Marcos Soares Pereira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marcos Soares Pereira (Caminha, século XVI – Lisboa?, 1655) foi um compositor português e mestre da Capela Real. Era irmão do famoso compositor João Lourenço Rebelo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Marcos Soares Pereira nasceu em Caminha muito provavelmente no final do século XVI, filho de João Soares Pereira e Maria Lourenço Rebelo.[1] Pouco se conhece sobre os seus estudos musicais e quando ou onde foi ordenado sacerdote. Em 1624 foi admitido como cantor capelão no Paço Ducal de Vila Viçosa, a sede ancestral dos duques de Bragança, o mais importante título entre os nobres portugueses em meados do século XVII.[2] Em 1629, Soares Pereira substituiu Roberto Tornar como mestre de capela.[3]

Com a restauração da Independência e o fim da Dinastia Filipina no 1.º de dezembro de 1640, D. João, duque de Bragança tornou-se rei de Portugal e a sua capela, tornando-se real foi movida de Vila Viçosa para Lisboa. Em 1641 com o aposentamento de Filipe de Magalhães, Marcos Soares Pereira foi designado mestre da Capela Real, posição que ocupou até à sua morte em 1655.[3]

Obra[editar | editar código-fonte]

Nenhuma obra musical da sua autoria sobreviveu até à atualidade, provavelmente perdida aquando o sismo de Lisboa de 1755 com a destruição da Biblioteca Real de Música. Contudo, como o seu catálogo subsiste de forma parcial, são conhecidas algumas das obras que compôs, ao todo 58: 54 vilancicos, 4 salmos (Confitebor, Beatur vir, Laudate Pueri e Laudate Dominum).[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.caminha2000.com/jornal/n516/cmcg.html
  2. http://ecultura.sapo.pt/DestaqueCulturalDisplay.aspx?ID=575
  3. a b c José Augusto Alegria, História da Capela e Colégio dos Santos Reis Magos, Fundação Calouste Gulbenian, 1983, p.162