Grande Prêmio de Mônaco de 1991

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio de Mônaco
de Fórmula 1 de 1991
Circuit de Monaco 1986.png
Grande Prêmio de Mônaco de 1991.
Detalhes da corrida
Data 12 de maio de 1991
Local Monte Carlo - Mônaco
Percurso 3,328 km
Total 78 voltas / 259,584 km
Pole
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:20.344
Volta mais rápida
Piloto
França Alain Prost Ferrari
Tempo 1:24.368 (na volta 77)
Pódio
Primeiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Segundo
Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault
Terceiro
França Jean Alesi Ferrari

Resultados do Grande Prêmio de Mônaco realizado em Monte Carlo a 12 de maio de 1991.

Ayrton Senna praticamente garantiu a pole nos treinos de quinta, no sábado ele tirou mais 2 décimos e fez mais uma pole em Monte Carlo. A grande surpresa dos treinos foi o italiano Stefano Modena, que fez um brilhante segundo lugar. Nelson Piquet largou em quarto, Roberto Moreno em oitavo, e Mauricio Gugelmin em décimo quinto.

Na largada, Senna assumiu a liderança, seguido de Modena, Patrese, Mansell, Piquet e Prost. Ainda na primeira volta, Piquet abandonou com a suspensão quebrada, era a segunda vez seguida que o brasileiro da Benetton não completava a primeira volta. Senna achou que iria abrir fácil vantagem nas primeiras voltas, mas chegou a tomar pressão de Modena. Demorou 15 voltas para o brasileiro abrir vantagem, já Modena era pressionado por Patrese.

Mansell foi para os boxes na volta 37 e voltou atrás de Prost em quinto. Na metade da prova, Senna tinha 22 segundos de vantagem para Modena, que chegou a abrir 7 segundos para Patrese, mas ele foi atrapalhado pela Dallara de Emanuelle Pirro por 3 voltas, e voltou a tomar pressão da Williams número 6. Na volta 43, Patrese tentou ultrapassar Modena na saída do túnel mas acabou batendo o bico do carro no muro, mas no mesmo momento Modena teve problemas de motor e os dois abandonaram na chicane do Porto. Os seis primeiros após 50 voltas, são Ayrton Senna, Alain Prost, Nigel Mansell, Jean Alesi, Emanuelle Pirro e Roberto Moreno.

  • Na 62ª volta, após ficar 25 voltas atrás de Alain Prost, Nigel Mansell com seu Williams-Renault conseguiu ultrapassá-lo na saída do túnel e fez a chicane na frente do francês da Ferrari para conquistar a 2ª posição. Uma ultrapassagem extraordinária do piloto inglês.

Ayrton Senna seguiu sem problemas para a sua vitória de número 30 na F1. Nigel Mansell terminou em segundo e finalmente marcou seus primeiros pontos na temporada, Jean Alesi completou o pódio, depois do pneu furado de Prost. Roberto Moreno termina em quarto e conquista seu melhor resultado na Fórmula 1, Prost fica em quinto e Pirro em sexto.

Senna vai a 40 pontos após sua quarta vitória na temporada, Prost e o segundo com 11 pontos e em terceiro está Gerhard Berger com 10 pontos.

Pré-Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Chassi/Motor Q
1 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 1:23.260
2 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 1:23.538
3 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Judd 1:24.421
4 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 1:24.802
NQ 34 Itália Nicola Larini Lambo-Lamborghini 1:25.893
NQ 35 Bélgica Eric van de Poele Lambo-Lamborghini 1:26.282
NQ 31 Portugal Pedro Chaves Coloni-Ford 1:27.389
NQ 14 França Olivier Grouillard Fondmetal-Ford 1:27.759

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Chassi/Motor Q1 Q2
1 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 1:20.508 1:20.344
2 4 Itália Stefano Modena Tyrrell-Honda 1:23.442 1:20.809
3 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 1:22.057 1:20.973
4 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 1:22.816 1:21.159
5 5 Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault 1:23.274 1:21.205
6 2 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 1:21.222 1:21.583
7 27 França Alain Prost Ferrari 1:22.113 1:21.455
8 19 Brasil Roberto Moreno Benetton-Ford 1:23.476 1:21.804
9 28 França Jean Alesi Ferrari 1:22.966 1:21.910
10 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 1:24.257 1:22.764
11 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Honda 1:24.435 1:22.972
12 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Judd 1:23.311 1:23.022
13 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 1:23.023 1:23.983
14 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ferrari 1:24.101 1:23.064
15 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Ilmor 1:24.920 1:23.394
16 25 Bélgica Thierry Boutsen Ligier-Lamborghini 1:24.728 1:23.431
17 24 Itália Gianni Morbidelli Minardi-Ferrari 1:24.481 1:23.584
18 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Ilmor 1:25.040 1:23.642
19 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Ford 1:26.380 1:23.898
20 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford 1:25.078 1:23.909
21 29 França Éric Bernard Lola-Ford 1:25.370 1:24.079
22 8 Reino Unido Mark Blundell Brabham-Yamaha 1:25.500 1:24.109
23 26 França Érik Comas Ligier-Lamborghini 1:24.747 1:24.151
24 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 1:24.540 1:24.208
25 9 Itália Michele Alboreto Footwork-Porsche 1:27.843 1:24.606
26 11 Finlândia Mika Hakkinen Lotus-Judd 1:24.868 1:24.829
NQ 12 Reino Unido Julian Bailey Lotus-Judd 1:28.772 1:26.995
NQ 18 Itália Fabrizio Barbazza AGS-Ford 1:28.060 1:27.079
NQ 10 Itália Alex Caffi Footwork-Porsche
DSQ 7 Reino Unido Martin Brundle[1] Brabham-Yamaha 1:24.840

Classificação da Prova[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 1 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 78 1:53'02.334 1 10
2 5 Reino Unido Nigel Mansell Williams-Renault 78 18.348 5 6
3 28 França Jean Alesi Ferrari 78 47.455 9 4
4 19 Brasil Roberto Moreno Benetton-Ford 77 + 1 Volta 8 3
5 27 França Alain Prost Ferrari 77 + 1 Volta 7 2
6 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Judd 77 + 1 Volta 12 1
7 25 Bélgica Thierry Boutsen Ligier-Lamborghini 76 + 2 Voltas 16  
8 32 Bélgica Bertrand Gachot Jordan-Ford 76 + 2 Voltas 24  
9 29 França Eric Bernard Lola-Ford 76 + 2 Voltas 21  
10 26 França Erik Comas Ligier-Lamborghini 76 + 2 Voltas 23  
11 22 Finlândia J.J. Lehto Dallara-Judd 75 + 3 Voltas 13  
12 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ferrari 72 + 6 Voltas 14  
Ret 11 Finlândia Mika Hakkinen Lotus-Judd 64 Fuga de Óleo 26  
Ret 24 Itália Gianni Morbidelli Minardi-Ferrari 49 Caixa de Câmbio 17  
Ret 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Ilmor 43 Regulador de Pressão 15  
Ret 4 Itália Stefano Modena Tyrrell-Honda 42 Motor 2  
Ret 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 42 Rodada 3  
Ret 8 Reino Unido Mark Blundell Brabham-Yamaha 41 Rodada 22  
Ret 9 Itália Michele Alboreto Footwork-Porsche 39 Motor 25  
Ret 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Honda 35 Rodada 11  
Ret 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Ford 24 Freios 19  
Ret 33 Itália Andrea de Cesaris Jordan-Ford 21 Regulador 10  
Ret 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Ilmor 12 Freios 18  
Ret 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford 9 Câmbio 20  
Ret 2 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 9 Rodada 6  
Ret 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 0 Suspensão 4  
NQ 12 Reino Unido Julian Bailey Lotus-Judd Não Qualificado
NQ 18 Itália Fabrizio Barbazza AGS-Ford Não Qualificado
NQ 10 Itália Alex Caffi Footwork-Porsche Não Qualificado
DSQ 7 Reino Unido Martin Brundle[1] Brabham-Yamaha Desclassificado
NPQ 34 Itália Nicola Larini Lambo-Lamborghini Não Pré-Qualificado
NPQ 35 Bélgica Eric Van de Poele Lambo-Lamborghini Não Pré-Qualificado
NPQ 31 Portugal Pedro Chaves Coloni-Ford Não Pré-Qualificado
NPQ 14 França Olivier Grouillard Fondmetal-Ford Não Pré-Qualificado

Notas[editar | editar código-fonte]

Líder por volta

Ayrton Senna - 1ª a 78ª

  • 30ª vitória de Ayrton Senna;
  • 90ª vitória da McLaren;
  • 50º grande prêmio da Dallara;
  • 350º grande prêmio da McLaren e
  • 130º pódio do motor Honda.

Referências

  1. a b «GRAND PRIX RESULTS: MONACO GP, 1991» (em inglês). grandprix.com 

Tabela do Campeonato Após a Prova[editar | editar código-fonte]


Prova Anterior:
Grande Prêmio de San Marino de 1991
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 1991
Próxima Prova:
Grande Prêmio do Canadá de 1991

Prova Anterior:
Grande Prêmio de Mônaco de 1990
Grande Prêmio de Mônaco Próxima Prova:
Grande Prêmio de Mônaco de 1992