Honória (província romana)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Provincia Honorias
Província Honória
Província do(a) Império Bizantino

380–536
Location of Honória
Província Honória num mapa da Diocese do Ponto (ca. 400)
Capital: Claudiópolis
Governador: Praeses
Período : Antiguidade Tardia
 -  Separada da Bitínia e Paflagônia por Teodósio I 380
 -  Fundida à província da Paflagônia por Justiniano I 536

Honória (em grego: Ὁνωριάς) foi uma província romana do período tardio do Império Romano e que abrangia partes das regiões históricas da Bitínia e da Paflagônia, na Ásia Menor (Anatólia). Sua capital era Claudiópolis (a moderna Bolu) e seu governador tinha o cargo de praeses.

História[editar | editar código-fonte]

A Província Honória foi criada por Teodósio I e batizada em homenagem ao seu filho caçula, Honório. Ela era parte da Diocese do Ponto na Prefeitura pretoriana do Oriente e fazia fronteira com as províncias da Bitínia a oeste, com a Galácia Prima ao sul e com a Paflagônia para o leste. Nas reformas administrativas do imperador Justiniano I, ela foi fundida com a Paflagônia para formar uma nova província, também chamada de Paflagônia, mas governada por um praetor Iustinianus.

Além da capital, as maiores cidades e sés episcopais da província, listadas no Synecdemus, eram Prusias ad Mare e Tius.

Sés episcopais[editar | editar código-fonte]

As sés episcopais da província que aparecem no Annuario Pontificio como sés titulares são[1] :

Referências

  1. Annuario Pontificio 2013 (Libreria Editrice Vaticana 2013 ISBN 978-88-209-9070-1), "Sedi titolari", pp. 819-1013