Grande Prêmio da Alemanha de 1989

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio da Alemanha
de Fórmula 1 de 1989
Circuit Hockenheimring-1982.svg
13º GP da Alemanha realizado em Hockenheim
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 30 de julho de 1989
Nome oficial LI Grosser Mobil 1 Preis von Deutschland
Local Hockenheimring, Hockenheim, Baden-Württemberg, Alemanha Ocidental
Total 45 voltas / 305.865 km
Condições do tempo Quente, nublado
Pole
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:42.300
Volta mais rápida
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:45.884 (na volta 43)
Pódio
Primeiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Segundo
França Alain Prost McLaren-Honda
Terceiro
Reino Unido Nigel Mansell Ferrari

Resultados do Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 realizado em Hockenheim à 30 de julho de 1989. Foi a nona etapa da temporada e teve como vencedor o brasileiro Ayrton Senna.[1][2][nota 1]

Resumo[editar | editar código-fonte]

Ayrton Senna chegou a Hockenheim muito alegre. Até soava estranho aquele bom humor para o piloto que não havia terminado as últimas quatro corridas. O seu McLaren MP4-5 tinha quebrado nos GPs dos EUA, Canadá e França e ele rodou na Inglaterra, permitindo a Alain Prost uma recuperação excepcional na briga pelo título. Mas ele não parecia sob pressão. Ao contrário, exibia um ar maroto.

Mal o treino iniciou e Senna cravou a pole provisória e depois ratificou com a definitiva. Liderou por 19 voltas mas quando parou para o pit stop de pneus, sua equipe atrapalhou-se, gastou oito segundos a mais do que com o francês, possibilitando a este abrir vantagem na liderança. Senna voltou à pista possesso. Pisou fundo e foi à caça do francês até que, na penúltima volta, fez a ultrapassagem.

Depois do pódio, quando recebia as honras da vitória completa, com pole e volta mais rápida, não parecia tão feliz como na véspera. Inquirido sobre a mudança ironizou: "Foi um passarinho que me disse que eu ia vencer. Só espero que ele venha cantar de novo".

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pré-qualificação[editar | editar código-fonte]

Pré-classificação
Pos. Piloto Chassi/Motor Tempo Dif
1 37 Bélgica Bertrand Gachot Onyx-Ford 1:47.283
2 36 Suécia Stefan Johansson Onyx-Ford 1:47.700 + 0.417
3 30 França Philippe Alliot Lola-Lamborghini 1:47.746 + 0.463
4 29 Itália Michele Alboreto Lola-Lamborghini 1:47.919 + 0.636
5 41 França Yannick Dalmas AGS-Ford 1:47.920 + 0.637
6 17 Itália Nicola Larini Osella-Ford 1.48.301 + 1.018
7 40 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford 1:48.558 + 1.275
8 18 Itália Piercarlo Ghinzani Osella-Ford 1:48.564 + 1.281
9 31 Brasil Roberto Moreno Coloni-Ford 1:48.567 + 1.284
10 32 França Pierre-Henri Raphanel Coloni-Ford 1:48.780 + 1.457
11 33 Suíça Gregor Foitek Eurobrun-Judd 1:49.458 + 2.175
12 35 Japão Aguri Suzuki Zakspeed-Yamaha 1:49.527 + 2.244
13 34 Alemanha Ocidental Bernd Schneider Zakspeed-Yamaha 1:50.455 + 3.172

Treino classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Tempo Q1 Tempo Q2 Diferença
1 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 1:42.300 1:42.790
2 2 França Alain Prost McLaren-Honda 1:43.306 1:43.295 + 0.995
3 27 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 1:44.020 1:44.076 + 1.720
4 28 Áustria Gerhard Berger Ferrari 1:44.467 1:44.509 + 2.167
5 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 1:45.062 1:44.511 + 2.211
6 5 Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault 1:45.520 1:44.702 + 2.402
7 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 1:45.033 1:45.040 + 2.733
8 11 Brasil Nelson Piquet Lotus-Judd 1:47.316 1:45.475 + 3.175
9 20 Itália Emanuele Pirro Benetton-Ford 1:46.521 1:45.845 + 3.545
10 4 França Jean Alesi Tyrrell-Ford 1:47.551 1:46.888 + 4.588
11 26 França Olivier Grouillard Ligier-Ford 1:47.408 1:46.893 + 4.593
12 7 Reino Unido Martin Brundle Brabham-Judd 1:47.216 1:47.796 + 4.916
13 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 1:48.222 1:47.380 + 5.080
14 15 Brasil Maurício Gugelmin March-Judd 1:47.387 1:47.578 + 5.087
15 30 França Philippe Alliot Lola-Lamborghini 1:47.486 1:47.566 + 5.186
16 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 1:47.511 1:47.552 + 5.211
17 9 Reino Unido Derek Warwick Arrows-Ford 1:47.756 1:47.533 + 5.233
18 12 Japão Satoru Nakajima Lotus-Judd 1:48.782 1:47.663 + 5.363
19 3 Reino Unido Jonathan Palmer Tyrrell-Ford 1:47.836 1:47.676 + 5.376
20 21 Itália Alex Caffi Dallara-Ford 1:48.671 1:47.679 + 5.379
21 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford 1:47.879 1:48.005 + 5.579
22 16 Itália Ivan Capelli March-Judd 1:48.239 1:48.078 + 5.778
23 25 França René Arnoux Ligier-Ford 1:48.266 1:48.598 + 5.966
24 36 Suécia Stefan Johansson Onyx-Ford 1:49.935 1:48.348 + 6.048
25 10 Estados Unidos Eddie Cheever Arrows-Ford 1:48.396 1:48.553 + 6.096
26 29 Itália Michele Alboreto Lola-Lamborghini 1:48.670 1:48.726 + 6.370
27 24 Espanha Luis Pérez-Sala Minardi-Ford 1:49.587 1:48.686 + 6.386
28 37 Bélgica Bertrand Gachot Onyx-Ford 1:49.252 1:49.004 + 6.704
29 38 Alemanha Ocidental Christian Danner Rial-Ford 1:50.679 1:49.767 + 7.467
DSQ 39 Alemanha Ocidental Volker Weidler Rial-Ford

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 45 1:21:43.302 1 9
2 2 França Alain Prost McLaren-Honda 45 + 18.151 2 6
3 27 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 45 + 1:23.254 3 4
4 6 Itália Riccardo Patrese ‘‘‘Williams-Renault’’’ 44 + 1 volta 5 3
5 11 Brasil Nelson Piquet ‘‘‘Lotus-Judd’’’ 44 + 1 volta 8 2
6 9 Reino Unido Derek Warwick Arrows-Ford 44 + 1 volta 17 1
7 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford 44 + 1 volta 21
8 7 Reino Unido Martin Brundle Brabham-Judd 44 + 1 volta 12
9 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 44 + 1 volta 13
10 4 França Jean Alesi Tyrrell-Ford 43 + 2 voltas 10
11 25 França Rene Arnoux Ligier-Ford 42 + 3 voltas 23
12 10 Estados Unidos Eddie Cheever Arrows-Ford 40 Sistema de combustível 25
13 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 37 Motor 16
14 12 Japão Satoru Nakajima Lotus-Judd 36 Spun Off 18
15 16 Itália Ivan Capelli March-Judd 32 Pane elétrica 22
16 15 Brasil Mauricio Gugelmin March-Judd 28 Câmbio 14 ;
17 20 Itália Emanuele Pirro Benetton-Ford 26 Spun Off 9
18 30 França Philippe Alliot Lola-Lamborghini 20 Fuga de óleo 15
19 3 Reino Unido Jonathan Palmer Tyrrell-Ford 16 Motor 19
20 28 Áustria Gerhard Berger Ferrari 13 Spun Off 4
21 36 Suécia Stefan Johansson Onyx-Ford 8 Superaquecimento 24
22 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 6 Pane elétrica 7
23 5 Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault 4 Colisão 6
24 21 Itália Alex Caffi Dallara-Ford 2 Motor 20
25 29 Itália Michele Alboreto Lola-Lamborghini 1 Pane elétrica 26
26 26 França Olivier Grouillard Ligier-Ford 0 Câmbio 11
DNQ 24 Espanha Luis Pérez-Sala Minardi-Ford
DNQ 37 Bélgica Bertrand Gachot Onyx-Ford
DNQ 38 Alemanha Ocidental Christian Danner Rial-Ford
DSQ 39 Alemanha Ocidental Volker Weidler Rial-Ford
DNPQ 41 França Yannick Dalmas AGS-Ford
DNPQ 17 Itália Nicola Larini Osella-Ford
DNPQ 40 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford
DNPQ 18 Itália Piercarlo Ghinzani Osella-Ford
DNPQ 31 Brasil Roberto Moreno Coloni-Ford
DNPQ 32 França Pierre-Henri Raphanel Coloni-Ford
DNPQ 33 Suíça Gregor Foitek Eurobrun-Judd
DNPQ 35 Japão Aguri Suzuki Zakspeed-Yamaha

Tabela do campeonato após a prova[editar | editar código-fonte]

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. Voltas na liderança: Ayrton Senna 22 voltas (1-19; 43-45), Alain Prost 23 voltas (20-42).

Referências

Precedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1989
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1989
Sucedido por
Grande Prêmio da Hungria de 1989
Precedido por
Grande Prêmio da Alemanha de 1988
Grande Prêmio da Alemanha
51ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Alemanha de 1990