Exploração Global das Telecomunicações

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde maio de 2014).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto(desde maio de 2014).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e direta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Sede do GCHQ, o equivalente britânico da NSA

Exploração Global das Telecomunicações ("Global Telecoms Exploitation", em inglês) é um programa de vigilância telefônica global e em massa da agência de inteligência britânica GCHQ[1][2][3][4][5].

O programa é um dos componentes de um programa maior denominado Tempora, que faz parte do sistema de vigilância global da NSA, revelado a partir de 2013 com base em documentos secretos publicados pelos jornais The Guardian fornecidos por Edward Snowden aos jornalistas Glenn Greenwald e Laura Poitras.

Em maio de 2014, Glenn Greenwald, no livro "Sem Lugar Para Se Esconder: Edward Snowden, a NSA e a Espionagem do Governo Americano"[6] , publicou documentos referentes ao programa[7], adicionais aos anteriormente publicados na imprensa ao redor do mundo.[8][9]

Sua existência foi revelada ao mesmo tempo que a do programa "Programa Dominando a Internet".[10][11]

Programa de vigilância Tempora[editar | editar código-fonte]

O programa Tempora tem dois componentes:

  • Programa Exploração Global das Telecomunicações [14][15]

Cooperação Internacional[editar | editar código-fonte]

Canadá[editar | editar código-fonte]

Em 30 de abril de 2007, John Adams, chefe da agência de inteligência canadense equivalente a NSA, o CSEC do Canadá, disse ao Parlamento do Canadá sobre os planos dos Cinco Olhos para dominar a Internet em cooperação com a NSA e outros aliados[16]:

"Queremos dominar a Internet. Esse é um desafio que nem uma instituição, sejamos nos ou a NSA, pode administrar por conta própria. Vamos tentar fazer isso em conjunto com os nossos aliados. John Adams"[17]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1] NSA pode escutar todas as chamadas telefônicas em qualquer pais estrangeiro (vídeo em espanhol)
  • [2] Der Spiegel Interativo - Documentos: Video sobre tecnologia de vigilância da NSA-Catálogo ANT (NSA)
  • [3] James Bamford: ‘A NSA hoje pode entrar na mente das pessoas’ , por Flávia Barbosa - O Globo - 19 de março de 2014.
  • [4] EUA espionaram milhões de e-mails e ligações de brasileiros. País aparece como alvo na vigilância de dados e é o mais monitorado na América Latina - O Globo - 6 de julho de 2013;
  • [5] Veja os documentos ultrassecretos que comprovam espionagem da presidência do Brasil. Arquivos foram obtidos com o ex-analista da NSA Edward Snowden.

Referências

  1. GCHQ taps fibre-optic cables for secret access to world's communications The Guardian - 21 de junho de 2013
  2. Jornal O Globo: Exploração Global das Telecomunicações Espionagem britânica interceptou cabos de fibra ótica - Jornal O Globo - 10 de julho de 2013.
  3. «Empresa que aderiu a monitoramento dos EUA atua no Brasil-Global Crossing tem foco em 13 cidades incluindo o Rio por Flávia Barbosa e Sérgio Matsuura». O Globo. 10 de julho de 2013 
  4. Centro de ciber-espionagem do Reino Unido é maior que o dos EUA Centro de ciber espionagem do Reino Unido é maior que o dos EUA Carta Maior - 27 de julho de 2013
  5. Prism and Tempora: the cabinet was told nothing of the surveillance state's excesses | Chris Huhne |The Guardian| 6 0utubro 2013
  6. "Sem Lugar para se esconder: Edward Snowden, a NSA e a espionagem do governo americano"- ISBN 9780771036781 - Editora Sextante pg 93 a 152
  7. No Place To Hide-Documentos-Compressed.pdf Documentos publicados por Glenn Greenwald - disponíveis online
  8. Jornalista relata bastidores do caso Snowden em livro Sem Lugar Para se Esconder: Edward Snowden, a NSA e a Espionagem do Governo Americano - Estadão - 14 de maio de 2014
  9. Jornalista do caso Snowden lança livro com novas espionagens da NSA - notícias em O Programa Sem Lugar para se Esconder: Edward Snowden, a NSA e a Espionagem do Governo Americano - Rede Globo - 13 de maio de 2014
  10. GCHQ taps fibre-optic cables for secret access to world's communications | UK news | The Guardian
  11. Global das Telecomunicações e Dominando a Internet - how GCHQ set out to spy on the world wide web | UK news | The Guardian
  12. GCHQ taps fibre-optic cables for secret access to world's communications, The Guardian, 21 de junho de 2013
  13. Espionagem britânica interceptou cabos de fibra ótica - Jornal O Globo - 21 de junho de 2013
  14. Mastering the internet: how GCHQ set out to spy on the world wide web, The Guardian, 21 de junho de
  15. UK espiona 600 milhōes de comunicacoes por dia - (Uk spies trawl 600m communications a day - Al Jazeera - 21 de junho de 2013
  16. Conheça o programa britânico de vigilância mundial "Dominando a Internet" - The Guardian - 21 de junho de 2013
  17. Defence, Issue 15, Evidence Parlamento do Canadá, Comitê de Defesa - April 30, 2007]