Fonética forense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A fonética forense é uma Ciência forense e um procedimento perícial que atua elementarmente na transcrição de conversas telefônicas e outros tipos de áudio.

Esse setor integra geralmente as áreas de perícia da polícia civil, mas também pode atuar de modo privado. As principais atividades são a transcrição de dados de áudio e processamento dos dados de áudio. Entre as ferramentas utilizadas, estão softwares como o Sound Forge e o Col Edit. É um tipo de perícia que exige muito tempo de trabalho, principalmente quando os dados a serem transcritos são de baixa qualidade.[1]

A Fonética é um meio que pode ser utilizado para identificação humana, pois na fala estão contidos traços característicos de um indivíduo, da sua origem regional e social, do seu estado emocional momentâneo e outras informações que podem ser inferidas a partir do material de fala. A utilização da Fonética na área forense é necessária para a solução de crimes em relação aos quais existam vozes registradas em algum tipo de mídia.[2]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências