takes on all comers with the sharp, streamlined Damn.». The A.V. Club. Consultado em 21 de abril de 2017 
  4. «Kendrick Lamar takes on life, death, near-misses and second chances in 'Damn.'». Chicago Tribune. Consultado em 21 de abril de 2017 
  5. «Kendrick Lamar is the star hip hop has been waiting for – Damn, review». The Daily Telegraph. Consultado em 21 de abril de 2017 
  6. «Kendrick Lamar's DAMN.: EW review». New York. Entertainment Weekly. Consultado em 21 de abril de 2017 
  7. «Kendrick Lamar: Damn review – more mellow but just as angry». The Guardian. Consultado em 21 de abril de 2017 
  8. «Kendrick Lamar: Damn.». Mojo. Consultado em 21 de abril de 2017 
  9. «Kendrick Lamar: DAMN.». Pitchfork. Consultado em 21 de abril de 2017 
  10. «Review: Kendrick Lamar Moves From Uplift to Beast Mode on Dazzling 'Damn.'». Rolling Stone. Consultado em 21 de abril de 2017 
  11. «Kendrick Lamar: Damn | Album Review | Slant Magazine». Slant Magazine. Consultado em 21 de abril de 2017 
  12. «Damn by Kendrick Lamar». Metacritic. Consultado em 16 de abril de 2017 
  13. "Best Music and Albums for 2017". Metacritic.
  14. "Best Music and Albums of All Time". Metacritic.
  15. Caulfield, Keith (22 de abril de 2017). «Kendrick Lamar Earns Third No. 1 Album on Billboard 200 Chart With Biggest Debut of 2017». Billboard. Consultado em 23 de abril de 2017 
  16. «Kendrick Lamar logs highest new entry on Official Albums Chart while Ed Sheeran sticks at Number 1». UK Albums Chart. Consultado em 21 de abril de 2017 
  17. «Kendrick Lamar's "Loyalty" Lyrics: Every verse to the 'Damn.' track featuring Rihanna». Mic (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2017 
  18. «Kendrick Lamar – DUCKWORTH.». Genius (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2017 
  19. «Damn by Kendrick Lamar on Apple Music». iTunes 
  20. «DAMN. by Kendrick Lamar: Amazon.co.uk: Music». Amazon.com