Martim Codax

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Martim Codax ou Martín Codax (meados do século XIII - início do XIV) foi um jogral (artista itinerante de origem popular, típico da Idade Média) galego.

Pouco se conhece acerca da sua biografia, a começar pela sua origem. Acredita-se que seja oriundo do sul da Galiza - de Vigo, uma vez que, em seus poemas, há numerosas referências a esta cidade - ou da ilha de São Simão, em Redondela.

Obra[editar | editar código-fonte]

O pergaminho Vindel, manuscrito das cantigas de amigo de Martín Codax. The Morgan Library & Museum, Nova York (Vindel MS M979).

As suas composições são consideradas das mais importantes da lírica trovadoresca galaico-portuguesa, embora o corpus literário a ele atribuído se limite a sete cantigas de amigo[1] que figuram em dois dos três cancioneiros da lírica galego-portuguesa: o Cancioneiro da Vaticana e o Cancioneiro da Biblioteca Nacional, e ainda no pergaminho Vindel, onde figura o seu nome como autor das composições. A descoberta desse pergaminho foi casual: em 1914, o bibliógrafo Pedro Vindel, em princípios do século XX encontrou-o em sua biblioteca, servindo de folha de guarda a um volume do De officiis de Cícero. Os poemas de Martim Codax que figuram no pergaminho não têm título, sendo citados pelo seu primeiro verso. São os seguintes:

No pergaminho Vindel, conserva-se também a notação musical destas cantigas. Durante largo tempo foi este o único testemunho conservado da música dos trovadores galego-portugueses.[2]

Em 1990, a estas músicas veio juntar-se um outro testemunho musical, o das sete cantigas de amor de D. Dinis conservadas no chamado Pergaminho Sharrer, encontrado pelo professor H. Sharrer na Torre do Tombo, em Lisboa.[3]

Na Galiza dedicou-se-lhe o prémio do "Dia das Letras Galegas" do ano 1998 (junto com Joam de Cangas e Meendinho).

Notas

  1. Rip Cohen. 500 Cantigas d’ Amigo: Edição Crítica / Critical Edition. Porto: Campo das Letras, 2003, pp. 513-519
  2. Ferreira, Manuel Pedro (1986), O Som de Martim Codax, Imprensa Nacional Casa da Moeda.
  3. Ferreira, Manuel Pedro (2005), Cantus Coronatus: 7 Cantigas D'El-Rei Dom Dinis, Edition Reichenberger, Kassel.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Martim Codax