Grande Prêmio da Alemanha de 1990

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio da Alemanha
de Fórmula 1 de 1990
Hockenheimring prior to 2002.svg
14º GP da Alemanha realizado em Hockenheim
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 29 de julho de 1990
Nome oficial Grosser Mobil 1 Preis von Deutschland
Local Hockenheimring, Hockenheim, Baden-Württemberg, Alemanha Ocidental
Total 45 voltas / 306.090 km
Condições do tempo Ensolarado, quente, seco
Pole
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:40.198
Volta mais rápida
Piloto
Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault
Tempo 1:45.602 (na volta 31)
Pódio
Primeiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Segundo
Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford
Terceiro
Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda

Resultados do Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 realizado em Hockenheim em 29 de julho de 1990. Foi a nona etapa da temporada e teve como vencedor o brasileiro Ayrton Senna.[1][nota 1]

Resumo[editar | editar código-fonte]

Ayrton Senna era o grande ídolo dos alemães. Tinha vencido em Hockenheim nos dois anos anteriores e, na falta de um piloto da terra, os germânicos saudavam o brasileiro com muita cerveja e bandeiras brasileiras com sua foto. Talvez esse carinho motivasse Senna porque, mais uma vez, foi imbatível na busca da pole position e tranqüilo no grande prêmio. Liderou fácil e, mesmo quando ficou atrás de Alessandro Nannini (Benetton-Ford), após o pit stop de pneus, não perdeu o controle da corrida. Voltou à ponta e emplacou a terceira vitória consecutiva no GP da Alemanha, propiciando aos seus alegres fãs mais um motivo para inundar o belo autódromo alemão de chope. Mas Ayrton Senna não comemorou, refugiou-se no motorhome da McLaren para chorar a morte do seu fiel amigo e empresário Armando Botelho, que aconteceu quando o piloto dava a volta da vitória em Hockenheim.

Philippe Alliot foi desclassificado porque os fiscais de pista o ajudaram de forma ilegal após sua Ligier ter sido bloqueada pela Dallara do italiano Emanuele Pirro. Esta foi a segunda desclassificação do francês na temporada.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pré-qualificação[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Tempo Diferença
1 26 França Philippe Alliot Ligier-Ford 1:45.513
2 25 Itália Nicola Larini Ligier-Ford 1:46.186 + 0.673
3 14 França Olivier Grouillard Osella-Ford 1:46.828 + 1.315
4 18 França Yannick Dalmas AGS-Ford 1:47.125 + 1.612
5 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford 1:48.127 + 2.614
6 33 Brasil Roberto Moreno Eurobrun-Judd 1:48.983 + 3.470
7 31 Bélgica Bertrand Gachot Coloni-Ford 1:50.460 + 4.947
8 34 Itália Claudio Langes Eurobrun-Judd 1:50.897 + 5.384
9 39 Itália Bruno Giacomelli Life 2:10.786 + 25.273

Treinos classificatórios[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Diferença
1 27 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 1:40.198 1:46.843
2 28 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 1:40.434 1:46.628 + 0.236
3 1 França Alain Prost Ferrari 1:41.732 1:42.590 + 1.532
4 2 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 1:42.313 1:42.057 + 1.859
5 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 1:43.736 1:42.195 + 1.997
6 5 Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault 1:43.620 1:42.380 + 2.182
7 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 1:42.926 1:42.872 + 2.674
8 4 França Jean Alesi Tyrrell-Ford 1:43.255 1:44.652 + 3.057
9 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 1:43.594 1:44.559 + 3.396
10 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Judd 1:45.025 1:44.349 + 4.151
11 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Lamborghini 1:45.382 1:44.363 + 4.165
12 29 França Eric Bernard Lola-Lamborghini 1:44.998 1:44.496 + 4.298
13 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Ford 1:44.873 1:44.650 + 4.452
14 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Judd 1:45.193 + 4.995
15 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 1:45.736 1:45.237 + 5.039
16 11 Reino Unido Derek Warwick Lotus-Lamborghini 1:45.364 1:45.244 + 5.046
17 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 1:45.547 1:47:269 + 5.349
18 10 Itália Alex Caffi Arrows-Ford 1:46.201 1:45.604 + 5.406
19 9 Itália Michele Alboreto Arrows-Ford 1:45.871 1:45.755 + 5.557
20 12 Reino Unido Martin Donnelly Lotus-Lamborghini 1:47.723 1:45.790 + 5.592
21 7 Austrália David Brabham Brabham-Judd 1:46.110 1:46.518 + 5.912
22 25 Itália Nicola Larini Ligier-Ford 1:47.068 1:46.187 + 5.989
23 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Ford 1:46.904 1:46.506 + 6.308
24 26 França Philippe Alliot Ligier-Ford 1:46.596 1:57.287 + 6.398
25 36 Finlândia J. J. Lehto Onyx-Ford 1:48.856 1:46.867 + 6.669
26 35 Suíça Gregor Foitek Onyx-Ford 1:47.209 1:47.726 + 7.011
27 14 França Olivier Grouillard Osella-Ford 1:47.429 1:48.172 + 7.231
28 24 Itália Paolo Barilla Minardi-Ford 1:47.747 1:47.958 + 7.549
29 18 França Yannick Dalmas AGS-Ford 1:47.789 1:47.874 + 7.591
30 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford 1:48.118 1:48.032 + 7.834

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 27 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 45 1:20:47.164 1 9
2 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 45 + 6.520 9 6
3 28 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 45 + 8.553 2 4
4 1 França Alain Prost Ferrari 45 + 45.270 3 3
5 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 45 + 48.028 5 2
6 5 Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault 45 + 1:21.491 6 1
7 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Judd 44 + 1 volta 10
8 11 Reino Unido Derek Warwick Lotus-Lamborghini 44 + 1 volta 16
9 10 Itália Alex Caffi Arrows-Ford 44 + 1 volta 18
10 25 Itália Nicola Larini Ligier-Ford 43 + 2 voltas 22
11 4 França Jean Alesi Tyrrell-Ford 40 Transmissão 8
NC 36 Finlândia J. J. Lehto Onyx-Ford 39 + 6 voltas 25
Ret 29 França Eric Bernard Lola-Lamborghini 35 Bomba de combustível 12
Ret 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Lamborghini 33 Embreagem 11
Ret 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Ford 24 Motor 13
Ret 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 23 Motor 7
Ret 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 20 Motor 15
Ret 35 Suíça Gregor Foitek Onyx-Ford 19 Spun Off 26
Ret 2 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 15 Asa quebrada 4
Ret 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Judd 12 Motor 14
Ret 7 Austrália David Brabham Brabham-Judd 12 Motor 21
Ret 9 Itália Michele Alboreto Arrows-Ford 10 Motor 19
Ret 12 Reino Unido Martin Donnelly Lotus-Lamborghini 1 Embreagem 20
Ret 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 0 Embreagem 17
Ret 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Ford 0 Colisão 23
DSQ 26 França Philippe Alliot Ligier-Ford 0 Desclassificado 24
DNQ 14 França Olivier Grouillard Osella-Ford
DNQ 24 Itália Paolo Barilla Minardi-Ford
DNQ 18 França Yannick Dalmas AGS-Ford
DNQ 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford
DNPQ 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford
DNPQ 33 Brasil Roberto Moreno Eurobrun-Judd
DNPQ 31 Bélgica Bertrand Gachot Coloni-Ford
DNPQ 34 Itália Claudio Langes Eurobrun-Judd
DNPQ 39 Itália Bruno Giacomelli Life

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. Voltas na liderança: Ayrton Senna 29 voltas (1-17; 34-45), Alessandro Nannini 16 voltas (18-33).

Referências

  1. «1990 German Grand Prix - race result». Consultado em 22 de abril de 2019 
Precedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1990
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1990
Sucedido por
Grande Prêmio da Hungria de 1990
Precedido por
Grande Prêmio da Alemanha de 1989
Grande Prêmio da Alemanha
52ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Alemanha de 1991