Fercal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Região Administrativa de Fercal
Região Administrativa XXXI
Fundação: 11 de setembro de 1956 (61 anos)
Lei de criação: 4745 de 29 de janeiro de 2012[1]

Sem mapa

Limites: Sobradinho (sul e oeste) e Sobradinho II (norte e leste)
Distância de Brasília: 23,7 km
Administrador(a): Charles de Magalhães Araújo Junior
Área  
 - Total km²
População  
 - Total 8.536[2] habitantes '
Site governamental www.fercal.df.gov.br

Fercal é uma região administrativa do Distrito Federal brasileiro.

História[editar | editar código-fonte]

Fercal nasceu em meados de 1956, mas foi em 1961 a partir da autorização[3] do então Presidente do Brasil na época, Juscelino Kubitschek, para Manoel Demóstenes instalar uma mineradora, a Sociedade Fertilizantes Calcáreos Ltda (Fercal), na então denominada Fazenda Sobradinho,[4] pertencente ao município de Planaltina, em Goiás, (a Fazenda Sobradinho teve vários donos e já existia em 1854)[5] que a região teve maior crescimento. Com a instalação dessa mineradora na região, teve-se a oferta de emprego como atrativo para pessoas que vinham de todas as regiões do país, principalmente da região nordeste do país, povoando-a e dando-lhe o nome da mineradora.

Atualmente a região é conhecida por ter duas grandes fábricas de cimento, a Ciplan Cimento Planalto,[6] uma das maiores produtoras de cimentos do Centro-Oeste, fundada em 1968[7] e a Votorantim Cimentos Unidade Sobradinho, fundada em 1972,[8] que faz parte do Grupo Votorantim, um dos dez principais produtores de cimento do mundo e líder no setor cimenteiro no Brasil.[9] Além das fábricas de cimento, a região possui grande concentração de usinas de asfalto e mineradoras.

A Fercal já fez parte de outras duas regiões administrativas, Sobradinho (de 1964[10] até 2004[11]) e posteriormente de Sobradinho II (de 2004 a 2012[12]), mesmo período em que se teve uma Gerência Regional. Tornou-se uma região administrativa em 29 de janeiro de 2012.

Situada em uma região serrana, mesmo tendo uma administração própria, a Fercal é considerada parte da cidade de Sobradinho (também conhecida como cidade serrana). É entendida por muitos como Setor Habitacional Fercal,[13] tendo vínculo administrativo com Sobradinho II, pois ambas as regiões atualmente possuem o mesmo administrador regional. Tiveram administradores diferentes por apenas 2 anos (de 2012 a 2014).

Comunidades Habitacionais da Fercal (no mapa da região administrativa de Sobradinho)

A Fercal é formada por 14 comunidades habitacionais, por nome de Rua do Mato, Bananal, Engenho Velho, Alto Bela Vista, Fercal Leste, Fercal Oeste, Boa Vista, Caatingueiro, Ribeirão, Queima Lençol, Lobeiral, P.A. Contagem, Córrego do Ouro e Sonhém de Cima. Segundo estudos realizados pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), em 2013, a região possuía uma população urbana de cerca de 8 536 habitantes.[14] Tem como característica principal possuir moradores de longa data, onde a maioria dos habitantes, conhecem uns aos outros. É também, um dos únicos lugares do DF em que mais da metade dos moradores trabalham na própria região.[15]

Córrego do Ouro[editar | editar código-fonte]

A atual região norte do Distrito Federal, por volta de 1750, período em que nascia o atual estado de Goiás, foi caminho de passagem de sertanistas e expedições à procura de ouro. Urbano Couto Menezes[16] viveu entre 1700 e 1772, tendo forte ligação com a história das localidades de Pirenópolis e Santo Antônio do Descoberto, ambas em Goiás e Taguatinga, no Distrito Federal. Em 1750, Urbano descreveu "o famoso 'Roteiro do Urbano' enviado ao trono português, dando conta de riquíssimas minas de ouro no norte do atual Distrito Federal, jamais reveladas e desde então objeto mítico do imaginário popular".[16] Há diversas evidências de que Urbano tenha passado pelo Córrego do Ouro, além do sugestivo nome, perto dos povoados de Córrego do Ouro e Caatingueiro, existiu uma fazenda chamada Santa Cruz do Urbano.[17]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Diário Oficial do Distrito Federal» (PDF). Portal do GDF. 29 de janeiro de 2012. Consultado em 26 de março de 2012. 
  2. Pesquisa Distrital de Amostra Domiciliar 2010/2011
  3. Presidência da república (26 de janeiro de 1961). «Decreto nº 50.131». Senado 
  4. Presidência da república (24 de janeiro de 1961). «Decreto nº 50.022». Senado 
  5. «Fazenda Sobradinho». Administração Regional de Sobradinho 
  6. «A empresa». Ciplan 
  7. «Histórico». Ciplan 
  8. 90 anos (PDF). [S.l.]: Memorial Votorantim 
  9. «Perfil». Votorantim 
  10. Congresso nacional (1964). «Lei de Criação das Regiões Administrativas». Presidência da república 
  11. «Criação da Região Administrativa de Sobradinho II». TCDF. 2004 
  12. «Criação da Região Administrativa Fercal». TCDF. 2012 
  13. «Setor Habitacional Fercal-Sobradinho». CEP consulta. Consultado em 26 de julho de 2015. 
  14. Pesquisa Distrital por Amostras de Domicílios (PDAD) (PDF). [S.l.]: CODEPLAN. 2013. p. 16) 
  15. «Fercal tem maioria dos moradores trabalhando na própria região». CODEPLAN 
  16. a b «Urbano Couto Menezes (1700-1772)». Aplam. Julho de 2014 
  17. «Roteiro do Urbano». Cata ouro 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fercal
Ícone de esboço Este artigo sobre regiões administrativas do Distrito Federal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.