Manuel Leitão de Avilez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Manuel Leitão de Avilez (Portalegre, século XVI - Granada, 1630) foi um compositor português do Renascimento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sacra Capela do Salvador do Mundo em Úbeda
Capela Real de Granada
Sacra Capela do Salvador do Mundo em Úbeda e Capela Real de Granada

Manuel Leitão de Avilez nasceu em Portalegre em data desconhecida.[1][2] Foi moço de coro da Catedral de Portalegre, onde foi discípulo de António Ferro.[1][2]

Tornou-se eventualmente mestre da Sacra Capela do Salvador do Mundo em Úbeda antes de 1601. Candidatou-se por duas vezes ao cargo de mestre de capela da Capela Real de Granada em 1601 e 1603. A segunda foi bem sucedida e, assim, ocupou o posto até à sua morte em 1630.[1]

Alcançou alguma fama tanto em Espanha como Portugal, então sob a mesma coroa. Apesar da condição de expatriado conseguiu manter ligações profissionais com Portugal nomeadamente outros músicos e compositores, alguns como ele a viver em Espanha. Escreveu, aliás, uma missa chamada Salva Theodosium em honra do duque de Bragança D. Teodósio II, pai do que viria a ser rei João IV de Portugal.[1]

Escreveu várias missas, motetes e outras obras religiosas como cançonetas para as matinas do Natal.[1] Duas missas da sua autoria eram preservadas na Real Biblioteca de Música de D. João IV, ambas foram perdidas.[3][2] As obras que dele nos chegaram encontram-se em manuscritos na Capela Real de Granada.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • "Adjuva nos" a 3vv[1]
  • "Adjuva nos" a 4vv[1]
  • "Domine non secundum"[1]
  • "In jejunio"[1]
  • "Incipit lamentatio Jeremiae" a 4vv[1]
  • "Non est inventus" a 4vv[1]

Obras perdidas[editar | editar código-fonte]

  • "Missa Ave Virgo Santissima" a 8 vv[1][3]
  • "Missa Salva Theodosium" a 12 vv[1][3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n Rees, Owen (2004-2005). «Manuel Leitão de Avilez in Andalucia». Revista Portuguesa de Musicologia (14-15): 187-208. ISSN 2183-8410 
  2. a b c Machado, Diogo Barbosa (1741). Bibliotheca Lusitana. Lisboa: Oficina de António Isidoro da Fonseca 
  3. a b c Primeira Parte do Index da Livraria de Música do Muito Alto, e Poderoso Rei Dom João o IV, Nosso Senhor. Porto: Imprensa Portuguesa. 1649