Glover Teixeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Glover Teixeira
Glover Teixeira.jpg
Glover Teixeira
Informações
Nome de
nascimento
Glover Lucas Teixeira
Nascimento 28 de outubro de 1979 (43 anos)
Sobrália, Minas Gerais, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,88 m[1]
Peso 93 kg
Divisão Meio-pesado
Envergadura 193 cm
Modalidade Boxe
Wrestling
Jiu jitsu brasileiro
Organização(ões) Teixeira MMA & Fitness
The Pit (anteriormente)
American Top Team (anteriormente)
Black House (MMA) (anteriormente)
Graduação      Faixa Preta 2º grau em Jiu Jitsu Brasileiro
Cartel nas artes marciais mistas
Total 39
Vitórias 32
Por nocaute 18
Por finalização 9
Por decisão 5
Derrotas 7
Por nocaute 3
Por decisão 4
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog
editar
última atualização: 21 de janeiro de 2023

Glover Lucas Teixeira (Sobrália, 28 de outubro de 1979) é ex-lutador de artes marciais mistas (MMA) brasileiro-americano. Ex-campeão da divisão meio-pesado do Ultimate Fighting Championship e o 19.° brasileiro campeão do UFC. É o segundo mais velho campeão atrás de Randy Couture, e o mais velho campeão pela primeira vez na história do UFC, ganhando o cinturão dos meio-pesados aos 42 anos de idade.

Além do UFC, competiu na WEC e Shooto, em eventos de submission grappling e é bicampeão brasileiro de Luta Livre Olímpica.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Glover Teixeira nasceu em Sobrália, Minas Gerais. Não havia eletricidade em muitas das casas de sua comunidade e havia apenas um posto de gasolina. Ele se mudou para os Estados Unidos em Danbury, Connecticut em 1999 para ajudar a sustentar sua família e encontrou um emprego em paisagismo. Foi lá que conheceu sua esposa, Ingrid. Depois de ver boxeadores como Mike Tyson e os primeiros lutadores de MMA como Royce Gracie e Chuck Liddell competirem, Teixeira decidiu que queria seguir o mesmo caminho. Ele nunca tinha ouvido falar de Jiu-jitsu brasileiro, mas conseguiu encontrar e assistir a vídeos do UFC 1 e UFC 2, que contaram com o Hall da Fama do UFC Royce Gracie. Depois de trabalhar de 10 a 12 horas por dia em paisagismo, Teixeira treinava boxe na Hat City Boxing e jiu-jitsu na American Top Team Connecticut. John Hackleman, que havia treinado um lutador que lutou com Teixeira e ficou impressionado com o jovem brasileiro, convidou Teixeira para sua academia na Califórnia, The Pit, onde Teixeira começou a treinar com Chuck Liddell.[3] Teixeira agora treina e instrui em sua própria academia Teixeira MMA & Fitness em Bethel, Connecticut.[4]

Em novembro de 2020, Teixeira tornou-se cidadão dos Estados Unidos, mas representa o Brasil no UFC.[5]

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Estreou com derrota no WEC 3 - All Nothing em 7 de junho de 2002. Perdeu no 2.° round por nocaute para Eric Schwartz.

Foi para o SF aonde venceu as lutas contra Matt Horwich pode decisão e nocauteou Justin Ellison. Sua passagem terminou com derrota por decisão para Ed Herman.

Glover Teixeira voltou para o WEC e venceu as 3 lutas que fez. Carlon Tones por nocaute, Jack Morrison por finalização e Rameau Thierry Sokoudjou por nocaute.

Glover Teixeira desembarcou no Palace Fighting Championship aonde venceu as 2 lutas que fez. Jorge Oliveira e Buckley Acosta ambos por nocaute.

Depois foi para o Bitetti Combat aonde em 3 lutas venceu todas por nocautes os lutadores Leonardo Nascimento Lúcio, Joaquim Ferreira e Tiago Monaco Tosato. Fez uma pausa de uma luta no Bitetti Combat para enfrentar Marko Peselj no Impact FC quando venceu por nocaute. Na sua volta ao Bitetti Combat venceu Daniel Tabera por nocaute.

Sua participação no Shooto foi vencendo por nocaute Simão Melo da Silva, fez uma pausa para enfrentar Márcio Cruz pelo Fight Club ao vencer por nocaute.

Retornando para o Shooto foi uma finalização em Antônio Mendes e um nocaute em Marvin Eastman. Enfrentou Ricco Rodriguez no MMA Against e venceu por nocaute.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Glover Teixeira foi contratado pelo UFC em 21 de fevereiro de 2012.

Glover estreou no UFC 146 em 26 de maio de 2012 contra Kyle Kingsbury. No começo da luta Glover aplicou um knockdown devido a um uppercut de direita, e depois de montar no oponente ele fechou um katagatame e Kingsbury bateu aos 1:53. Ainda em 2012 enfrentou Fábio Maldonado o caipira de aço e venceu por nocaute. 

Glover era esperado para enfrentar Quinton Jackson no UFC 153 em 13 de outubro de 2012, porém Jackson se lesionou e foi substituído por Fábio Maldonado.[6] Na ocasião Glover venceu no fim do 2.° round a luta, por interrupção médica, após dominar totalmente Maldonado nos 2 rounds.[7]

Glover venceu o até então maior desafio de sua carreira contra o veterano Quinton Jackson, no dia 26 de janeiro de 2013 no UFC on Fox: Johnson vs. Dodson. Glover venceu por decisão unânime.[8]

Glover era esperado para enfrentar Ryan Bader em 25 de maio de 2013 no UFC 160. Porém, Bader se lesionou e foi substituído por James Te Huna.[9] Glover finalizou Te Huna com uma guilhotina ainda no primeiro round.

A luta com Bader aconteceu 4 de setembro de 2013 no UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader no Mineirinho em Belo Horizonte. Ele venceu a luta por nocaute no primeiro round. Com Ryan Bader, mesmo tendo derrubado Glover Teixeira no início da luta com uma de esquerda, Glover conseguiu se levantar e na trocação derrubou Ryan Bader. Começou a golpear até o juiz parar a luta. Glover faturou o prêmio de nocaute da noite.[10]

Disputa do cinturão[editar | editar código-fonte]

Após a vitória sobre Ryan Bader, o presidente do Ultimate Fighting Championship, Dana White confirmou que Glover disputará o cinturão da organização contra o campeão do UFC 165 que será realizado entre Jon Jones vs Alexander Gustafsson.[11]

Apesar do apelo dos fãs para uma revanche contra Alexander Gustafsson, o presidente da organização, Dana White, confirmou que o próximo adversário de Jon Jones seria Glover Teixeira. O evento seria realizado em março de 2014 em Dallas,[12] porém, o combate foi remarcado para o dia 26 de abril de 2014 em Baltimore no UFC 172.[13] Glover perdeu por decisão unânime, encerrando assim sua invencibilidade de quase oito anos.

Glover enfrentou Phil Davis em 25 de outubro de 2014 no UFC 179 e foi derrotado por decisão unânime em uma luta morna e sem muita ação.

Ele era esperado para enfrentar Rashad Evans em 22 de fevereiro de 2015 no UFC Fight Night: Teixeira vs. Evans, mas Evans acabou não aceitando a luta, alegando ter apenas três semanas para se preparar.

Teixeira era esperado para enfrentar Alexander Gustafsson em 20 de Junho de 2015 no UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira. No entanto, uma lesão tirou Gustafsson da luta e Glover foi removido do card. Glover então foi rapidamente colocado para outra luta, contra Ovince St. Preux em 8 de Agosto de 2015 no UFC Fight Night: Teixeira vs. St. Preux. Teixeira venceu a luta por finalização no terceiro round, com um mata-leão, que fez St. Preux apagar. Os dois lutadores também foram premiados com o bônus de "Luta da Noite".[14]

Semanas após sua vitória sobre St. Preux, Teixeira foi colocado para enfrentar Patrick Cummins na co-luta principal do UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III em 7 de Novembro de 2015. Ele venceu a luta por nocaute técnico no segundo round.

Glover enfrentou Rashad Evans na luta principal do UFC on Fox: Teixeira vs. Evans em 16 de Abril de 2016. Glover venceu a luta por nocaute no primeiro round, sua boa atuação lhe rendeu o bônus de Performance da Noite.

Glover foi escalado para enfrentar o americano Anthony Johnson em 20 de Agosto de 2016 no UFC 202: Diaz vs. McGregor II. Uma vitória sobre Johnson poderia lhe render a chance de disputar o Cinturão Meio Pesado do UFC, mas foi nocauteado em 13 segundos.

Glover Texeira em 2019.

Ano de 2017[editar | editar código-fonte]

No ano de 2017, Glover retomou o caminho das vitórias com uma sobre Jared Cannonier.

Após 3 meses, Glover foi finalmente escalado para enfrentar Alexander Gustafsson, no dia 28/05/2017, no UFC Fight Night 109, UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira, infelizmente foi derrotado por nocaute após suportar a imposição do seu oponente durante 4 rounds, sendo nocauteado com um uppercut no quinto.

No dia 16 de Dezembro de 2017, Teixeira enfrentou Misha Cirkunov, no UFC on Fox 26 ganhando por Nocaute técnico. Após sofrer pressão no jogo em pé, Glover utilizou o chão e dominou Cirkunov, resultando em uma quase finalização devido a um mata-leão, após escapar da finalização, Cirkunov sofreu com golpes e nada pode fazer até a intervenção do árbitro.

Conquista de cinturão[editar | editar código-fonte]

Na luta principal do evento UFC 267: Blachowicz x Teixeira Glover venceu o ex-campeão Jan Blachowicz via finalização durante o 2.° Round. Glover se tornou o lutador mais velho a conquistar um cinturão pela primeira vez na era moderna do Ultimate Fighting Championship.

Em 2022 fez sua primeira defesa de cinturão contra o tcheco Jiří Procházka no UFC 275. Ambos lutadores disputaram cinco rounds aciradíssimos, apesar de estar com vantagem na pontuação, nos últimos 30 segundos do último round, Procházka pegou Teixeira em um mata leão e o brasileiro foi finalizado.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 33-9 Estados Unidos Jamahal Hill Decisão (unânime) UFC 283: Teixeira vs. Hill 21/01/2023 5 5:00 Brasil Rio de Janeiro Pelo Cinturão Meio Pesado Vago do UFC; Luta da Noite. Após a luta anunciou a sua aposentadoria.
Derrota 33-8 República Checa Jiří Procházka Finalização (mata leão) UFC 275: Teixeira vs. Procházka 12/06/2022 5 4:32 Singapura Kallang Perdeu o Cinturão Meio Pesado do UFC; Luta da Noite; Luta do Ano (2022).
Vitória 33-7 Polónia Jan Blachowicz Finalização (mata leão) UFC 267: Blachowicz vs. Teixeira 30/10/2021 2 3:02 =Emirados Árabes Unidos Abu Dhabi Ganhou o Cinturão Meio Pesado do UFC; Performance da Noite.
Vitória 32-7 Brasil Thiago Santos Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Santos vs. Teixeira 07/11/2020 3 1:49 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Quebrou o recorde de mais vitórias por finalização na divisão dos Meio Pesados (6).
Vitória 31-7 Estados Unidos Anthony Smith Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Smith vs. Teixeira 13/05/2020 5 1:04 Estados Unidos Jacksonville, Flórida Performance da Noite.
Vitória 30-7 Ucrânia Nikita Krylov Decisão (dividida) UFC Fight Night: Cowboy vs. Gaethje 14/09/2019 3 5:00 Canadá Vancouver
Vitória 29-7 Moldávia Ion Cuțelaba Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Jacaré vs. Hermansson 27/04/2019 2 3:48 Estados Unidos

Fort Lauderdale, Flórida

Performance da Noite.
Vitória 28-7 Estados Unidos Karl Roberson Finalização (katagatame) UFC Fight Night: Cejudo vs. Dillashaw 19/01/2019 1 3:21 Estados Unidos Brooklyn, Nova Iorque
Derrota 27-7 Estados Unidos Corey Anderson Decisão (unânime) UFC Fight Night: Shogun vs. Smith 22/07/2018 3 5:00 Alemanha Hamburgo
Vitória 27-6 Letónia Misha Cirkunov Nocaute Técnico (socos) UFC on Fox: Lawler vs. dos Anjos 16/12/2017 1 2:45 Canadá Winnipeg, Manitoba
Derrota 26-6 Suécia Alexander Gustafsson Nocaute (socos) UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira 28/05/2017 5 1:07 Suécia Estocolmo Luta da Noite.
Vitória 26-5 Estados Unidos Jared Cannonier Decisão (unânime) UFC 208: Holm vs. de Randamie 11/02/2017 3 5:00 Estados Unidos Nova Iorque
Derrota 25-5 Estados Unidos Anthony Johnson Nocaute (soco) UFC 202: Diaz vs. McGregor II 20/08/2016 1 0:13 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 25-4 Estados Unidos Rashad Evans Nocaute (soco) UFC on Fox: Teixeira vs. Evans 16/04/2016 1 1:48 Estados Unidos Tampa, Flórida Performance da Noite.
Vitória 24-4 Estados Unidos Patrick Cummins Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III 07/11/2015 2 1:12 Brasil São Paulo
Vitória 23-4 Estados Unidos Ovince St. Preux Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Teixeira vs. St. Preux 08/08/2015 3 3:10 Estados Unidos Nashville, Tennessee Luta da Noite.
Derrota 22-4 Estados Unidos Phil Davis Decisão (unânime) UFC 179: Aldo vs. Mendes 25/10/2014 3 5:00 Brasil Rio de Janeiro
Derrota 22-3 Estados Unidos Jon Jones Decisão (unânime) UFC 172: Jones vs. Teixeira 26/04/2014 5 5:00 Estados Unidos Baltimore, Maryland Pelo Cinturão Meio Pesado do UFC.
Vitória 22-2 Estados Unidos Ryan Bader Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader 04/09/2013 1 2:55 Brasil Belo Horizonte Nocaute da Noite. Pela vaga de desafiante nº1.
Vitória 21-2 Nova Zelândia James Te Huna Finalização (guilhotina) UFC 160: Velasquez vs. Silva 25/05/2013 1 2:38 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Finalização da Noite.
Vitória 20-2 Estados Unidos Quinton Jackson Decisão (unânime) UFC on Fox: Johnson vs. Dodson 26/01/2013 3 5:00 Estados Unidos Chicago, Illinois
Vitória 19-2 Brasil Fábio Maldonado Nocaute Técnico (interrupção médica) UFC 153: Silva vs. Bonnar 13/10/2012 2 5:00 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 18-2 Estados Unidos Kyle Kingsbury Finalização (katagatame) UFC 146: Dos Santos vs. Mir 26/05/2012 1 1:53 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Estreia no UFC.
Vitória 17-2 Estados Unidos Ricco Rodriguez Finalização (socos) MMAAD: MMA Against Dengue 27/11/2011 1 1:58 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 16-2 Estados Unidos Marvin Eastman Nocaute Técnico (socos) Shooto Brasil Fight for BOPE 25/08/2011 1 4:00 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 15-2 Brasil Antonio Mendes Finalização (mata leão) Shooto Brazil 24 05/08/2011 1 4:06 Brasil Brasília Ganhou o Título Sul Americano do Shooto 93 kg
Vitória 14-2 Brasil Márcio Cruz Nocaute Técnico (socos) Clube da Luta 20/07/2011 2 4:21 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 13-2 Brasil Simão Melo Nocaute (socos) Shooto Brazil 23 04/06/2011 1 1:49 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 12-2 Espanha Daniel Tabera Decisão (unânime) Bitetti Combat 8 - 100 anos do Corinthias 04/12/2010 3 5:00 Brasil São Paulo
Vitória 11-2 Austrália Marko Peselj Nocaute Técnico (socos) Impact FC 2 18/07/2010 1 3:01 Austrália Sydney
Vitória 10-2 Brasil Tiago Tosato Nocaute Técnico (socos) Bitetti Combat MMA 7 28/05/2010 1 1:27 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 9-2 Brasil Joaquim Ferreira Nocaute Técnico (interrupção do córner) Bitetti Combat MMA 6 25/02/2010 2 1:30 Brasil Brasília
Vitória 8-2 Argentina Leonardo Lucio Nascimento Finalização Técnica (guilhotina) Bitetti Combat MMA 4 12/09/2009 1 3:11 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 7-2 Estados Unidos Buckley Acosta Nocaute Técnico (socos) Palace Fighting Championships 7 20/02/2008 1 1:00 Estados Unidos Lemoore, Califórnia
Vitória 6-2 Brasil Jorge Oliveira Nocaute Técnico (socos) PFC 6: No Retreat, No Surrender 17/01/2008 1 0:05 Estados Unidos Lemoore, Califórnia
Vitória 5-2 Camarões Sokoudjou Nocaute (socos) WEC 24 12/10/2006 1 1:41 Estados Unidos Lemoore, Califórnia
Vitória 4-2 Estados Unidos Jack Morrison Finalização (mata leão) WEC 22 28/07/2006 1 1:27 Estados Unidos Lemoore, Califórnia
Vitória 3-2 Estados Unidos Carlton Jones Nocaute Técnico (socos) WEC 20 02/05/2006 1 1:57 Estados Unidos Lemoore, Califórnia
Derrota 2-2 Estados Unidos Ed Herman Decisão (unânime) SF 9: Respect 26/03/2005 3 5:00 Estados Unidos Gresham, Oregon
Vitória 2-1 Estados Unidos Justin Ellison Nocaute Técnico (socos) SF 5: Stadium 28/08/2004 1 N/A Estados Unidos Gresham, Oregon
Vitória 1-1 Estados Unidos Matt Horwich Decisão (unânime) SF 3: Dome 17/04/2004 3 5:00 Estados Unidos Gresham, Oregon
Derrota 0-1 Estados Unidos Eric Swartz Nocaute Técnico (socos e cotoveladas) WEC 3 07/06/2002 2 3:33 Estados Unidos Lemoore, Califórnia

Cartel no submission grappling[editar | editar código-fonte]

Resultado Oponente Método Evento Data Round Tempo Notas
Derrota Brasil Gabriel Vella Pontos ADCC Brasil trials (Abaixo de 99 kg) 2011
Vitória Brasil Armando Sapo Finalização ADCC Brasil trials (Abaixo de 99 kg) 2011
Vitória Brasil Salvador Minnit Finalização ADCC Brasil trials (Abaixo de 99 kg) 2011
Vitória Brasil Jorge Bezerra Pontos ADCC Brasil trials (Abaixo de 99 kg) 2011
Derrota Brasil Vinny Magalhães Finalização (chave de braço) ADCC Barcelona (Abaixo de 99 kg) 2009
Derrota Estados Unidos Gerardi Rinaldi Pontos ADCC Barcelona (Abaixo de 99 kg) 2009
Vitória Estados Unidos Dean Lister Pontos ADCC Barcelona (Abaixo de 99 kg) 2009
Vitória Finlândia Vesa Vuori Pontos ADCC Barcelona (Abaixo de 99 kg) 2009
Vitória Brasil Renato Ferreira Finalização (mata-leão) ADCC Brasil trails (Abaixo de 99 kg) 2009
Vitória Brasil Renato Ferreira Pontos ADCC Brasil trails (Abaixo de 99 kg) 2009

Referências

  1. http://www.ufc.com.br/fighter/Glover-Teixeira
  2. «Glover Teixeira: Da terra de ninguém para a luta principal | UFC». www.ufc.com.br. 14 de setembro de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  3. «Glover Teixeira poised to become UFC star after rising from humble life in Brazil». Yahoo Sports. 11 de outubro de 2012 
  4. «Teixeira MMA & Fitness - Martial Arts School, Fitness Gym, Fitness Classes, Teixeira MMA & Fitness - BJJ, Muay Thai, Kickboxing, Boot Camp, Grappling, Brazilian Jiu-Jitsu, MMA, gym, self defense, Hawaiian Kempo, fight team, Connecticut, CT». Teixeira MMA & Fitness. Consultado em 19 de abril de 2021 
  5. «UFC Light Heavyweight star Glover Teixeira caps off a great personal year by becoming an American citizen». Sportskeeda. 25 de novembro de 2020 
  6. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/09/sem-opcoes-glover-teixeira-aceita-enfrentar-maldonado-no-ufc-rio-iii.html
  7. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/10/glover-trava-guerra-com-maldonado-e-vence-por-interrupcao-medica.html
  8. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2013/01/glover-teixeira-vence-rampage-por-pontos-e-da-passo-importante-no-ufc.html
  9. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2013/03/glover-teixeira-tem-novo-adversario-no-ufc-160-sai-bader-entra-te-huna.html
  10. http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/vitória-dentro-do-octógono-e-dinheiro-no-bolso-180136695.html
  11. http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/jon-jones-ou-gustafsson--ufc-confirma-glover-como-novo-desafiante-ao-cinturão-162114342.html
  12. http://www.tatame.com.br/ufc-anuncia-luta-entre-jones-e-glover-para-15-de-marco-em-dallas/
  13. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2014/01/glover-teixeira-enfrenta-jon-jones-no-ufc-172-em-26-de-abril-em-baltimore.html
  14. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/08/glover-e-amanda-fazem-dobradinha-brasileira-e-faturam-bonus-do-ufc.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]