Diocese da África

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja África (desambiguação).
Dioecesis Africae
Diocese da África
Diocese do(a) Império Romano
314432
Location of Diocese da África
Diocese da África por volta de 400
Capital: Cartago
Governador: vigário
Período : Antiguidade Tardia
 -  Reformas administrativas de Constantino I 314
 -  Chegada dos vândalos 429
 -  Vândalos saqueiam Cartago 432

A Diocese da África foi uma diocese do período final do Império Romano que incorporava todas as províncias romanas do norte da África com exceção da Mauritânia Tingitana, que estava subordinada à Diocese da Gália. Sua capital era Cartago e ela era parte da prefeitura pretoriana da Itália e África.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A diocese estava dividida em diversas províncias:

Tendo em mente a geografia moderna, a Diocese da África incluía toda a costa da Argélia e da Tunísia, mais algumas regiões montanhosas no interior e a metade ocidental da costa da Líbia.

História[editar | editar código-fonte]

A Diocese da África foi criada durante as reformas de Diocleciano e Constantino I no final do século III e foi destruída quando os vândalos a invadiram na década de 430. A organização provincial foi mantida sob o comando dos novos senhores e, depois que eles foram derrotados por Belisário na Guerra Vândala, as províncias da região foram novamente reagrupadas, mas desta vez na prefeitura pretoriana da África.

Referências[editar | editar código-fonte]