Dia Internacional da Menina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dia Internacional da Menina
Tipo Internacional
Data 11 de outubro
Início 11 de outubro de 2012
Frequência Anual

Dia Internacional da Menina (em inglês: International Day of the Girl Child) é celebrado em 11 de outubro. É uma data comemorativa declarada pela Organização das Nações Unidas.

O primeiro Dia Internacional da Menina foi celebrado em 11 de outubro de 2012. A celebração marca os progressos realizados na promoção dos direitos das meninas e mulheres adolescentes e reconhece a necessidade de se ampliar as estratégias para eliminar as desigualdades de gênero em todo o mundo.[1] Essas desigualdades incluem o acesso e o direito à educação, à nutrição, aos direitos legais e a cuidados médicos, e a proteção contra discriminação, violência e casamento infantil forçado.

História[editar | editar código-fonte]

A iniciativa do Dia Internacional da Menina começou com um projeto da Plan International, uma organização não-governamental, que opera em todo o mundo. A ideia de se criar um dia internacional para conscientizar sobre os direitos das meninas cresceu com a campanha global Por Ser Menina[2] (em inglês: Because I Am a Girl), da Plan International, que visa conscientizar a população mundial sobre o empoderamento das meninas de todo o mundo e, particularmente, em países em desenvolvimento, através da educação.

A Plan International do Canadá se aproximou do governo federal canadense para conseguir apoio de conscientização sobre a campanha a nível internacional. O Dia Internacional da Menina foi formalmente proposto como uma resolução pelo Canadá na Assembleia Geral das Nações Unidas. Rona Ambrose, ministra do Estatuto da Mulher do Canadá, patrocinou a resolução; uma delegação de mulheres e meninas fizeram apresentações em apoio à iniciativa na 55° Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher. Em 19 de dezembro de 2011, a Assembleia Geral das Nações Unidas votou para aprovar a resolução que adotou 11 de outubro de 2012 como o inaugural Dia Internacional da Menina.[3]

A resolução afirma que o Dia Internacional da Menina reconhece a capacitação e investimento nas meninas, que são fundamentais para o crescimento econômico, a realização de todos os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, incluindo a erradicação da pobreza e de extrema pobreza, bem como a participação significativa de meninas nas decisões que as afetam, são a chave para quebrar o ciclo de discriminação e violência e na promoção e proteção do pleno e efetivo gozo dos seus direitos humanos, e reconhece também que capacitar meninas requer a sua participação ativa nos processos de tomada de decisão e do apoio ativo e engajamento de seus pais, tutores legais, familiares e prestadores de cuidados, bem como de meninos e homens, e da comunidade em geral.[4]

A cada ano, o Dia Internacional da Menina tem um tema; o primeiro foi "Acabar com o Casamento Infantil";[5] o segundo, em 2013, foi "Inovando a Educação das Meninas";[6] o quarto, em 2014, foi "Empoderando Meninas Adolescentes: Quebrando o Ciclo da Violência";[7] em 2015, o tema é "O Poder das Meninas Adolescentes: Visões para 2030".[8]

Eventos pelo mundo[editar | editar código-fonte]

O Planetário Hamburg Welt-Mädchentag recebeu iluminação rosa para celebrar o Dia Internacional da Menina
A prefeitura da Finlândia recebeu iluminação rosa para celebrar o Dia Internacional da Menina

Vários eventos para promover o Dia Internacional da Menina são organizados na maioria dos países. Alguns são patrocinados pela Organização das Nações Unidas. Outros são organizados por diversas organizações não-governamentais locais. Para marcar o lançamento da campanha mundial Por Ser Menina (Because I am a Girl), vários monumentos no mundo inteiro foram iluminados de rosa, tais como o Empire State Building (Nova York), CN Tower (Toronto), Sony Building (Berlim), Niagara Falls (Ontário, Canadá), London Eye (Londres), A Pequena Sereia (Copenhagen) e outros quatro no continente asiático. No Brasil, a Plan International Brasil realiza diversos eventos como sessões de cinema, iluminação de monumentos, debates, passeatas e flash mob. Em São Paulo, a Plan International Brasil iluminou o Monumento às Bandeiras de rosa, na virada do dia 10 para o dia 11 de outubro de 2012. Em São Luís, a Pedra da Memória, obelisco datado de 1841, localizado à Avenida Beira-mar/Centro Histórico, sendo parte do conjunto arquitetônico da cidade Patrimônio da Humanidade, também recebeu iluminação rosa na virada do dia 10 para 11.

Referências

  1. «As Nações Unidas no Brasil». brasil.un.org. Consultado em 6 de outubro de 2020 
  2. «Por ser Menina». Plan International Brasil. 12 de março de 2018. Consultado em 6 de outubro de 2020 
  3. «Dia Internacional da Menina» 
  4. «United Nations Official Document». www.un.org. Consultado em 6 de outubro de 2020 
  5. «WHO | International Day of the Girl Child». WHO. Consultado em 6 de outubro de 2020 
  6. «WHO | International Day of the Girl Child». WHO. Consultado em 6 de outubro de 2020 
  7. «Gender equality». www.unicef.org (em inglês). Consultado em 6 de outubro de 2020 
  8. «International Day of the Girl Child». www.un.org. Consultado em 6 de outubro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]