Dom Brás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dom Brás C.R.S.A. (séc. XVI – Grijó, 4 de julho de 1582) foi um religioso português, compositor durante o período do Renascimento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mosteiro de Santa Cruz
Mosteiro de Grijó
Mosteiros de Santa Cruz e de Grijó

Da biografia de Dom Brás pouco se conhece. Foi sacerdote professo do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Como homem da Renascença dedicou-se a múltiplos ofícios, artes e ciências como a Música, Matemática, Escultura (em metal, madeira, marfim e pedra), Relojoaria e línguas antigas (grega, latina e hebraica).[1]

Compôs muitas missas, motetes, magnificats entre outros trabalhos. Morreu, já em idade avançada no Mosteiro de Grijó em 4 de julho de 1582.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • "Alelluia" (4 versões) a 3 e 4vv
  • "Salve gemma confessorum" a 4vv[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Azevedo, Pedro de (1918). «Rol dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho por D. Gabriel de S. Maria». Boletim da Segunda Classe - Actas e pareceres, estudos, documentos e noticias. XI 
  2. «Dom Brás». Portuguese Early Music Database 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]