Hilary Duff (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hilary Duff
Álbum de estúdio de Hilary Duff
Lançamento 15 de setembro de 2004
Gravação 2004
Gênero(s) Pop, Pop rock
Duração 58:50
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Hollywood
Produção
  • Chico Bennett
  • Julian Bunetta
  • Andreas Carlsson
  • Desmond Child
  • "Spider" Ron Entwistle
  • Kevin De Clue
  • Haylie Duff
  • Matthew Gerrard
  • Jon Lid
  • Jay Landers
  • Jim Marr
  • Charlie Midnight
  • Wendy Page
  • Charlton Pettus
  • Andre Recke
  • Shaun Shankel
  • John Shanks
  • Ty Stevens
  • Marc Swersky
  • Denny Weston, Jr.
Cronologia de Hilary Duff
Metamorphosis
(2003)
Most Wanted
(2005)
Singles de Hilary Duff
  1. "Fly"
    Lançamento: Agosto de 2004
  2. "Weird"
    Lançamento: Dezembro de 2004
  3. "Someone's Watching Over Me"
    Lançamento: 21 de Fevereiro de 2005

Hilary Duff é o terceiro álbum de estúdio de Hilary Duff, lançado primeiramente no dia 15 de Setembro de 2004 no Japão[1] e logo depois, no dia 28 de Setembro nos EUA[2] atraves da gravadora Hollywood Records. O álbum que contem 17 faixas, manteve basicamente os mesmos produtores do trabalho anterior de Duff, Metamorphosis. As sessões de gravação ocorreram entre Maio e Agosto de 2004, entre as filmagens de Na Trilha da Fama e Paixão de Aluguel, ambos com Duff no papel principal. O álbum estreou em #2 nas paradas americanas da Billboard, vendendo 192 mil cópias em sua primeira semana. Até à data, Hilary Duff já vendeu 1,8 milhões de cópias nos EUA. Tornou-se seu segundo #1 consecutivo no Canadá e produziu dois singles que não foram grandes sucessos. Foi certificado como disco de platina pela RIAA[3], além de ser o número #65 nas paradas de fim de ano da revista Billboard em novembro de 2005.[4] A única música que ganhou videoclipe foi "Fly", depois "Someone's Watching Over Me" foi lançada apenas na Austrália como single e "Weird" foi lançada como single promocional apenas na Espanha. Estima-se que até hoje tenha vendido mais de 4 milhões de cópias mundialmente.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

De acordo com Duff, o álbum narra suas experiências ao longo do ano antes de seu lançamento: "algumas experiencias boas, algumas ruins, foi uma grande experiência de aprendizado", explicou ela.[5] Ela expressou um interesse em gravar um material mais agressivo[6] do que as músicas do Metamorphosis, e queria que o álbum refletisse isso, de acordo com ela, ela é uma garota normal de 16 anos. "Eu não sou mais Lizzie McGuire", disse ela.[7] Ela disse que o álbum lida com questões que não iria discutir publicamente e fornece "algumas respostas",[8] mas ela discordou com pessoas que acreditavam que o disco estava apresentado um lado diferente dela, dizendo: "Eu acho que é apenas mais de mim mesma neste momento, porque eu realmente tinha quer fazer isso da minha maneira."[9] Duff chamou o álbum de "diferente de Metamorphosis e "muito mais maduro", particularmente em seu "som", mas não ao ponto de ser inadequado para as crianças; "Eu só acho que as outras pessoas vão se relacionar melhor", disse ela.[10] De acordo com ela, ela estava mais "envolvido" em comparação com a produção de seu primeiro álbum e "confiante o suficiente para fazer sugestões" sobre o estilo quer gostaria de seguir. "Se eu achasse que precisava ser mais pesado, mais rock, eu diria".[11] Sua data de lançamento nos EUA foi em 28 de setembro de 2004, no aniversário de 17 anos de Duff.[12]

Três músicas - "Fly", "Someone's Watching Over Me" e "Jericho" - foram usados ​​em Na Trilha da Fama, um filme de drama lançado logo após o álbum em que Duff estrelou como uma aspirante a cantora que frequenta uma prestigiada escola de artes de verão. Duff descreveu "Fly" como "uma canção edificante" sobre "como as pessoas com medo de se abrir e mostrar o que tem por dentro, porque elas têm medo do que os outros vão dizer". [13] Sua personagem canta "Someone's Watching Over Me "no clímax do filme e " Jericho" durante os créditos finais, com os outros personagens realizando os instrumentais. O lançamento do álbum no Japão incluiu três faixas bônus: um versão acústica de Who's That Girl?", um cover dos The Go-Go's, "Our Lips Are Sealed", gravado com Haylie para a trilha sonora do filme A Nova Cinderela, e um cover dos The Who's, "My Generation", onde a letra "I hope I die before I get old" foi alterada para "I hope I don't die before I get old".[14]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Fly" foi o primeiro e único single com videoclipe do álbum, também é o único single lançado nos EUA. O vídeo da música, dirigido por Chris Applebaum, combina bastidores preto-e-branco com cenas em cor de Duff tocando a música. O vídeo estreou na MTV Total Request Live no 26 de agosto de 2004.

"Someone's Watching over Me", foi lançado na Austrália como um segundo e último single do álbum. O vídeo da música foi retirado dos bastidores do filme Na Trilha da Fama, onde Duff desempenha o papel principal.

Outras canções notáveis[editar | editar código-fonte]

Duff disse durante o lançamento do álbum que ela estava considerando lançar "Haters" como o segundo single,[15] mas depois mudou de ideia e decidiu que queria "Weird" para se tornar o próximo single oficial, algo que não ocorreu.[16]

No fim de 2004, vários singles para rádios foram lançadas para promover o álbum. "The Getaway" foi lançado nos EUA em novembro de 2004 e no Canadá em janeiro de 2005, e "I Am", foi lançado a Rádio Disney em dezembro de 2004, pouco depois, a promoção de "Weird" começou na Espanha.

Recepção da critica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3.5 de 5 estrelas. link
Entertainment Weekly (D-) link
People 2.5 de 4 estrelas. link
Slant 1 de 5 estrelas. link
Stylus (D+) link
USA Today 2.5 de 4 estrelas. link
The Village Voice (Negativo) link

O álbum recebeu avaliações de mistas para negativas. Ken Barnes dos USA Today, que deu uma critica negativa para Metamorphosis,[17] comentou positivamente sobre o álbum e disse que era "uma marca mais saudável de pop-rock com sabor destinado a adolescentes". Barnes elogiou os "coros empolgantes" em algumas das canções e disse: "Duff evita cansar sua voz fina, mas agradável, com exceção de alguns versos cantados a lá Avril Lavigne", enquanto ele criticou o elevado número de faixas e a preponderância de "banais auto mensagens e auto afirmação".[18] Stephen Thomas Erlewine do Allmusic categorizou Hilary Duff como "um companheiro virtual para o álbum Autobiography de Ashlee Simpson.

A revista Stylus escreveu que a tentativa de Duff de seguir os moldes "Avril Lavigne rendeu resultados mistos... até certo ponto, [ela] é uma prisioneiro de sua imagem e suas tentativas, ficando muito aquém do mesmo cordas vocais de Ashlee Simpson." Seu comprimento crítico descreveu o álbum como "um problema simples", dizendo que com "um pouco de controle de qualidade... isto poderia facilmente ser tão forte quanto qualquer outro álbum teen-pop álbum lançado este ano."[19]

Entertainment Weekly escreveu que a "voz suave de Duff está enterrado sob camadas de arranjos genéricos."[20] Sal Cinquemani da revista Slant chamou o álbum de "uma seqüência aparentemente interminável de peças de pop porcaria- e eu gosto de música pop", e escreveu que, embora Duff "não pode ser considerado responsável por mais de conteúdo lírico insípido do álbum", "quando [ela] fica na ação as coisas parecem artificiais".[21] O New York Daily News nomeou-o como o pior pop teen album de 2004.[22]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Hilary Duff  – Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Fly"  
Shanks 3:42
2. "Do You Want Me?"  
Gerrard 3:30
3. "Weird"  
  • Charlie Midnight
  • Marc Swersky
  • "Spider" Ron Entwistle
  • Midnight
  • Swersky
  • Entwistle
2:55
4. "Hide Away"  
  • Shaun Shankel
  • Midnight
  • Trina Harmon
  • Tyler Hayes Bieck
  • Shankel
  • Midnight
3:47
5. "Mr. James Dean"  
  • Haylie Duff
  • De Clue
  • Andre Recke
3:28
6. "Underneath This Smile"  
  • DioGuardi
  • Shanks
Shanks 3:38
7. "Dangerous to Know"  
  • Midnight
  • Wendy Page
  • Jim Marr
  • Midnight
  • Marr
  • Page
3:33
8. "Who's That Girl?"  
  • Child
  • Midnight
  • Carlsson
3:26
9. "Shine"  
  • DioGuardi
  • Guy Chambers
Shanks 3:29
10. "I Am"   Diane Warren Shanks 3:43
11. "The Getaway"  
Bunetta 3:37
12. "Cry"  
  • Midnight
  • Swersky
  • Charlton Pettus
  • Midnight
  • Swersky
  • Pettus
3:47
13. "Haters"  
  • Hilary Duff
  • Haylie Duff
  • Midnight
  • Swersky
  • Midnight
  • Swersky
2:59
14. "Rock This World"  
  • Hilary Duff
  • Midnight
  • Denny Weston, Jr.
  • Ty Stevens
  • Midnight
  • Weston, Jr.
  • Stevens
3:46
15. "Someone's Watching Over Me"  
  • DioGuardi
  • Shanks
Shanks 4:10
16. "Jericho"  
  • Midnight
  • Chico Bennett
  • Midnight
  • Bennett
3:55
17. "The Last Song"  
  • Haylie Duff
  • De Clue
  • Haylie Duff
  • De Clue
  • Recke
1:25
Duração total:
58:50

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.amazon.co.jp/dp/B0002L4DSM
  2. http://www.amazon.com/Hilary-Duff/dp/B0002TFZBI
  3. http://www.riaa.com/gold-platinum/?tab_active=default-award&se=hilary+duff#search_section
  4. «"2005 Year End Charts - The Billboard 200 Titles".» (em inglês). Billboard. 26 de novembro de 2003. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  5. «"Hilary Duff Says New Album Is More Personal"» (em inglês). Yahoo! Music. 27 de setembro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  6. «"The Golden Girl".» (em inglês). Blender (revista). 7 de outubro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  7. «"The Golden Girl".» (em inglês). Blender (revista). 7 de outubro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  8. «"Hilary Duff Got 'Ghetto version' When Necessary For New LP".» (em inglês). MTV. 23 de setembro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  9. «"Hilary Duff: The Nicest Brat".» (em inglês). MTV. 12 de novembro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  10. «"'Tween queen"» (em inglês). 13 de agostoo de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  11. http://www.seacoastonline.com/2004news/dover/12312004/arts/56606.htm
  12. http://www.mtv.com/bands/d/duff_hilary/news_feature/041115/index.jhtml
  13. http://thestar.com.my/youth2/story.asp?file=/2004/11/3/hilary_duff&sec=music
  14. http://www.hilaryontheweb.com/news/2005/january/21012005_Hilary%20Duff%20comes%20clean.html
  15. «"Hilary Duff Got 'Ghetto version' When Necessary For New LP".» (em inglês). MTV. 23 de setembro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  16. Corey Moss (12 de novembro de 2004). «"Duff Sisters Talk About Their Long 'To Do' List, From Madonna To McDonald's".» (em inglês). MTV. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  17. Elysa Gardner (25 de agosto de 2003). «"Neville sets high 'Standards'; Duff is full of fluff - Hilary Duff, Metamorphosis"» (em inglês). USA Today. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  18. Ken Barnes (19 de outubro de 2004). «Hilary Duff» (em inglês). USA Today. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  19. «Stylus Magazine review» (em inglês). Stylus. 19 de outubro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  20. «Entertainment Weekly review» (em inglês). Entertainment Weekly. 19 de outubro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  21. «Slant Magazine review» (em inglês). Slant. 19 de outubro de 2004. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  22. Jim Farber (30 de dezembro de 2004). «"The year in music"» (em inglês). Slant. Consultado em 20 de setembro de 2015 
  23. a b c d "Hilary Duff - Metamorphosis"
  24. http://charts.org.nz/showitem.asp?interpret=Hilary+Duff&titel=Metamorphosis&cat=a
  25. http://www.aria.com.au/pages/aria-charts-accreditations-albums-2003.htm
  26. http://www.ukmix.org/forums/viewtopic.php?t=15869&postdays=0&postorder=asc&start=1325
  27. http://www.riaa.com/gold-platinum/?tab_active=default-award&se=hilary+duff#search_section