Hang loose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma descrição do gesto.

O gesto de shaka (em inglês: shaka sign), conhecido no Brasil como hang loose.[1] é um gesto usado tipicamente por surfistas e praieiros para saudações em geral. O gesto é efetuado com uma das mãos com os dedos polegares e mindinhos eretos, e o resto fechado, formando um gesto parecido com a letra Y. Pode ser acompanhado com um movimento similar a um tchau.

Frank Fasi, da cidade americana de Honolulu, no Havaí, da década de 1970, adaptou o gesto como símbolo de sua campanha. O lutador Samoa Joe utiliza o sinal depois de entrar no ringue.

Origem[editar | editar código-fonte]

A origem exata do gesto é desconhecida, conhecendo-se apenas as seguintes teorias:

  • Segundo um jornal local de Honolulu, o Star Bulletin,[2] a tradição predominante atribui o gesto a Kalili Hamana de Laie, que perdeu os três dedos do meio de sua mão quando trabalhava colhendo açúcar em Kahuku. Por esta razão, Hamana passou a vigiar os carros de açúcar, que quando completamente esvaziado, fazia o gesto, como quisesse dizer, OK, ou tudo bem, o que com o passar dos anos, tornou-se o shaka.
  • Uma segunda teoria vincula o sinal do "shaka" com um jogo de canecas, onde a posição das mãos, formava o shaka.
  • Uma terceira teoria, consiste na palavra "shark eye" (olho de tubarão)". Ao fazer o gesto, representava a cabeça do tubarão martelo, muito respeitado na cultura local.
  • Uma quarta teoria diz que o termo Hang Loose se originou de um grupo de surfistas que perderam os três dedos da mão para um ataque de tubarão martelo, então quando acenavam usavam o dedão e o mindinho.

    Referências

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]