Constança Capdeville

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Constança Capdeville
Informação geral
Nascimento 16 de março de 1937
Origem Barcelona, Espanha
País Portugal
Data de morte 4 de fevereiro de 1992 (54 anos)
Caxias, Oeiras,  Portugal
Instrumento(s) Piano
Período em atividade 1970 - 1992

Constança Capdeville ComSE (Barcelona, 16 de Março de 1937 - Oeiras, Caxias, 4 de Fevereiro de 1992) foi uma compositora, pianista e percussionista portuguesa.

Vida[editar | editar código-fonte]

Constança Capdeville iniciou os estudos musicais em Barcelona antes de se estabelecer permanentemente em Portugal a partir de 1951, devido a condicionantes político-sociais decorrentes da Guerra Civil de Espanha. Constança Capdeville prosseguiu os estudos superiores no Conservatório Nacional de Música de Lisboa, cursando piano com Varela Cid e composição com Jorge Croner de Vasconcelos. Formou-se em interpretação de música antiga (transcrição, instrumentação, prática de clavicórdio e acompanhamento pianístico) através de cursos ministrados por Macario Santiago Kastner (1908-1992).

Constança Capdeville notabilizou-se ainda no ensino da composição, nomeadamente na Academia de Música de Santa Cecília, no Conservatório Nacional de Lisboa, na Escola Superior de Música de Lisboa e no Departamento de Ciências Musicais da Universidade Nova de Lisboa.

A 10 de Junho de 1992, a título póstumo, foi-lhe atribuído o Grau de Comendadora da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[1][2]

O seu espólio musical encontra-se, desde 22 de Setembro de 2012, na Biblioteca Nacional de Portugal.[3]

Homenagem[editar | editar código-fonte]

Possui desde 1993 uma rua com o seu nome na Ameixoeira, Lisboa.

Catálogo Musical (Selecção)[editar | editar código-fonte]

Música de Palco:

  • Teatro Musical: Uma hora com Igor Stravinsky, 1980; Vamos satiar I, II, III (sobre música e textos de E. Satie), 1981–5; Don’t Juan, 1985; Fe … de … ri … co … (50 aniversário da morte de F. García Lorca), 1987; The Cage (sobre musica e textos de J. Cage), 1988; Para um Stabat mater, 1988; Erik Satie, com toda a gente, 1989; Wom, wom Cathy (Para Cathy Berberian), 1990.
  • Ballet: Libera me, 1979; Dimitriana, 1979; Lúdica, 1980; Viva Picasso!, 1982; Só longe daqui, 1983; Zooalógica, 1984; As troianas, 1985; Fado, 1990, collab. C. Zingaro.
  • Música de Cena: Conversa entre um contrabaixo e uma inquietaçäo (M. Cintra), 1988; La prose du transsibérien et de la petite Jeanne de France (B. Cendrars), 1988; Silêncio, depois (S. Beckett), 1990.
  • Música para Cinema: Cerro maior (dir. L. Filipe Costa), 1979; Solo de violino (dir. M. Rüttler), 1990.
  • Outra música de palco: Molly Bloom (J. Joyce), 1981; A casa de Bernarda Alba (Lorca), 1983; Pilades (P.P. Pasolini), 1986.

Outras Obras:

  • Orquestra: Diferenças sobre um intervalo, 1967; … Et maintenant, écoute la lumière, 1990.
  • Côro e instrumento solista: Variações sobre o nome de Stravinsky, org, 1962; Sonata concertante, trbn, pf, 1963; Momento I, fl, hp, perc, vn, va, vc, 1972, rev. 1974; Mise-en-requiem, fl, hp, vn, va, vc, pf, perc, tape, 1979; In sommo pacis (One for Nothing), ob, va, db, pf, 1980; Amen para uma ausência (ob, va, db, pf)/(solo v, db, inst ens), 1986; Valse, valsa, vals: Keuschheits Waltz, db, pf, 1987, arr. pf solo, 1987; Border Line, t sax, 1988; Di lontan fa specchio il mare (Joly Braga Santos, in memoriam), inst ens, 1989; 1+1+1+1, 4 db, 1989.
  • Música Vocal: … Vocem meam, 1v, 2 timp, 1985.
  • Multimédia: Libera me, chorus, pf, perc, tape, lights, 1979; Memoriae, quasi una fantasia I, 2 db (1 player), pf (2 players), 7–15vv, tape, lights; Esboços para um Stabat mater, fl, tpt, gui, hp, vn, va, vc, pf, perc, tape, lights, dancer, 1981; Double, low v, pf, vc, tape, lights, 1982; Avec Picasso, ce matin, pf, tape, lights, 1984; Um quadrado em redor de Simbad, fl, pf, vib, actor, dancer, light, 1986.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • AA. VV. (2012), "Constança Capdeville: 1937-1992", Glosas, n.º 6, Setembro, pp. 12-41, MPMP.
  • Carvalho, Mário Vieira de (1990), "A música: do surto inicial à frustração do presente", in Portugal Contemporâneo, vol. 6, p. 359.
  • Cruz, Gabriela (2001), "Capdeville, Constança", in The New Grove Dictionary of Music and Musicians, 2ª edição, Londres, MacMillan.
  • Ferreira de Castro, Paulo (1992), Notas in Programa dos XVI Encontros Gulbenkian de Música Contemporânea, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian.
  • Miranda, Gil (1997), "Libera me by Constança Capdeville", in Extempore, vol. VIII/2, Summer, pp. 18-32.
  • Pontes Leça, Carlos de (1977), "Entrevista a Constança Capdeville", in Programa do Ballet Gulbenkian, Lisboa.
  • Serrão, Maria João (2006), Constança Capdeville: Entre o Teatro e a Música, Edições Colibri e CESEM.
  • Serrão, Maria João (2010), "Capdeville, Constança", in Enciclopédia da Música em Portugal no Séc. XX, vol. 1, pp. 235-238, Círculo de Leitores e Temas e Debates.

Referências

  1. Cf. Constança Capdeville no Centro de Investigação e Informação da Música Portuguesa.
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Constança Capdeville". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2015-11-26. 
  3. http://www.bnportugal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=743%3Aespolio-de-constanca-capdeville-doado-a-biblioteca-nacional-de-portugal-&catid=49%3Aaquisicoes&Itemid=775&lang=pt

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.