Intouchables

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Intouchables
Amigos Improváveis (PT)
Intocáveis (BR)
Cartaz promocional original.
 França
2011 •  Cor •  112 min 
Realização Olivier Nakache
Éric Toledano
Produção Nicolas Duval-Adassovsky
Laurent Zeitoun
Yann Zenou
Argumento Olivier Nakache
Éric Toledano
Baseado em Philippe Pozzo di Borgo
Elenco François Cluzet
Omar Sy
Género Drama
Comédia
Música Ludovico Einaudi
Direção de fotografia Mathieu Vadepied
Edição Dorian Rigal-Ansous
Distribuição Gaumont (França)
Zon Lusomundo (Portugal)
Lançamento França 2 de novembro de 2011
Portugal 29 de março de 2012
Brasil 31 de agosto de 2012
Idioma Francês
Orçamento 9.5 milhões[1]
Receita US$ 420.814.216
Página no IMDb (em inglês)

Intouchables (Amigos Improváveis (título em Portugal) ou Intocáveis (título no Brasil)) é um filme francês biográfico e de comédia dramática, escrito e realizado por Olivier Nakache e Éric Toledano, com François Cluzet e Omar Sy nos principais papéis. O filme aborda a relação de um multimilionário tetraplégico e do seu peculiar auxiliar de enfermagem, baseado no livro autobiográfico de Philippe Pozzo di Borgo, Le Second souffle.[2] O filme assim como o livro são baseados em fatos reais. Foi o filme mais visto na França em 2011[3] e é o mais rentável filme francês da história.[4] O dinheiro arrecadado com a venda dos direitos de autor da adaptação do livro ao cinema, cerca de US$ 650 mil, foi doado a uma associação de ajuda a deficientes físicos.[2]

A sua estreia em Portugal ocorreu a 29 de março de 2012.[5] Foi exibido de forma pioneira dobrado em português,[6] com as vozes de Igor Gandra, Pedro Mendonça, Joana Carvalho, Raquel Rosmaninho e Rui Oliveira.[7] No Brasil estreou-se a 31 de agosto de 2012.[8]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Philippe (François Cluzet), um refinado multimilionário tetraplégico francês, precisa de um auxiliar de enfermagem para o apoiar nas suas atividades rotineiras. um senegalês radicado nos subúrbios de Paris, que não tem qualquer formação para o cargo, porém Driss de uma forma um tanto "errada" faz ter prazer pela vida novamente.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Foi o filme mais visto na França em 2011[3], com cerca de 19,385 milhões de entradas [9], sendo a terceira maior bilheteira francesa da história, sendo o primeiro e segundo lugar ocupados por Titanic (1997) e Bienvenue chez les Ch'tis (2008), respectivamente.[10] Foi, também, o segundo filme mais visto na Alemanha na sua estreia, tendo alcançado o primeiro lugar na quarta semana de exibição nesse país.[11]

É o filme francês mais rentável da história, com uma taxa de rentabilidade de 602%.[4]

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

  1. Ludovico Einaudi - "Fly" (3:20)
  2. Earth, Wind & Fire - "September" (3:33)
  3. Omar Sy, François Cluzet e Audrey Fleurot - "Des références..." (1:08)
  4. Ludovico Einaudi - "Writing Poems" (4:09)
  5. George Benson - "The Ghetto" (4:57)
  6. Omar Sy e François Cluzet - "L'arbre qui chante" (1:01)
  7. Terry Callier - "You're Goin' Miss Your Candyman" (7:18)
  8. François Cluzet e Omar Sy - "Blind Test" (2:21)
  9. Earth, Wind & Fire e The Emotions - "Boogie Wonderland" (4:45)
  10. Ludovico Einaudi - "L'origine nascosta" (3:12)
  11. Nina Simone - "Feeling Good" (2:53)
  12. Ludovico Einaudi - "Cache-cache" (3:51)
  13. Angelicum De Milan - "Vivaldi: Concerto pour 2 violons & Orchestra" (3:21)
  14. Ludovico Einaudi - "Una mattina" (6:41)
  15. Vib Gyor - "Red Light" (4:29)

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Festival Internacional de Cinema de Tóquio de 2011 (Japão)[12]

Categoria Resultado
Grande Prémio Sakura Venceu
Melhor ator - François Cluzet e Omar Sy Venceu

Prix Lumières de 2012 (França)[13]

Categoria Resultado
Melhor ator Omar Sy

Globos de Cristal de 2012 (França)[14]

Categoria Resultado
Melhor filme Venceu
Melhor ator - Omar Sy Venceu

César de 2012 (França)[15]

Categoria Resultado
César de melhor filme Indicado
César de melhor realizador Indicado
César de melhor argumento original Indicado
César de melhor ator - Omar Sy Venceu
César de melhor ator - François Cluzet Indicado
César de melhor atriz secundária - Anne Le Ny Indicado
César de melhor fotografia Indicado
César de melhor montagem Indicado
César de melhor som Indicado

Referências

  1. Paule Gonzales (23 de dezembro de 2012). «« Intouchables » remporte la palme de la rentabilité» (em francês). Le Figaro. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  2. a b EFE (19 de novembro de 2011). «Comédia 'Les Intouchables' alcança 14 milhões de espectadores». G1. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  3. a b António Quintas (3 de janeiro de 2012). «França regista maior número de espectadores de cinema em 45 anos». RTP. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  4. a b «Intouchables est le film français le plus rentable de tous les temps» (em francês). Première. 18 de fevereiro de 2012. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  5. «Estreia hoje "Amigos Improváveis"». Diário de Notícias. 29 de março de 2012. Consultado em 5 de abril de 2012 
  6. {{citar web |url=http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/lazer/cultura/filme-frances-vai-estrear-dobrado-em-portugues |título=Filme francês vai estrear dobrado em português |autor= |publicado=[[Correio da Manhã (Portugal)|]Correio da Manhã] |data=28 de março de 2012 |língua=português |acessodata=5 de abril de 2012}}
  7. «Amigos Improváveis (VP)». moo.pt. Consultado em 5 de abril de 2012 
  8. «Fenômeno ímpar na França, "Intocáveis" chega ao Brasil». Hoje em Dia. 31 de agosto de 2012. Consultado em 4 de setembro de 2012 
  9. «Box-office monde au 6 mai 2012 Intouchables dépasse les 19 millions d'entrées à l'étranger pour 38.431.557 spectateurs au total» (em francês). boxofficeintouchables.unblog. 13 de maio de 2012  Parâmetro desconhecido |acaessodata= ignorado (ajuda)
  10. «Intouchables dépasse les 17 millions de spectateurs» (em francês). Miwim.fr. 6 de janeiro de 2012  Parâmetro desconhecido |acaessodata= ignorado (ajuda)
  11. PEREIRA, Jorge (19 de janeiro de 2012). «Depois de conquistar França, «Intouchables» arrasa na Alemanha e chega a Portugal em Março». www.c7nema.net 
  12. PC (31 de outubro de 2011). ««Intouchables» vence o Festival de Tóquio». TVI24. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  13. «Prix Lumières : Omar Sy, meilleur acteur pour « Intouchables »» (em francês). La Dépêche du Midi. 15 de janeiro de 2012. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  14. «Intouchables vence prêmio de Melhor Filme em prévia do César». www.cineclick.com.br. 7 de fevereiro de 2012. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  15. Tiago Resende (27 de janeiro de 2012). «César 2012: Nomeados». www.cinema7arte.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]