Elfriede Jelinek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elfriede Jelinek Medalha Nobel
Nascimento 20 de outubro de 1946 (70 anos)
Mürzzuschlag, Estíria
Nacionalidade Áustria austríaca
Ocupação Novelista
Influências
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Literatura (2004)

Prémio Georg Büchner 1998

Magnum opus Lust

Elfriede Jelinek (Mürzzuschlag, 20 de outubro de 1946) é uma novelista e autora de peças de teatro austríaca.

Foi agraciada com o Nobel de Literatura de 2004, "por seu fluxo musical de vozes e contra-vozes em novelas e peças que, com extraordinário zelo linguístico, revela o absurdo dos clichés da sociedade e seu poder de subjugo". A escritora não foi receber o prémio na cerimónia de atribuição na capital sueca[1].

É uma figura polémica no seu país, com uma obra dedicada à crítica social. Explora os temas da violência e do poder na sociedade do consumo, da opressão feminina e da sexualidade.[2]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Lust (1992);
  • A Pianista (1994);
  • As amantes (2006);
  • Os excluídos (2008).

Referências

  1. Huffington Post (16 de Novembro de 2016). «Swedish Academy Confirms Bob Dylan Won’t Attend Nobel Prize Ceremony After All». Consultado em 17 de Novembro de 2016. 
  2. Agenda Cultural de Lisboa, Outubro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
John Coetzee
Nobel de Literatura
2004
Sucedido por
Harold Pinter


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.