Hino da Pérola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wilhelm Votz - Le serpent à lunettes.jpg

O Hino da Pérola (também chamado de Hino da Alma, Hino da Veste de Glória ou Hino de Judas Tomé Apóstolo) é uma passagem do apócrifo Atos de Tomé. Nesta obra, originalmente escrita em siríaco, o Apóstolo Tomé canta o hino enquanto reza para si e para seus companheiros de prisão. Alguns estudiosos acreditam que o Hino é anterior aos Atos, pois ele só aparece em um manuscrito siríaco e em outro grego dos Atos. O autor do Hino é desconhecido, embora acredite-se que ele foi composto pelo gnóstico sírio Bardesanes por causa de alguns paralelos entre sua vida e a do Hino[1].

O Hino[editar | editar código-fonte]

O hino conta a história de um rapaz, "filho do rei dos reis", que é enviado ao Egito para recuperar uma pérola de uma Serpente. Durante esta missão, ela é seduzida pelos antigos egípcios e esquece a sua origem e sua família. Entretanto, uma carta enviada pelo rei dos reis para ele lembrando-o de seu passado. Quando o garoto recebe a carta, ele se lembra de sua missão, recupera a pérola e retorna. O fato de o garoto ser implicitamente Tomé ao invés de Jesus é indicado por eventuais assertivas que ele é o próximo na linhagem do seu irmão mais velho, este não sendo mencionado no texto[1][2][3].

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Mead, G.R.S. The Hymn of the Robe of Glory. The Hymn of the Pearl - The Acts of Thomas (em inglês). [S.l.: s.n.] 
  2. * «Texto completo e traduções do Hino da Pérola» (em inglês). Scribd.com. Consultado em 31 de agosto de 2010 
  3. Wikisource-logo.svg Hino da Pérola na Wikisource (em inglês).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]