F-Zero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
F-Zero
Produtora(s) Nintendo
Editora(s) Nintendo
Designer(s) Shigeru Miyamoto
Plataforma(s)
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Jogo de corrida
Modos de jogo Single player
Classificação Permitido para todas as idades i ESRB (América do Norte)
Média Cartucho de 4-megabit

F-Zero é um jogo de corrida futurista de SNES desenvolvido pela Nintendo e publicado pela mesma em 1990 no Japão e em 1991 nos Estados Unidos[1]. É o primeiro título da série de videojogos e foi relançado no Virtual Console para Wii[2], Wii U[3] e 3DS[4].

O jogo se passa em 2560, quando o constante contato com formas alienígenas deu origem a um rico mercado intergalático. O F-Zero foi uma competição criada pelos magnatas da época que queriam criar um evento equiparável à Fórmula 1, mas em escala intergalática.[5]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Em F-Zero, o objetivo do jogador é competir em um Grand prix, chegando dentro das primeiras posições a fim de não ser desqualificado. Em cada volta percorrida, as posições qualificatórias diminuem em número e, para cada pista completada sem ser desqualificado, o corredor ganha pontos de acordo com a posição em que terminou. O jogador ainda recebe veículos reservas quando amontoa 10, 20 ou 30 mil pontos. Ganha o competidor que possuir mais pontos no final do torneio.[5]

Representação das classes e ligas em F-Zero. Da líga mais fácil à mais difícil: Knight(Cavaleiro), Queen(rainha), King(rei). Da classe mais fácil à mais difícil: Begginer(Iniciante), Standard(Médio), Expert(Profissional) e Master(mestre).
Representação das classes e ligas em F-Zero.

O jogador pode escolher dentre quatro personagens para percorrer o Grand prix, cada um possuindo veículo próprio com configurações distintas. Cada veículo dispõe de uma barra de energia que se esgota com colisões ou desgastes sofridos pelo veículo e se renova com o tempo passado em pistas laterais (próximas à chegada). Quando a barra de energia do veículo chega ao fim, o competidor é desqualificado e pode percorrer a pista novamente enquanto possuir veículos reservas. Quando o veículo completa uma volta no circuíto, o corredor recebe um turbo podendo acumular até três em cada corrida.[5][6]

O jogo dispõe de quinze pistas divididas em três ligas, além de três níveis de dificuldade, estes chamados de classes. Quando o jogador completa a última classe pode ainda disputar mais um nível de dificuldade.[5][7] As pistas de F-Zero possuem armadilhas e plataformas de turbo e pulo, além de uma área de reabastecimento de energia que fica sempre próxima à chegada.[3] O uso do Mode 7 em F-Zero foi configurado de modo que revelasse a maior parte circuíto.[8]

Desenvolvimento e distribuição[editar | editar código-fonte]

F-Zero foi desenvolvido pela Nintendo EAD tendo como diretor Shigeru Miyamoto.[9] O jogo, assim como outros títulos de lançamento, usa a tecnologia Mode 7, configurada em F-Zero ao ponto de maximizar a visão do jogador. A tecnologia pseudo-3D usada no video-jogo rotaciona o cenário em volta de um ponto, imitando um comportamento tridimensional.[1][8][9]

F-Zero foi distribuído pela própria Nintendo e lançado em 1990 ao lado de Pilotwings e Mario Kart, que também usam o mode 7.[9] Foi distribuído nos Estados Unidos no ano conseguinte ao lançamento japonês e relançado para virtual console em 2006 para Wii, 2013 para Wii U e 2016 para 3DS.[2][3][10]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Edições do jogo F-Zero.». F-Zero Game Editions. IGN. Consultado em 2 de novembro de 2016.. 
  2. a b «F-Zero Virtual Console Wii». F-Zero Wii. Nintendo. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  3. a b c «F-Zero Virtual Console Wii U». F-Zero Wii U. Nintendo. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  4. «F-Zero Virtual Console 3DS». F-Zero 3DS. Nintendo. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  5. a b c d F-Zero Instruction Booklet (em inglês) (Estados Unidos: Nintendo). Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  6. M. Thomas, Lucas (26 de janeiro de 2007). «Análise F-Zero IGN». F-Zero VC Review. IGN. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  7. «Dicas e Códigos F-Zero». F-Zero Cheats. CGN. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  8. a b Stewart, Zolani (28 de março de 2016). «Análise Kotaku». F-Zero Changes Racing On The Super Nintendo. Kotaku. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  9. a b c «Defying gravity: Remembering F-Zero 10 years on». RedBull. Consultado em 4 de novembro de 2016. 
  10. «F-Zero Wii IGN». F-Zero Review. IGN. Consultado em 4 de novembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.