Francisca Herrera Garrido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisca Herrera Garrido
Nascimento Francisca Herrera Garrido
6 de março de 1869
Corunha, Galiza
Morte 4 de novembro de 1950 (81 anos)
Corunha, Galiza
Nacionalidade Espanha espanhola
Ocupação Escritora, poetisa

Francisca Herrera Garrido (Corunha, 6 de março de 1869Corunha, 4 de novembro de 1950) foi uma escritora e poetisa galega, primeira mulher eleita acadêmica na Real Academia Galega.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida na cidade da Corunha, pertencia a uma rica família aristocrática galega, e viveu parte de sua vida em Madrid. Apesar de ter escrito primariamente em Galego,[1] ela também escreveu algumas obras em castelhano. Uma contemporânea de Sofía Casanova,[2] foi Rosalia de Castro que serviu-lhe como modelo literário.[3] Conservadora e religiosa, ela "foi uma das primeiras mulheres a publicar uma narrativa em galego".[4] A sua obra mostra uma grande riqueza linguística, fazendo uso de vocabulário rico e impecável.[5] Foi a primeira mulher nomeada para membro permanente da Real Academia Galega, e foi homenageada no Dia das Letras Galegas de 1987.[6]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Sorrisas e bágoas (poemário em galego; Madrid, 1913).
  • Almas de muller...¡volallas n'a luz! (poemário em galego; A Corunha, 1915).
  • Frores do noso paxareco (poemário em galego; ¡Terra a Nosa! nº 11, A Corunha, 1919).
  • Néveda (novela em galego, 1920).
  • A neta de naipera (novela em galego; Nós, 20 de agosto de 1921).
  • A ialma de Mingos (novela em galego; Editorial Céltiga, 1922).
  • Pepiña (novela em castelhano, Editorial Marineda, Madrid, 1922).
  • Martes de Antroido (novela em galego; Lar, 1925; portada de Camilo Díaz).
  • A muller galega (ensaio; Nós, 15 de agosto de 1925; escrito em Oleiros ou 28 de marzo de 1916).
  • Réproba (novela em castelhano, 1925).
  • Familia de lobos: la novela del obrero (novela em castelhano, 1928).

Referências

  1. Galerstein, Carolyn L.; McNerney, Kathleen (1 de Janeiro de 1986). Women Writers of Spain: An Annotated Bio-bibliographical Guide. [S.l.]: Greenwood Publishing Group. pp. 349–. ISBN 978-0-313-24965-5 
  2. Pérez, Janet (1996). Modern and Contemporary Spanish Women Poets. [S.l.]: Twayne Publishers. ISBN 978-0-8057-4627-3 
  3. Pérez, Janet (1988). Contemporary women writers of Spain. [S.l.]: Twayne Publishers. p. 22. ISBN 978-0-8057-8229-5 
  4. Pérez, Janet; Ihrie, Maureen (2002). The Feminist Encyclopedia of Spanish Literature: N-Z. [S.l.]: Greenwood Publishing Group. pp. 576–. ISBN 978-0-313-32445-1 
  5. Ricardo Carballo Calero, Historia da Literatura Galega Contemporánea, Vigo, 1975, pp. 494-495
  6. «Unha carta de Francisca Herrera Garrido» (em Galician). Real Academia Galega. Consultado em 17 de Maio de 2014